Fechar
Buscar no Site

Veja a intenção de voto de cada deputado do Maranhão na reforma da Previdência

A reforma da Previdência, uma das principais bandeiras do governo Michel Temer, não tem o apoio suficiente para passar na Câmara dos Deputados. Para aprová-la, são necessários 308 votos favoráveis em dois turnos, por tratar-se de uma PEC (Proposta de Emenda à Constituição).

Levantamento feito entre os dias 27 de novembro e 1º de dezembro com 512 deputados (um está de licença sem suplente em exercício) indica, contudo, que o peemedebista não tem o número necessário de votos para aprovar o texto tal como apresentado nas últimas semanas. Ao menos 220 deputados afirmaram que rejeitarão a proposta, o que torna inviável alcançar o apoio mínimo necessário. O texto, que estabelece idade mínima de 65 anos (homens) e 62 anos (mulheres) para aposentadoria, além de mudar a fórmula de cálculo do benefício, tem apoio total de apenas 46 deputados —o governo precisa de 308, em dois turnos de votação, para que a proposta seja aprovada, por tratar-se de uma PEC (Proposta de Emenda à Constituição).

Veja abaixo as respostas dos deputados do Maranhão:

CONTRÁRIOS À PROPOSTA DE REFORMA:

Aluisio Mendes (PODE- MA)
Deoclides Macedo (PDT- MA)
Eliziane Gama (PPS- MA)
Luana Costa (PSB- MA)
Rubens Pereira Júnior (PCdoB- MA)
Waldir Maranhão (AVANTE- MA)
Weverton Rocha (PDT- MA)
Zé Carlos (PT- MA)

FAVORÁVEIS À PROPOSTA DE REFORMA:

Cleber Verde (PRB- MA)
Hildo Rocha (PMDB- MA)

VÃO SEGUIR ORIENTAÇÃO DO PARTIDO:

Alberto Filho (PMDB- MA)
Juscelino Filho (DEM- MA)

NÃO QUISERAM SE MANIFESTAR:

André Fufuca (PP- MA)
João Marcelo Souza (PMDB- MA)
José Reinaldo (PSB- MA)
Junior Marreca (PEN- MA)
Victor Mendes (PSD- MA)

NÃO ENCONTRADO:

Pedro Fernandes (PTB- MA)

PREVIDÊNCIAGoverno apresenta reforma menor para tentar obter apoio de parlamentaresPENSÃO POR MORTE

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens