Flávio Dino fará bem em se livrar da catinga de Dilma, Lula e PT

Resultado de imagem para flávio dino e lula

Depois de toda a ingratidão do PT, de Dilma e Lula, o governador Flávio Dino está mais do que certo em se distanciar dessa turma enrolada com a justiça – corruptos, pérfidos e traiçoeiros – e procurar um caminho mais independente.

Não há como tolerar que “aliados” prefiram figuras nefastas como Sarney, Lobão, João Alberto em detrimento de um escudeiro fiel, de ideários nobres, autêntico militante da causa social do porte de Dino.

O  PT, Lula e Dilma entendem que o PCdoB é linha auxiliar e, por tabela, Flávio também deva ser. Só que o governador maranhense já provou que tem voo próprio (se dependesse dos petistas, não teria sido candidato ao governo e até hoje o grupo Sarney estava mandando no Maranhão), bem como jamais deixará ser controlado por interesses escusos.

Flávio Dino, de forma correta, já sinaliza que não tolerará por muito tempo a deslealdade daqueles que ele defende com unhas e dentes. Caso decida se afastar, será um peso tirado das costas, haja vista ser insuportável conviver com tanta aleivosia. O caminho é pelo centro.

Edivaldo faz caminhada no Vinhais e inaugura Comitê Central

thumbnail_Caminhada de Edivaldo no Vinhais (356)

O candidato à reeleição a Prefeitura de São Luís, Edivaldo Holanda Junior, e o seu vice na chapa, Júlio Pinheiro, participaram na tarde desta quinta-feira (25), no Vinhais, da mega caminhada”Todos com Edivaldo”. Depois de mais um evento marcado com a participação popular, os candidatos seguiram a pé até a Curva do 90, onde inauguram a sede do Comitê Central.

Na caminhada do Vinhais, que teve início às 16h, com concentração no Farol da Educação, repetiu-se o que vem acontecendo nas caminhadas anteriores. Um clima de festa cívica tomou conta dos moradores, que saem de suas residências e vão ao encontro de Edivaldo, a fim de conversar sobre questões que envolvam o bairro ou mesmo agradecer pelos avanços realizados na sua gestão.

“Temos trabalhado desde o início que chegamos na Prefeitura. Não foi fácil chegar até aqui. Tivemos muitas dificuldades, mas com bom planejamento, responsabilidade, hoje estamos colhendo os bons frutos. E tanto carinho que recebo nas caminhadas que vejo que estamos no rumo certo”, afirmou Edivaldo.

Para o candidato a vice-prefeito pela coligação “Pra Seguir em Frente” (PDT, PCdoB, DEM, PROS PTB, PSC, PRB, PTC, PEN, PR, PT e PSL), Júlio Pinheiro, por ter avançado em várias ações no Vinhais e, principalmente, em toda a cidade, Edivaldo tem o respaldo da população para conseguir se reeleger. “Basta ver in loco o afeto e carinho com que é recebido nas caminhadas que realizamos”, disse.

Comitê Central

be1277b4-6526-4558-ad30-74d39f15c571

Edivaldo e Júlio, acompanhado de candidatos a vereador e dezenas de militantes e moradores do Vinhais – após percorrerem cerca três quilômetros de caminhada – chegaram a pé na Curva do 90 (sentido-Vinhais/Cohafuma), onde inauguraram o Comitê Central de campanha da coligação “Pra Seguir em Frente”.

“Neste espaço todos serão bem-vindos e poderão levar nosso material de campanha para distribuir nos bairros. Quero agradecer a presença de todos nessa abertura do nosso Comitê Central da coligação “Pra Seguir em Frente. Vamos seguindo em frente rumo à vitória”, enfatizou Edivaldo.

No local o eleitor, militante ou simpatizante de Edivaldo terá acesso a todo material de divulgação. Também foi montado um call center, uma central de atendimento que enviará mensagens sobre a agenda do candidato e atenderá quaisquer dúvidas referente as eleições.

Além de funcionar como local oficial de distribuição de material, o espaço contará com uma equipe de adesivação de veículos, que atenderá das 8h às 22h. Todos os adesivos estarão de acordo com o que determina a nova legislação eleitoral.

Caxias: Volta Redonda recebe a Grande Caminhada de Leo Coutinho

foto 1

Uma multidão tomou as ruas do bairro Volta Redonda, nesta quinta-feira (25), na Grande Caminhada do 40. O candidato à reeleição, Léo Coutinho (PSB), seu vice, Júnior Martins, e os candidatos a vereadores do grupo participaram em peso da mobilização.

Milhares de pessoas, entre militância, correligionários e simpatizantes da campanha, lotaram as principais avenidas do bairro por onde passou a caminhada. E mais uma vez também os moradores receberam de portas abertas a caravana de Léo Coutinho.

“Eu queria muito agradecer a todos os presentes. A cada caminhada eu sinto a certeza de que o lugar do passado é lá atrás e o futuro é nosso”, declarou Léo Coutinho.

Todos juntos

foto 2

Segundo Júnior Martins, os encontros servem para fortificar ainda mais a campanha. “A cada bairro que vamos, sentimos o calor humano, as pessoas abraçando e dizendo que nós estamos no caminho certo”.

Para o comerciante Natal Alves, “o grupo Coutinho sempre trabalhou muito por Caxias, e Léo representa a continuidade da mudança para a cidade”.

Como em todos os movimentos, é grande o número de pessoas que fazem questão de conversar e tirar fotos com Léo Coutinho, a exemplo da moradora Eliana Pereira. “Tudo no nosso bairro, na nossa cidade, melhorou. Eu estou com Léo e não abro pra ninguém”.

Primeiros ônibus novos após a licitação chegam em São Luís

Começaram a chegar em São Luís os primeiros ônibus novos, todos com ar-condicionado, provenientes do processo de licitação do transporte público realizado pela Prefeitura.

De acordo com o secretário de Trânsito e Trasporte, Canindé Barros, os veículos atenderão à população com o máximo de conforto e qualidade. “Uma realidade que a oposição nunca acreditou e hoje está concretizada”, afirmou.

A ação é um marco histórico para o transporte coletivo de São Luís, que até então operava de forma precária, e estabelece uma série de requisitos e padrões mínimos de qualidade que precisarão ser cumpridos pelas empresas. Haverá sanções para as empresas que não se adequarem aos padrões exigidos.

Entre as melhorias que começam a ser implantadas no sistema de transporte de São Luís estão redução da média de idade da frota para, no máximo cinco anos; substituição gradativa da frota por veículos com ar-condicionado, sendo 20% da frota já nos primeiros meses de contrato; a introdução, no sistema, de ônibus bi-articulados; acessibilidade em toda a frota; sistema de GPS, entre outras melhorias. Os benefícios já garantidos ao usuário do sistema, como meia-passagem, recarga embarcada, bilhete único e o “cartão criança” (menores de sete anos têm passagem gratuita sem a necessidade de se submeter ao constrangimento de passar por baixo das catracas), continuam mantidos.

Gestão prisional assume a quarta delegacia de Polícia Civil no MA

Foto 1_Divulgação_Seap_25082016 - Gestão prisional assume a quarta delegacia de Polícia Civil no MA

A Secretaria de Estado da Administração Penitenciária (Seap) assumiu, na terça-feira (23), o prédio onde funcionava a delegacia de Carutapera-MA. Além desta, a atual gestão já assumiu as delegacias de Porto Franco, Itapecuru-Mirim e Cururupu. A assunção corresponde ao Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado, dia 1° de agosto, entre o Governo do Estado e o Ministério Público do Maranhão (MP-MA), no qual prevê a transferência dos prédios de competência da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) para a Seap.

Segundo o secretário adjunto de Segurança Penitenciária, João Francisco Rodrigues, a previsão é que, ainda esta semana, a Seap receba o prédio onde opera a delegacia de Zé Doca. “Estamos aguardando o repasse da SSP para que assumamos, o quanto antes, também a delegacia de Zé Doca e façamos, em caráter de urgência, as devidas adaptações para que nela funcione a unidade prisional”, disse o secretário adjunto da Seap.

Com a entrega das delegacias de Polícia Civil, a Seap passa a ser responsável pelas obras de ampliação e adequações nos locais para que estes funcionem como Unidades Prisionais de Ressocialização (UPR´s) destinadas aos presos de justiça. No TAC consta, ainda, que a Seap deve assumir, em curto prazo de tempo, as delegacias de Governador Nunes Freire e Godofredo Viana.

Foto 2_Divulgação_Seap_25082016 - Gestão prisional assume a quarta delegacia de Polícia Civil no MA

Outra cláusula do TAC prevê que a SSP encontre um novo local para funcionar, provisoriamente, a Delegacia de Governador Nunes Freire e Zé Doca. Também faz parte do Termo de Ajustamento de Conduta o compromisso da gestão prisional estadual contratar Auxiliares de Segurança Penitenciária, que serão lotados nas unidades de Polícia Civil que forem assumidas pela Seap.

Assinaram o TAC, pelo Governo do Estado, o secretário de Estado da Segurança Pública, Jefferson Portela; o delegado-geral da Polícia Civil, Lawrence Melo Pereira; Rodrigo Maia Rocha, procurador-geral do Estado; e o secretário de Administração Penitenciária, Murilo Andrade de Oliveira.

“A gestão está cumprindo o que prometeu: que é atribuir a cada instituição a sua competência de fato. Essas carceragens, aos cuidados da administração penitenciária, funcionarão conforme os padrões já adotados; e a polícia judiciária ficará livre para desempenhar o seu papel de direito”, lembrou o titular da Seap.

Pelo Ministério Público, o documento foi assinado pelos promotores de Justiça: Simone Santana Valadares, da 2ª Promotoria de Zé Doca; Hagamenon de Jesus Azevedo (Santa Luzia do Paruá); Laura Amélia Barbosa (Governador Nunes Freire); Saulo Jerônimo Barbosa de Almeida, da 1ª Promotoria de Maracaçumé; Luciano Canavarro Costa (Carutapera); e Márcio Antônio Alves de Oliveira (Cândido Mendes).

Justiça bloqueia R$ 25 milhões do Mensalão tucano em Minas

Clésio Andrade. Foto: Estadão

A Justiça de Minas Gerais decretou a indisponibilidade de até R$ 25,6 milhões dos réus do Mensalão tucano.

A decisão é do juiz Adriano de Mesquita Carneiro, da 5.ª Vara da Fazenda Pública.

O juiz abriu ação civil pública contra o empresário Marcos Valério, condenado a 39 anos de prisão no Mensalão do PT, o ex-senador Clésio Andrade e outros oito investigados do Mensalão tucano.

Mas rejeitou a acusação ao ex-governador de Minas e ex-presidente do PSDB, Eduardo Azeredo.

“Recebo a inicial em relação aos réus Eduardo Pereira Guedes Neto; José Cláudio Pinto de Resende; Ruy José Vianna Lage; Cristiano de Mello Paz; Marcos Valério Fernandes de Souza; Ramom Hollerbach Cardoso; SMP&B Comunicação LTDA.; Solimões Publicidade LTDA; Clésio Soares de Andrade e Holding BrasilL S.A. e determino a indisponibilidade dos bens destes réus até o montante de R$ 25.689.212,03.Rejeito a inicial em relação ao réu Eduardo Brandão de Azeredo”, decidiu o juiz.

Em outra frente de investigação, a Justiça condenou criminalmente os réus do Mensalão tucano por peculato e lavagem de dinheiro durante a campanha do ex-governador de Minas (1995-1999), em 1998.

Marcos Valério. Foto: Beto Barata/Estadão Conteúdo

Eduardo Azeredo foi condenado a 20 anos e 10 meses de prisão em 1.ª instância.

Na ação civil, o Ministério Público alega prática de improbidade administrativa ‘na transferência de valores das estatais Copasa- Companhia de Saneamento de Minas Gerais e Comig S.A.- Companhia Mineradora de Minas Gerais para as empresas SMP&B Publicidade LTDA. (assim denominada até 11 de abril de 2001) e atualmente Solimões Publicidade LTDA. e SMP&B Comunicação LTDA. em razão da veiculação da realização do evento denominado Enduro Nacional da Independência de 1998, sem a prévia realização de procedimento licitatório bem como formalização de contrato administrativo, em afronta com o artigo 37, XXI, da Constituição Federal’.

Segundo a ação, a SMP&B Comunicação participou da campanha eleitoral de Eduardo Azeredo e Clésio Andrade, então candidatos a governador e vice-governador do Estado de Minas Gerais. A Procuradoria afirma que Clésio Andrade seria sócio controlador da Holding Brasil S.A., empresa que detinha a maior parte do capital da SMP&B Comunicação, ’em momento anterior ao início da campanha’.

“Sustenta que as transferências foram realizadas pela simples emissão de cheques nominais antecedidas de determinação do Governo do Estado de Minas Gerais, através de ofício do então Secretário-Adjunto da Secretaria de Estado da Comunicação Social, Eduardo Pereira Guedes Neto. Aduz que a data das transferências foi próxima à do evento, o que inviabilizaria a utilização da quantia de R$ 3 milhões na organização do evento, bem como que as Estatais declararam que a beneficiária dos valores SMP&B Comunicação LTDA. não prestou contas referente ao patrocínio do evento”, relata o juiz . (Estadão)

Edivaldo inaugura Comitê Central de campanha

Resultado de imagem para edivaldo holanda jr

A coligação “Pra Seguir em Frente” (PDT, PCdoB, DEM, PROS, PTB, PSC, PRB, PTC, PEN, PR, PT e PSL) inaugura nesta quinta-feira (25), às 18h, na Curva do 90 (sentido-Vinhais/Cohama), o Comitê Central de campanha. O candidato à reeleição à Prefeitura de São Luís, Edivaldo Holanda Junior, e seu vice Júlio Pinheiro, estarão presentes ao evento, que contará ainda com a presença de candidatos a vereadores das 12 legendas que apoiam a chapa majoritária.

Conforme explicou a coordenadora do Comitê Central, Silvana Noely, no local o eleitor, militante ou simpatizante de Edivaldo terão acesso a todo material de divulgação. Também foi montado um callcenter, uma central de atendimento que enviará mensagens sobre a agenda do candidato e atenderá quaisquer dúvidas referente as eleições.

“Será um espaço de encontros dos correligionários, da militância ou de quem quer se engajar na campanha da coligação “Pra Seguir em Frente”. Todos podem aparecer no local, serão sempre bem-vindos e poderão adquirir o material de divulgação”, convidou Silvana Noely.

No Comitê Central,além de funcionar como local oficial de distribuição de material, contará com uma equipe de adesivação de veículos, que atenderá das 8h às 22h. Todos os adesivos estarão de acordo com o que determina a nova legislação eleitoral.

Os interessados em colocar adesivos do candidato Edivaldo nos veículos, também podem se dirigir para outro Comitê de Adesivação, que fica na Avenida dos Holandeses, em frente ao Supermercado Maciel, próximo ao antigo Shopping do Automóvel.

Herança de Roseana: São Luís passou a ser a capital mais violenta do país

Resultado de imagem para violencia roseana sarney

Um estudo coordenado pelo professor Julio Jacobo Waiselfisz usou dados do IBGE e do Ministério da Saúde de 2014 para mostrar a evolução da violência em estados e municípios brasileiros. São Luís passou a ser a capital mais violenta do país, a taxa de homicídio é de 90 para cada 100 mil pessoas. A média nacional é de 29 mortes a cada grupo de 100 mil. Essa é uma das conclusões do Mapa da Violência 2016 que o Profissão Repórter (Globo) teve acesso em primeira mão.

O dado do Mapa da Violência divulgado pela Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais (Flacso) comprova que, em 2004, São Luís era a apenas a 21ª capital do país em número de homicídios por habitante. Quando a ex-governadora Roseana Sarney deixou o Palácio dos Leões pela última vez, os ludovicenses já conviviam com a 3ª pior taxa de homicídios do país – atrás apenas de Maceió e Fortaleza.

São Luís e Natal foram as capitais que tiveram maior crescimento no número de homicídios por habitante, entre 2004 e 2014: mais de 400% cada.

Lawrence Melo, delegado geral da Polícia Civil do Maranhão, admite que houve uma alta no número de homicídios até 2014, como mostra o Mapa da Violência, mas disse que agora o número de assassinatos está diminuindo porque houve investimento na Segurança Pública, como a equipe da Delegacia Móvel.

Renato Sérgio de Lima, historiador que preside a Sociedade Maranhense dos Direitos Humanos, aponta que a chegada de facções criminosas vindas do sudeste do país é a principal causa do aumento da violência em São Luís.

“No período do começo dos anos 2000 até 2014 experimentou-se uma onda de violência relacionada à expansão do crime organizado com uma nova configuração das facções criminosas que se organizaram, em primeiro lugar, dentro do sistema prisional, e também fez conexão com facções nacionais colocando a cidade em uma situação de disputa de territórios”, afirma.

SL foi a 2ª capital que mais cresceu em homicídios entre 2004 e 2014

2015070763920

Jornal Pequeno – Uma pesquisa nacional mostra que São Luís foi a segunda capital que mais cresceu em número de homicídios, entre os anos de 2004 e 2014. O dado do Mapa da Violência divulgado pela Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais (Flacso) comprova que, em 2004, no governo de José Reinaldo, São Luís era a apenas a 21ª capital do país em número de homicídios por habitante. Quando Roseana Sarney deixou o Palácio dos Leões pela última vez, os ludovicenses já conviviam com a 3ª pior taxa de homicídios do país – atrás apenas de Maceió e Fortaleza.

Segundo o relatório, “o crescimento mais que quadruplicando as taxas no período”. No mesmo período, o Maranhão teve um crescimento menos acentuado, mas também muito significativo: saltou de 26º para 13º entre os estados com maior grau de violência: crescimento de 300%.

A região Nordeste, como um todo, apresentou o maior crescimento no período ainda assim, bem abaixo dos índices obtidos no Maranhão: 89,2%. São Luís e Natal foram as capitais que tiveram maior crescimento no número de homicídios por habitante, entre 2004 e 2014: mais de 400% cada. “É com essa triste e revoltante realidade que nos depararmos ao assumir em 2015”, lamentou, ontem, o secretário de Comunicação Social e Articulação Política, Márcio Jerry.

“No dia de sua posse, o governador Flávio Dino criou o Pacto pela Paz, que definiu um arcabouço de ações na área de segurança”, lembrou Jerry. Disse o secretário que “dentro do plano, foram investidos R$ 46 milhões em infraestrutura, como novas delegacias, quartéis e presídios. Também foram nomeados 1.500 novos policiais, mais de 2.300 policiais promovidos. Estão sendo entregues 300 novas viaturas com sistema de radiocomunicação e sistema integrado de inteligência pela internet, usado pela PM para agilizar ocorrências”. Segundo dados da Secretaria de Segurança, essas ações estão gerando resultados. Dados preliminares apontam que solução de casos de homicídios aumentou 300% no Maranhão no primeiro semestre de 2016, em comparação com o mesmo período de 2015.

Também no primeiro semestre deste ano, de acordo com a SSP, quase 40% dos casos tiveram autores identificados em até 72h, contra 8% do período anterior. “Isso significa que de todos os casos em que realizamos atendimentos no local, mais da metade nós apresentamos resultados em até três dias, o que é muito significativo e que não acontece em outros estados”, explicou o delegado-geral da Polícia Civil, Lawrence Pereira. Na visão dele, um das ações que permitiu essa agilidade foi a Delegacia Móvel de Homicídios, criada dentro do Pacto Pela Paz.

Agenda dos candidatos – quinta-feira

Edivaldo

TARDE: CAMINHADA NO VINHAIS
Concentração as 16h no Viva Vinhais em frente ao Farol da Educação (antiga Cobal)
INÍCIO as 17:00 h – Av. 03, Av. 02, Av. 04 (Praça do Letrado),

Final: Comitê Central. (INAUGURAÇÃO) – As 18h

Eliziane Gama

09h – Grava Programa Eleitoral

14h – Sabatina O Imparcial (Jornal O Imparcial)

19h – Encontro com lideranças

Wellington do Curso

MANHÃ
Hora: 10h00
Evento: Participa de entrevista na rádio Universidade FM
Local: Universidade Federal do Maranhão – UFMA

TARDE
Hora: 15h00
Evento: Grava programa eleitoral

NOITE
Hora: 20h00
Evento: Reunião com coordenação de campanha

Fábio Câmara

MANHÃ
Hora:

10h00 – Gravação de programa eleitoral para a TV

TARDE

Hora:

15h15 – Reunião com lideranças da comunidade de Pedrinhas, zona rural de São Luís.

NOITE

Hora:

19h30 – Reunião com coordenação de campanha.

Eduardo Braide

Manhã:

8h – Café da manhã com a imprensa

Tarde:

12h – Entrevista com emissora de TV local (TV Brasil)

15h – Caminhada no bairro da Liberdade

Noite:

Reunião com lideranças comunitárias

Rose Sales

MANHÃ

-Gravação em estúdio
-Atendimento de lideranças políticas

TARDE

– Encontro TUDO ROSE com agentes comunitários

NOITE

-Encontro TUDO ROSE com guardas municipais.

Valdeny Barros

09h00min – Valdeny Barros grava programa para TV e Rádio

19h00min – Valdeny Barros reúne com a coordenação de campanha

Nota: As agendas devem ser enviadas pelas assessorias nos emails [email protected], [email protected], [email protected] ou no WhatsApp (98) 98297-8499

Irritado com a falta de dinheiro, Waldir Maranhão ameaça o PP

Waldir Maranhão ex-presidente  interino da Câmara (Foto: Ailton de Freitas/ Agência O Globo)

O deputado federal Waldir Maranhão (PP-MA) está possesso com a cúpula de seu partido, em especial com o presidente Ciro Nogueira. Tudo porque Nogueira, como forma de retaliar Maranhão por não ter apoiado o impeachment de Dilma Rousseff, decidiu privá-lo do dinheiro do fundo partidário. Maranhão contava com os recursos, cerca de R$ 700 mil, para ajudar seus correligionários no estado nordestino. Agora Maranhão, que foi presidente estadual da legenda, pensa até em acionar a Justiça para ter acesso ao dinheiro.

O assunto já chegou ao Palácio do Planalto – e preocupa. Isso porque Maranhão deverá ser presidente interino da Câmara novamente, no começo de setembro, quando Rodrigo Maia substituir Michel Temer, que viajará para a China. Foi Maranhão quem cogitou pôr o processo de impeachment de Temer para andar na Câmara. (Época)

Lobão e João Alberto barganham com Temer

Em semana decisiva para o processo de impeachment de Dilma Rousseff, o presidente em exercício, Michel Temer (PMDB), resolveu agir e garantir o voto dos três senadores da bancada do Maranhão. Em reunião no Palácio do Planalto, o peemedebista tratou de um projeto muito caro aos senadores maranhenses, a criação de uma zona de exportação no Porto do Itaqui, em São Luís.

“O projeto é a bandeira da bancada do Maranhão. É uma proposta nossa, que foi abraçada por todos na bancada”, disse o senador Roberto Rocha (PSB-MA), autor do texto. Conterrâneo, o senador Edison Lobão (PMDB-MA), é o relator do projeto na Comissão de Constituição e Justiça.

Resultado de imagem para lobão e joão alberto

A conversa foi uma reação à investida de Dilma, que também nessa semana teria negociado a reorganização de coligações do PT no Maranhão para as eleições municipais, a pedido dos senadores João Alberto Souza (PMDB-MA) e Roberto Rocha. Os senadores negam a movimentação.

A proposta dos parlamentares estabelece a Zona de Exportação do Maranhão (Zema), que tem o objetivo de incentivar a produção de bens destinados à exportação e desenvolver a indústria local. O projeto englobaria toda a capital maranhense como área de livre comércio e com incentivos fiscais especiais, mas sem previsão de renúncia fiscal, aspecto que agrada o governo federal.

É a segunda vez que Michel Temer recebe os senadores maranhenses para tratar do projeto, a primeira foi logo após assumir o governo. Segundo os parlamentares, o presidente em exercício demonstra muito entusiasmo pela proposta.

Eles pretendem votar o projeto até o fim do ano na Comissão de Constituição e Justiça e acreditam que o apoio do governo pode “melhorar os ânimos” para levar a proposta para o plenário do Senado logo em seguida.

Preocupado com o impeachment, Temer observou particularidades políticas do Maranhão que favorecem a presidente afastada e, por isso, resolveu agir. Foi no Maranhão que Dilma teve a maior votação proporcional para a presidência em 2014, onde alcançou quase 79% dos votos.

Os três integrantes da bancada do Estado votaram a favor do prosseguimento do processo de impeachment da presidente, mas nenhum se comprometeu em manter o voto para o julgamento final.

Edison Lobão foi ministro de Minas e Energia de Dilma e desde a primeira sessão afirmou que votava apenas pela abertura do processo. João Alberto Souza, por sua vez, votou contra a admissibilidade do impeachment e sempre se posicionou a favor de Dilma, mas mudou de lado na última votação por “questões políticas”. Após deixar o Palácio do Planalto, disse que não tratou de impeachment. “Não trataria, porque não sei como vou votar”, afirmou.

Já Roberto Rocha é mais próximo do PCdoB e do PT na política local, se opondo ao clã Sarney, que já demonstrou apoio a Michel Temer. O senador sempre esteve na lista dos aliados de Dilma como um dos mais cotados para votar contra o impeachment.

“É uma questão muito particular para nós do Maranhão, em que a maioria esmagadora da população votou pela reeleição de Dilma. Temos de ter muito cuidado ao tratar sobre o impeachment com os nossos eleitores”, disse Beto Rocha. O senador se diz decidido sobre o seu voto, apesar de não querer revelá-lo. (UOL)

Comentário do leitor sobre reportagem do Jornal Nacional

Resultado de imagem para comentário do leitor

Vendo a reportagem do Jornal Nacional sobre a hemodiálise no Maranhão nesta terça-feira, deparei-me com mais um exemplo de quanto o estado passou décadas sendo desrespeitado, para não utilizar palavras mais fortes. O sofrimento de pessoas que precisam encarar quilômetros de estradas para realizar sessões de hemodiálise foi mostrado na emissora mais importante do país. Um sofrimento que por décadas existe em várias regiões deste extenso Maranhão.

Como se já não bastasse a condição clínica que infelizmente estão, têm seu estado de saúde agravado por estas longas viagens de aproximadamente 400 quilômetros para ir e mais 400 para voltar.

São pessoas que por anos foram usurpadas de um de seus direitos básicos, a saúde. Por vezes, perderam suas vidas devido a falta de assistência médica adequada próxima de suas residências, de seus familiares, onde poderiam ter a chance de receber mais apoio de quem os amam.

Tais condições são lamentáveis, só poderão ser resolvidas em longo prazo, ainda mais em um período de crise por qual passa o país. Mas elas levantam um debate sério: o quanto o povo maranhense foi relegado, tanto que ainda hoje, em pleno século XXI, ainda ostenta alguns dos piores índices de desenvolvimento humano.

Qual a solução para estes casos em específico? Não existe uma, mas um conjunto estratégico de ações que só podem dar certo se forem desenvolvidas de forma conjunta. Uma destas é o atendimento por meio de grandes hospitais em cada região do Estado, evitando ao menos que estas pessoas que sofrem tanto sejam expostas a longas viagens.

Isto é novo? É a descoberta da pólvora? Não. Há muito se sabe que está é uma das melhores alternativas. Mas por que nunca foi colocada em prática até então? Por que os gestores que ‘por décadas’ tiveram estas responsabilidades não a trabalharam? Este é um longo debate que respostas aparecerão apenas com o tempo.

Por enquanto, a construção e inauguração de grandes hospitais regionais, tais como observamos hoje no Maranhão, devem ao menos possibilitar um atendimento mais próximo a cada um daqueles que precisar, sem que seja necessária uma via crucis até a capital.

O debate é sério e como tal só pode ser resolvido com ações de mesma natureza, sem demagogias e denuncismos que queiram passar a ideia de inéditos.

João Bonifácio Araújo

Tudo pelo Maranhão

Resultado de imagem para joão alberto lobão roberto rocha

Na véspera do início da fase final do impeachment, Michel Temer se reuniu com senadores de uma bancada que, publicamente, não diz “sim” nem “não”, registra o Estadão.

Oficialmente, Roberto Rocha, Edison Lobão e João Alberto Souza foram tratar da criação de uma zona de exportação no Porto do Itaqui, em São Luís.

Segundo os maranhenses, ninguém falou em impeachment. (O Antagonista)

Flávio Dino vistoria obras da Forquilha, Pq. Vitória e Tribuzzi

Governador Flávio Dino vistoria obras em São Luís e dialoga com população. Foto: Gilson Teixeira

O governador Flávio Dino voltou a visitar uma série de obras de infraestrutura que estão sendo executadas na Região Metropolitana de São Luís. Durante toda a tarde desta terça-feira (23), ele conversou com os técnicos, trabalhadores e a população que será diretamente beneficiada com as intervenções para melhorar a mobilidade do Retorno da Forquilha, os serviços de recuperação asfáltica do Parque Vitória e as obras de urbanização das imediações da Ponte Bandeira Tribuzzi.

A comitiva do Governo, formada também por secretários-adjuntos e engenheiros da Secretaria de Estado da Infraestrutura (Sinfra), iniciou as vistorias pela obra de melhoria do tráfego no entorno do retorno da Forquilha, que vai dar mais fluidez a todo o trânsito da Região Metropolitana. A intervenção está avançando em etapas para causar o menor transtorno possível ao trânsito no local.

Em sua visita, o governador vistoriou as ruas do entorno da rotatória da Forquilhinha, como é conhecida a interseção com a Estrada da Maioba, que está recebendo serviços de drenagem, pavimentação e calçadas com acessibilidade. “É um problema de décadas, para quem trafega no encontro do município de São José de Ribamar com o município de São Luís. Nós encontramos uma saída, melhorando as MAs e as vias urbanas”, destacou Flávio Dino.

Com investimentos de R$ 8 milhões e previsão de entrega para dezembro de 2016, a obra está sendo executada em quatro frentes de trabalho para dar celeridade a entrega para antes do período chuvoso. “Nós iniciamos a primeira fase que é a drenagem pluvial que é necessária para colocar a capa de asfalto. As ruas 1, 2 e Bom Jesus já estão feitas. E na Jerônimo de Albuquerque já está sendo feito o retorno. No futuro nós vamos eliminar o cruzamento entre a Jerônimo de Albuquerque e essas vias de acesso tanto para a parte de Ribamar como pro Anil”, explicou o secretário-adjunto da Sinfra, Samuel Gonçalves.

Recuperação asfáltica do Parque Vitória

Governador Flávio Dino vistoria obras em São Luís e dialoga com população. Foto: Gilson Teixeira
No Parque Vitória, o governador Flávio Dino foi recepcionado por uma série de moradores que agradeceram as intervenções que estão sendo executadas na região, sobretudo a drenagem profunda que vai acabar com um problema histórico de enchentes na região.

“Aqui no Parque Vitória uma existe uma zona de indefinição de competência municipal. A rigor, não se trata de uma obra em vias estaduais, e, sim, em vias municipais. Nós estamos mantendo essa linha de apoio aos municípios e estamos atuando aqui com serviço de drenagem profunda e pavimentação, para melhorar a situação dos moradores de toda essa região do Parque Vitória”, enfatizou.

O Parque Vitória é um bairro de São José de Ribamar, de grande índice populacional e de importância na Região Metropolitana de São Luís. Com a malha viária comprometida, o que dificulta o tráfego, uma intervenção emergencial era necessária. Com previsão de entrega para o final de setembro, a obra terá investimento de R$ 3,1 milhões e abrange asfaltamento, drenagem profunda, recapeamento, abertura de vias e urbanização de 10 km.

Ponte Bandeira Tribuzzi


A pequena Mirian, de 4 anos, moradora da Vila Gorete, recebeu o governador Flávio Dino com um forte abraço e um sentimento de agradecimento pelas melhorias que o Governo do Estado está levando para a Região. A avó, Maria do Livramento, se disse satisfeita e espera ansiosa pelos benefícios que os moradores irão receber com a obra. “Vai melhorar muito. Agora as crianças terão um espaço para brincar”, disse.

Em fase de terraplanagem, drenagem e de construção de estruturas como a rede coletora de esgoto, as obras de urbanização realizadas nas imediações da Ponte Bandeira Tribuzzi, são parte do PAC Rio Anil e executadas pela Secretaria de Estado das Cidades e Desenvolvimento Urbano (Secid), e recebem investimentos de investimento de R$ 5,2 milhões.

Serão construídos espaços como praça, com áreas de lazer para crianças, academia ao ar livre para adultos e idosos, quiosques, quadra poliesportiva, pista para corrida e caminhada e um cais flutuante para o Porto da Camboa. Haverá, ainda, um estaleiro para os pescadores que utilizam o porto e um depósito para armazenagem de carvão dos comerciantes do local.

De acordo com o governador, essa intervenção que completa o PAC do Rio Anil estava inconclusa após atravessar vários Governos. “Nós estamos agora concluindo para efetivamente entregarmos à comunidade com todos os equipamentos projetados, inclusive esse em relação a região da Ponte Bandeira Tribuzzi que está recebendo uma intervenção de saneamento e também de urbanização, que vai beneficiar os moradores, pescadores, comerciantes”, realçou Flávio Dino.

Jornal Pequeno publica pesquisa eleitoral sobre Matinha

pesquisa matinha

Caminhada de Leo Coutinho leva milhares de pessoas às ruas da Cohab

foto 1

A grande caminhada do 40 na Cohab, realizada nesta terça-feira (23), foi marcada por muita animação e mostrou mais uma vez a força da militância, levando cerca de 6 mil pessoas para as ruas do bairro.

A multidão acompanhou o prefeito e candidato à reeleição pelo PSB, Léo Coutinho, o seu vice, Júnior Martins, e os candidatos ao legislativo municipal. E novamente a população recebeu de braços abertos a caravana do 40, abrindo suas portas, cumprimentando, conversando e tirando fotos com os candidatos.

Léo Coutinho, agradecido pelo carinho de toda militância, mostrou-se satisfeito pelas pessoas compreenderem a mensagem da campanha. “O povo da Cohab deu a demonstração que ninguém quer mais voltar para o passado dos salários atrasados, de carregar água na cabeça. Queremos mais mudança e mais trabalho”.

A mudança continua

foto 2

O empresário Wilker Vieira afirmou ter visto mudanças positivas para a cidade na gestão de Léo Coutinho. “A cidade tem muito que melhorar, mas reconheço que o prefeito fez muito mesmo diante às dificuldades dos primeiros anos de seu mandato, e por isso que vou dar meu voto de confiança pra ele”.

“Uma caminhada muito boa, as pessoas saindo às portas, fazendo com que nós nos sintamos realmente revigorados e encaremos essa campanha com garra. Isso é uma resposta do trabalho, do compromisso e do respeito que nós temos com a população. Vamos continuar, porque sabemos que estamos no caminho certo”, avaliou Júnior Martins.

Laisa Pereira, ao lado de seu filho, o pequeno Antony Arimateia, é uma das que não resistiu e parou para tirar uma foto com Léo Coutinho. “Léo é um ótimo prefeito, está fazendo muito por nós e merece mais uma vez trabalhar por Caxias”.

Direito de Resposta – Hildo Rocha

Durante o debate na comissão especial do Congresso Nacional que analisou e aprovou a MP 726|2016 que trata sobre a reforma administrativa do estado brasileiro, defendi minha posição a respeito da atual estrutura administrativa do nosso país. Falei que o povo não aguenta mais pagar uma maquina administrativa federal pesada com vários pontos de ineficiência.

Citei a operação Lava Jato que descobriu vários desvios de recursos federais, causando enorme prejuízo à população brasileira, como é do conhecimento de todos. Lembrei que a CGU falhou por não ter detectado as fraudes e roubos que ocorreram na Petrobras, na Eletronuclear, na Eletrobrás, nos Correios entre outras tantas empresas estatais federais nos últimos treze anos.

Ao Invés de entrar no debate das ideias no sentido de melhorar o desempenho daquela entidade, o senhor Rudinei Marques, da Unacon Sindical preferiu partir para o ataque pessoal, publicando uma nota em que alega fatos do passado que já foram devidamente esclarecidos, inclusive na justiça federal.

A auditoria citada pelo senhor Rudinei teve efeito inócuo, pois as tomadas de contas especiais que foram recomendadas pela CGU aos órgãos federais com o objetivo de apurar possíveis irregularidades, resultaram na aprovação de todos os convênios e programas sociais executados durante o período em que fui prefeito da cidade de Cantanhede. Então assim, ficou confirmado pelos órgãos federais o uso correto dos recursos durante a minha administração como prefeito municipal de Cantanhede.

Quanto ao processo na justiça federal relativo a essa mesma auditoria realizada pela CGU já obtive sentença favorável do juiz federal da 13ª Vara em São Luís. Portanto, é caluniosa a afirmação de que teria havido desvios de recursos públicos durante a minha administração.

Desafio o senhor Rudinei Marques provar que já tenha algum dia falado em extinguir a CGU. Durante o meu pronunciamento no debate realizado no Congresso Nacional, na comissão especial que aprovou a MP 726, defendi a elevação de status do órgão que passou a ser um ministério.

Ressalto que ao longo da minha vida pública sempre defendi a transparência na aplicação de recursos públicos. Como exemplo, lembro que no período em que presidi a Federação dos Municípios do Maranhão (FAMEM), estimulei a implantação de controladorias nas prefeituras. Entre as ações realizadas com essa finalidade, destaco o I Seminário de Controladorias Municipais, evento inédito no Maranhão realizado em parceria com as Câmaras Municipais; Tribunal de Contas do Estado (TCE); Controladoria Geral da União (CGU); Tribunal de Contas da União (TCU); Sindicato dos Contabilistas e Secretarias Municipais de Fazenda, entre outras instituições, no ano de 2003.

Finalizo com uma síntese das ideias que defendi na comissão mista do Congresso Nacional que aprovou a MP 726: A Medida Provisória, editada pelo presidente Michel Temer, atende aos apelos da população que não aguenta mais sustentar a ineficiente e cara máquina administrativa do governo Federal. Necessitamos de serviços públicos no tamanho que o povo possa pagar e na eficiência que a população brasileira precisa.

Edivaldo faz caminhada na Ilhinha e recebe carinho dos moradores

Um dia depois de ter deferida a sua candidatura pela Justiça Eleitoral, o prefeito e candidato à reeleição, Edivaldo Holanda Junior, participou na tarde desta terça-feira (23), de uma mega caminhada “Todos com Edivaldo” no bairro da Ilhinha. Bandeiraço, panfletagem, colagem de cartazes, descontração, charanga e acolhimento carinhoso dos moradores marcaram mais este ato de campanha da coligação “Pra Seguir em Frente”.

Com concentração na Praça da Igreja do São Francisco, Edivaldo e o candidato a vice na chapa Júlio Pinheiro, deram início a caminhada as 17h, seguidos por uma multidão formada de moradores da Ilhinha, lideranças, candidatos a vereador e de militantes dos 12 partidos, que fazem parte da coligação “Pra Seguir em Frente” (PDT, PCdoB, PEN, DEM, PTC, PSC, PROS, PT, PTB, PRB, PR e PSL).

Por onde passava a caminhada até o ponto de dispersão, no campo de futebol Beira-Rio, Edivaldo era requisitado a ir de casa em casa e falar com os moradores: idosos, jovens, crianças que queriam abraçar-lhe, como forma de retribuir as ações feitas no bairro.

“Fizemos um bom planejamento e hoje estamos colhendo os bons frutos. Não foi fácil chegar até aqui, mas com muito trabalho e honestidade estamos conseguindo mudar a vida das pessoas aqui na Ilhinha. ”, afirmou o prefeito Edivaldo, o primeiro em São Luís a ter sua candidatura deferida pela Justiça Eleitoral.

Ações desenvolvidas nas áreas da saúde, infraestrutura, educação, mobilidade urbana fazem da gestão de Edivaldo voltada à população mais carente, moradores de bairros periféricos, antes esquecidos por administrações anteriores. É o caso da Ilhinha que recebeu várias ações, entre elas, de pavimentação urbana.

A cada encontro com os moradores da Ilhinha, percebia-se a satisfação dos populares que carinhosamente abraçava e beijava Edivaldo. “Queremos que ele continue ajudando a Areinha”, disse Jodson José de Almeida. “Não tem melhor para São Luís”, completou Maria das Graças de Oliveira.

ADESIVAÇÃO

Aos interessados em colocar adesivos do candidato Edivaldo nos veículos, a coligação “Pra Seguir em Frente” comunica que já existem dois locais de atendimento. O primeiro fica na Avenida dos Holandeses, em frente ao Supermercado Maciel, próximo ao antigo Shpping do Automóvel.

O segundo está localizado na Curva do 90 num prédio de canto, onde funcionava a loja de automóveis Cherry, sentido Vinhais-Cohafuma. O horário de funcionamento, nos dois Comitês de Adesivação, será das 8h às 22h. Todos os adesivos estarão de acordo com o que determina a nova legislação eleitoral.

Agenda dos candidatos – quarta-feira

Edivaldo

MANHÃ – REÚNE COM LIDERANÇAS

TARDE –  CAMINHADA NO RESID. PARAISO
Concentração as 16:0h – Av. Pianco –  Entrada Residencial Paraíso
INICIO: as 17:00h no Res. Resende Rua 30,
Na Rua São Mateus – Dispersão no Posto Médico.

Eliziane Gama

09h – Compromissos Parlamentares

16h – Caminhada São Bernardo / Vila Brasil

19h – Reunião com Candidatados a Vereador

Wellington do Curso

MANHÃ
8h – Grava programa eleitoral para TV

TARDE
17h – Participa da inauguração do comitê da vereadora Luciana Mendes (PP)
Local – Avenida dos Holandeses, N° 1001, Retorno do Olho D’Agua

Fábio Câmara

MANHÃ
Hora:

10h00 – Expediente na Câmara de São Luís

TARDE

Hora:

15h15 – Reunião com lideranças evangélicas da Vila Luizão

17h00 – Reunião com lideranças da área Itaqui-Bacanga

NOITE

Hora:

19h30 – Encontro com grupo de jovens da Igreja Adventista do bairro Vicente Fialho.

Eduardo Braide

Manhã:

10h – Entrevista na Rádio Universidade FM (UFMA)

Tarde:

15h – Caminhada no bairro de Fátima

Noite:

Reunião com lideranças comunitárias

Rose Sales

MANHÃ

-Atendimento a apoiadores
Sessão plenária

TARDE

-Reunião estratégica com coordenação da campanha.

NOITE

-Adesão política, Dr. BENTIVI a candidatura da prefeita Rose Sales.

Valdeny Barros

12h00min – Valdeny Barros participa de entrevista ao vivo em TV local (TV Difusora – Programa NA HORA D)

19h00min – Valdeny Barros grava programa  para TV e Rádio.

Nota: As agendas devem ser enviadas pelas assessorias nos emails [email protected], [email protected], [email protected] ou no WhatsApp (98) 98297-8499

Página 1 de 70412345...102030...Última »