Fechar
Buscar no Site

Pastores de várias denominações lançaram pré-candidatura de Eliziane Gama ao Senado

Segundo dados do censo do IBGE cerca de 30% do eleitorado brasileiro se declara evangélico seguindo a mesma proporcionalidade no Maranhão teríamos a mesma proporção no eleitorado que vai às urnas em 07 outubro de 2018.

Este segmento organizado e que costuma ser fiel à suas causas lançaram neste sábado as 08:00 da manhã no Rio Poty Hotel em São Luís o nome da Deputada Federal Eliziane Gama do PPS será aclamado como pre candidata ao Senado como representante do segmento evangélico.

A Convenção Estadual da Igreja Assembleia de Deus no Maranhão, presidida pelo pastor Pedro Aldir Damasceno decidiu ainda no ano passado essa indicação ocorre que agora outros líderes de outras igrejas tradicionais se somaram nessa causa de ter uma senadora do segmento eleita algo que seria inédito no Maranhão.

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

15 respostas para “Pastores de várias denominações lançaram pré-candidatura de Eliziane Gama ao Senado”

  1. júnior disse:

    Misturar politica com religião é algo profano e errado, não se deve usar o nome de Deus para ganhar votos, isso é coisa do demônio.

  2. Ezequiel disse:

    Eliziane Gama representante do NOVO MARANHÃO no senado_vamos todos os cristãos unidos com Flávio Dino …vencendo as trevas que volta a atacar novamente o Maranhão…com Deus e nossos votos venceremos.

  3. Hertz Leal disse:

    A propósito, em período eleitoral, os candidatos investem maciçamente, aliciando os pastores, pois subentende-se que os templos evangélicos ainda são currais eleitorais, cujo cabresto está na mão do seu dirigente espiritual. E isso parece ter um fundo de verdade, porque se não houvesse o retorno esperado, o político não iria aplicar seu dinheiro em vão. E para reforçarem o “recado divino”, os reverendos ainda invocam Mateus 7:6 “Irmãos, não dêem vossas pérolas aos porcos; povo santo deve votar somente em candidatos revelados por Deus!” Tamanha incoerência peculiar aos hipócritas mais descarados! Percebendo se tratar de uma exploração politiqueira em nome de Deus, o ex-presidente do Superior Tribunal de Justiça-STJ, Nilson Naves, em entrevista, sugeriu que o parlamento criasse um instrumento legal capaz de frear a enxurrada de pastores ao poder político, em detrimento das outras lideranças da sociedade civil desprovidas de uma máquina de manipulação dessa ordem. -Ora, se creio em um Deus onipotente, por que eu tenho de recorrer a recursos mundanos (como dinheiro, política, medicamentos, guarda-costas) para solucionar os meus simplórios problemas existenciais?! É uma forma indireta de negar a fé professada. Isso seria como afirmar: eu resido em um conjunto de 4 unidades habitacionais – não moro na residência 1 nem na 2 nem na 4 – por exclusão habito na casa 3. Ou por inclusão direta: resido na moradia 3! O caso anterior de fé de araque é análoga à de um certo papa, quando encenou enfrentar a gripe espanhola:

    1.6 Pastores fazem milagres?

    – Fazem! Os pastores, em nome de Deus, provam ser possível arrancar milhão de quem não tem tostão! Falando sério: toda aquela patarata verificada nos picadeiros das seitas, nada mais são que truques obtidos a peso de hipnose, o que para os trouxas são milagres (auto-sugestão – “ Minha filha, tua fé te salvou” – vide em Marcos 5:34), oração em línguas (xenoglossia), expulsão de demônios (o possesso delirando em estado psi-tetha). Ou melhor: fraudes conseguidas mediante fenômenos paranormais.

    1.7 Por que as seitas Neocristãs têm arrastado tantos seguidores?

    – Elas crescem nutridas pelo esterco da miséria e da ignorância, e devido ao desgaste sofrido pela monopolista Igreja Católica ao longo desses dois milênios. Isso tudo associado a uma propaganda enganosamente apelativa e persuasiva, demonstrações de falsos prodígios (peitas), uma lavagem cerebral muito bem elaborada por taumaturgos, psicólogos e manipuladores de toda sorte. De modo que os objetivos são sempre os mesmos – espoliar os crendeiros financeira e politicamente – nota-se que o pagamento de dízimos e ofertas se sobrepõem aos dez mandamentos. É óbvio, no mundo “capetalista”, todo crescimento segue a reboque de dinheiro. Vejam só que contradição: se esse Deus apregoado fosse tão onipotente, os pregoeiros, os quais se autoproclamam os ministros Dele, precisariam recorrer a artifícios mundanos, como dinheiro e politicagem, para expandir o reino de Deus na terra? Por que tudo não acontece em um simples passe de mágica?
    Ademais, desde a Grécia Antiga, já se dizia que o homem é um ser social, gregário. Não apenas social, mas faccioso também: ele precisa se agrupar em cartéis para enfrentar com armas e malícias os seus competidores na sociedade, mediante a assistência mútua entre si e os iguais do “conluio” a que pertence.
    Por precaução, quaisquer pessoas, antes de se deixarem recrutar como dizimistas, deveriam observar o sermão do cristianismo e depois o comparariam à prática cristã ou modus vivendi das populações, onde a referida religião predomina.

    1.8 Alguns adeptos, após a conversão, têm suas vidas melhoradas e permanecem fiéis!

    – Sim, é fato raro, mas acontece. Contudo, não é nada que não possa ser explicado. A partir do momento em que você se submete a um programa, cujo regime exclui: bebida, gastança, frequentação em ambiente de risco; essa nova conduta tende a trazer uma “melhoria” a sua vida material e social, inobstante seja você um auto-reprimido. É tudo uma questão de autodisciplina. Só que a presumida “mudança” nada tem a ver com intervenção do sobrenatural: é determinismo puro, igual aos êxitos logrados em grupos de auto-ajuda. Determinismo ou “vir-a-ser”, doutrina proposta por Friedrich Hegel (1.770-1.831), é um procedimento materialista de resultados previsíveis: dependendo dos meios aplicados a sua implementação, pode-se prever os fins. Salvo se houver fatalidades ou acidentes de percurso, que são fatores imponderáveis regidos pela teoria do caos. Uma granja avícola é um clássico modelo de determinismo. A propósito, hoje, mais do nunca, cada vez mais o homem recorre às leis das probabilidades em seus cálculos. Quando você sai do estado do Maranhão para o Amazonas, suas chances de contrair malária e/ou febre amarela sobem de 19%.
    Quanto à permanência dos sectários, isso acontece por “n” razões: por não quererem dar o braço a torcer, pelo constrangimento de poder vir a ser a “ovelha negra” de sua comunidade religiosa (contrariar o padrão de comportamento ou dogma). E depois, todo mundo é eclético; quer viver sempre a expectativa de prosperidade, mesmo que ilusoriamente, ainda assim, a autoestima e a autoconfiança são elevadas. A ilusão de serem sugados aos céus, após a morte, assim como o profeta Elias (II Reis 1:11), também é um fixante. Tal alucinação chega a ser bizarra! Coitados, os fideístas (quem troca a razão pela fé) não sabem que essa recompensa póstuma, fantástica, é um cheque pré-datado que, ao chegar o dia do saque (dia de juízo), não disporá de fundo.

    1.9 Por que nunca se encontrou substitutos para Deus e Religiões?

    – Freud dizia que religião é um estado de neurose. Karl Marx comparava a religião como sendo o ópio das massas. Se reportarmo-nos à Mitologia Grega, constataremos que, naqueles idos, o deus de todos os deuses, Zeus, já usava o vinho (o ópio, aqui figurado) para dopar alguém que ele queria trazê-lo a seus pés, cuja missão de busca era confiada a Dionísio, o deus do vinho. De Theos ou Zeus deriva a palavra Deus, pelo latim. Consta que Zeus era homossexual, e tinha como “namorado” um belo moço nomeado de Ganimedes, sendo que este último, frequentemente, apresentava-se sob a metamorfose de um falcão. (FALO, a sagrada imagem masculina – Eugene Monick – Pag. 115). Mesmo assim, julgo impróspero tentar eliminar algo que de tão antigo já se incorporou como um arquétipo cerebral ou mesmo um sinequanon (condição indispensável), determinante de quase todas as atitudes humanas. O fato de Deus ser abstrato, isso Lhe confere longevidade ou um selo à prova de devassa. Aí ficamos naquela do “pode-não-ser-mas-pode-ser-que-seja”. Os mágicos se utilizam muito deste artifício para obter êxito em seus truques: eles jamais revelam o fundo de suas cartolas à plateia, pois é no fundo da cartola onde se produz o ilusionismo. Em um jogo de baralho, enquanto desconhecido, muitas vezes, um blefe tem maior poder dissuasivo que o próprio trunfo; tudo depende da capacidade do jogador de sugestionar o seu adversário. Um doente terminal, quando começa a saber da gravidade de sua enfermidade, abrevia sua morte. Este provérbio ilustra muito bem os exemplos anteriores: “Santo de casa não faz milagres!” Ou seja: é difícil enganar a si mesmo, não conseguimos pensar que vamos extrair alguma coisa extraordinária de uma fonte cujo limite está à vista, porque esta não é uma situação propícia para que ocorra auto-sugestão.
    A grande maioria das religiões são messiânicas e salvíficas; prometem a vinda de um redentor e uma recompensa póstuma. Quem vive hoje não vai ter como dizer ou desdizer a quem morreu 900 anos atrás que o Messias, até este momento, nunca veio. Quem já morreu virou esterco, do mesmo modo, não vai ter como confirmar ou desmentir aos vivos de agora: “Sacrifiquem-se pela causa de Deus e venham desfrutar comigo, post mortem, este paraíso de glórias!”

  4. Milson disse:

    COITADOS DELES.

  5. omar disse:

    É DEVER E OBRIGAÇÃO DE TODOS OS CRISTÃOS COLOCAR O capacete da esperança ensinado pelo apóstolo SÃO PAULO e unidos com NOSSOS VOTOS EM FICHA LIMPA VENCERMOS AS TREVAS/BRUXARIAS/ COMPADRE- BRUXO pois as trevas trabalham dia e noite para ELEGER A COMADRE ROSE ENGANA conforme artigo na REVISTA VEJA- BRUXO DOS SARNEY—-todo cristão deve ler essa reportagem —- basta digitar no google …… TODOS DEVEM LER ESSA REPORTAGEM —super importante—- COM DEUS NOSSOS VOTOS EM FICHA LIMPA REELEGEREMOS O LIBERTADOR DO MARANHÃO DAS GARRAS DA OLIGARQUIA SARNEY——O COMPETENTE E ADMIRADO GOVERNADOR FLÁVIO DINO —VITÓRIA DE DEUS SOBRE AS TREVAS- VITÓRIA DO BEM SOBRE O MAL. VITÓRIA DO NOVO MARANHÃO LIBERTO DAS ROUBALHEIRAS DE BILHÕES—-VITÓRIA DO POVO MARANHENSE —

  6. Luiz disse:

    Somente quem desconhece as sagradas Escrituras cai no golpe desses.

  7. Prezado Cutrim,

    Democracia é isto, é permitir a esse anticristo de nome Hertz(nome de locadora) destilar o veneno dêle sobre os cristãos. Crêr em Deus é uma questão de fé( Hebreus .1,2,3,4,.) ninguem podererá nunca ludibriar um rebanho de 30, 40 milhoes de brasileiros evangélicos.Se a obra nao fosse de Deus nao cresceria. Os fariseus tentaram barrar Jesus ha Dois Mil anos e nao conseguiram a obra so cresceu, hoje, no Brasil, somos 40 milhoes ou mais . Prosperidade nao é somente dinheiro no bolso, mas sim vida com abundancia junto a familia, filhos amigos, viver em paz sem tormentos ect.Fomos comprado, sim, comprado nao por ouro nem prata , mas pelo sangue do Cordeiro,Jesus Cristo, sangue derramado no Calvário. Pobre desse homem(Sr. Hertz) quando fechar os olhos ele sabe bem o que estará a espera dêle, se antes nao se converter dos seus maus caminhos.
    Que ele nao siga o caminho de Judas Escariotes ,enquanto ha tempo.
    Que o Todo Poderoso, Deus de Abraao de Izaque e de Jacó, o Pai eterno e Jesus Cristo , Seja louvado pra todo sempre.

  8. Reynaldo Aragão Pinto Filho disse:

    Tenho certeza que o falecido pastor ESTEVÃO SOARES,como se diz no popular,está virado no tumulo ou soltando faísca no céu com as atitudes do pastor chefe COUTINHO e seus seguidores.Nessa foto conseguimos ver a senhora Telma Pinheiro que por muito tempo aterrorizou muitos ambulantes qdo fazia parte do governo da Gardênia
    Gonçalves.Fazer pacto na igreja ou melhor na casa de DEUS é coisa do inimigo.Evangelizar um povo é uma coisa,usar o nome do seu povo é má fé,vender os seus princípios pior,isso é como se fosse usar um cheque em branco de alguém com safadeza. O homem engana o outro,mas não engana a DEUS.Lembro aos homens dessa igreja,que falam de DEUS e esqueceram de o que se planta se colhe.Deixem essa parlamentar andar sozinha para plantar e verão que ela colherá.

  9. paulo sousa disse:

    Pode chorar sarneyzada, cristão não vota em seguidora de bruxo.

  10. Fernando disse:

    Não encontrei nenhuma forma de desrespeito no artigo do cidadão, foi colocado a sua opinião, que por sinal, muito prudente, equilibrada e muito bem escrita. É necessário, sempre conhecermos o contraditório e respeita-lo. Parabéns Hertez Leal, mesmo não concordando- em partes- com você, seu texto é rico, bem escrito e traz uma boa reflexão. Lembre que nenhuma Igreja inventou no ser humano o sentimento religioso, o que acontece é que as igrejas se aproveitam do sentimento religioso para aprisionar a pessoa- claro que não são todas as Igrejas-.. Vale a pena pensar…. e se afastar de políticos e pastores que usam e abusam da fé.

  11. Jonx i7 disse:

    Felizes dos candidatos que são apoiados pelos evangélicos dependentimente quem são eles,
    Triste Aqueles que são apoiados
    Por macumbaria VUNDUM e do caboclo
    Galope a beira mar

  12. Hertz Leal disse:

    DE FÉ,CADA ovelha vai morrendo tosquiada pelo pastor!

  13. CARO NOBRE.JOHN CUTRIM acompanho sempre que posso sua fala no jornal, o debate em torno destas questões é relevantíssimo, porém acredito que independente das questões religiosas, sendo católicos ou protestantes, no meu pensar, devem sim lançar candidaturas pois devem escolher e votarem em seus representantes se os mesmos não votassem pra que serventia tem seus títulos de eleitores,cabendo somente deveres e os direitos.

  14. Falcao disse:

    Um bando de pastores abestado, esse presidente da assembléia de Deus, pastor Coutinho é um grandicissimo idiota, e Eliziane Grana e igual Telma Pinheiro que depois que ficou rica saiu da política pra não ir presa.

  15. Hertz Leal disse:

    Aos desbravadores cabe os riscos e dissabores de fazer aceito algo desconhecido, até então.
    Política e religião vivem constantemente em um processo de bipartição. Análogo ao que ocorre no método da alporquia, para multiplicação vegetativa das plantas. Descasca-se um galho da planta-mãe, num determinado ponto, e o envolve com uma espécie de emplastro, contendo terra, a fim de induzi-lo ao surgimento de raízes. Enraizado, corta-se o galho e planta-se. Na política e na religião, a esse novo broto derivado do vegetal primitivo dá-se o nome de dissidente e apóstata, respectivamente
    É mais fácil se desprender de uma estrutura já existente do que começar outra de zero. Para passar a imagem de que algumas “coisas velhas”, doravante, serão aperfeiçoadas, a banda rebelde dedica-se a enfatizar traços negativos da estrutura original. Por exemplo: “Nós resolvemos romper, porque as lideranças (do tronco donde vieram) estão traindo os ideias ou dogma do nosso preconizador ou profeta”.
    O Paradoxo: à proporção que o ramo separado, cronologicamente, afasta-se do tronco; viciosamente, o galho vai afunilando-se nas mesma práticas que justificaram o cisma. Os “renovados” se sentem também no direito de se apropriarem daquelas transgressões, outrora, abominadas por eles “A diferença, irmão, é que hoje nós somos um povo lavado no sangue do Cordeiro; por isso, estamos autorizados a fazer tais coisas, que para os “ímpios” parecem loucuras!”
    É muito confortável trafegar numa estrada pronta e sair apontando os defeitos; sem levar em conta que, na construção da ferrovia Mamoré-Madeira, milhares de trabalhadores perderam suas vidas, trucidados por febre amarela, malária, afogamento em rios e até jupirados por onças.
    “Não sejamos cínicos, mano, hoje eu sou Doutor e empresário; você um megaindustrial. Contudo, não esqueçamos: o dinheiro que nos deu suporte para chegarmos até aqui: o nosso genitor (papá, coloquial) o ganhou matando, traficando, roubando…… “
    “Pois é irmão, lembra daquela árvore-tronco pela qual fomos gerados? O substrato dela foi composto de sangue, lágrimas, roubalheira e injustiças das mais hediondas. Se você não sabia, essa matriz vegetal é o Cristianismo!”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens