Fechar
Buscar no Site

Órgãos avaliam que adolescentes estão melhor acolhidos na Aurora

Representantes dos órgãos de proteção à Infância e Juventude acompanharam vistoria à unidade da Funac, no bairro Aurora, nesta quarta-feira, 11. As autoridades avaliaram as condições do prédio que recebeu adolescentes em cumprimento de medidas socioeducativas. Após as vistorias, os representantes dos órgãos de proteção à Infância e Juventude foram unânimes na avaliação de que os adolescentes estão melhor acolhidos na unidade Aurora, que dispõe de estrutura mais adequada.

“Os adolescentes estão melhor acolhidos neste prédio e entendemos que é a melhor estrutura para eles no momento. A unidade vai funcionar em caráter temporário, após receber as devidas adequações e o importante é que os acolhidos, funcionários e a comunidade tenham sua integridade assegurada”, avaliou o juiz titular da 2ª Vara da Infância e Juventude, José dos Santos Costa.

O secretário de Estado dos Direitos Humanos e Participação Popular (Sedihpop), Francisco Gonçalves, ressaltou a importância do momento para a garantia das condições adequadas de acolhimento dos jovens.

O gestor da Sedihpop informou que as unidades do sistema de atendimento ao adolescente passam por reestruturação e serão todas recuperadas. “O monitoramento dos órgãos de referência é salutar e vem contribuir para que este processo seja realizado de forma a melhor atender os que serão acolhidos na unidade”, pontuou. O acolhimento na Aurora ocorre até que seja finalizado o programa de melhorias nas demais unidades do sistema de atendimento ao socioeducando.

Francisco Gonçalves ressaltou ainda que toda a estrutura do Estado está à disposição da comunidade para dialogar e esclarecer dúvidas. “Estamos e sempre estivemos de portas abertas para a população. Temos ainda como meta prioritária reunir com os gestores municipais para discutir a situação do adolescente socioeducando e eleger metas a serem executadas ao logo do ano”, informou.

A rede de assistência ao socioeducando está em reformulação, somado a medidas executadas pelo Governo do Estado para qualificar o atendimento a este público, enfatizou a presidente da Funac, Elisângela Cardoso.

As obras de adequação nos prédios dá Funac incluem melhorias na estrutura física, aquisição e substituição de equipamentos e mobiliário. As adequações seguem o que rege o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e tem como objetivo adequar o espaço para atender as necessidades deste público. A estrutura na Aurora possui salas para escolarização, espaço para oficinas e demais projetos de cunho educativo e socializador, quadra para esportes, área para equipe técnica, administração, diretoria, almoxarifado, cozinha e banheiros.

O defensor público-geral do Estado, Werther de Moares Lima Junior, enfatizou a necessidade de o prédio possuir as devidas condições para abrigo dos adolescentes. “Diante da vistoria que acompanhamos e das adequações que estão em andamento, concluímos que o prédio na Aurora tem melhores condições que a unidade antiga. Os jovens serão melhor atendidos aqui, até que a unidade definitiva esteja adequada”, avaliou.

Para a promotora Emmanuelle Bello Peixoto, que representou o procurador geral de Justiça, Luiz Gonzaga, o prédio apresenta boa estrutura, precisando da adaptação que está em curso. “As adequações necessárias devem ser realizadas em caráter de urgência e isso será acordado com o Governo. Os adolescentes verbalizaram que estão melhor acolhidos nesta estrutura e isso será considerado na nossa avaliação, desde que sejam preenchidas as exigências para segurança deles e do prédio”, disse. Depois de concluída a adequação, o prédio será inspecionado pelo Corpo de Bombeiros e Vigilância Sanitária.

A unidade na Aurora já iniciou funcionamento e acolhe atualmente sete adolescentes, sendo a capacidade para 17 jovens. Os socioeducandos foram transferidos do Centro de Juventude Canaã, localizado no Vinhais e que atende na modalidade internação provisória. Estiveram presentes ainda à vistoria as defensoras públicas, Elaine Barros e Ana Júlia de Sousa; a presidente do Fórum dos Direitos da Criança e do Adolescente (DCA/MA), Maria Ribeiro da Conceição e demais membros da instituição; além de representantes da sociedade civil organizada.⁠⁠⁠⁠

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

Uma resposta para “Órgãos avaliam que adolescentes estão melhor acolhidos na Aurora”

  1. Louro Zem disse:

    John Cutrim:
    Sou do interior do Estado, e estive segunda feira no Bairro da Aurora , e tomei conhecimento do descontentamento e sobressalto que a Comunidade daquele bairro está vivendo. em conversa com moradores , foi alertado de que a violência pode estourar a qualquer momento. Veja bem , disse um dos moradores do Bairro, Esse negócio de que aqui vieram autoridades para avaliar o prédio, é apenas praxe… será se tem justificativa o governo do Estado gastar milhares de reais , apenas para abrigar 17 menores infratores? E, o mais desconcertante é que toda essa dinheirama será investida num prédio que nem é do Estado… Enquanto um aluno da Escola pública custa R$3.268,00 ao ano, esse anjinhos custarão a mísera quantias de R$ 4.680,00 por mês, sem incluir nessa tabela , os gastos com segurança, alimentação, o custo do aluguel do imóvel etc …Isso sem levar em conta que este bairro pode se transformar numa área de confronto entre bandidos mirins de facções rivais._por falar em “Bandido Mirins”, quero fazer uma ressalva: Gente que amanhã completam 18 anos, com históricos de toda sorte de violência , crimes e delitos, são esse os anjinhos que o nosso governador há de nos presentear no dia da Páscoa._sempre foi contra a instalação de um sistema prisional em área urbana…Mesmo que venha para cá um bando de juízes, desembargadores, conselheiros tutelares, “Defensores dos Direito Humanos”, isso não muda a nossa opinião , de que o FUMAC nunca recupera ninguém.Mas o mais triste nessa história, é que governador tem dito que ele é o governador , e portanto suas ordens terão que executadas.Eu pergunto ao governador , aonde anda o diálogo que o senhor fazia questão de frisar quando ainda era candidato?Quando o senhor dizia que seu governo seria o governo do diálogo e das conquistas sociais, isso era apenas proposta de campanha?… _então eu perguntei, a Fumac, não trarão mais benefícios para o Bairro e consequentemente para toda a comunidade? Ele , olhou e disse é melhor parar, tem gente agentes da polícia por perto, e logo do outro lado, no local em que havia um bloqueio de ruas, estavam paradas viaturas…e meu interlocutor, entrou numa bodega, pediu uma Pitu…Papo encerrado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens