Fechar
Buscar no Site

Nota do ex-deputado Sarney Filho sobre uso de helicópteros do Estado

A propósito de matéria publicada na Revista Fórum e replicada em veículos regionais esclareço que na prestação de contas de campanha à reeleição do então deputado Sarney Filho, em 2014, estão relacionados os recursos  destinados ao pagamento de aeronaves, dentre outras despesas.

Ao contrário do que foi publicado, jamais o então candidato se utilizou de helicópteros do Estado para fazer campanha eleitoral.

Para Sarney Filho, a ação citada pela revista decorre de um relatório montado por uma Secretaria que não tinha nem competência, nem legitimidade para fazer qualquer tipo de acusação.  Esclareço que Sarney Filho nunca foi Secretário de Meio Ambiente do Maranhão, não procedendo, portanto, a acusação de improbidade.

É importante ressaltar que nos 40 anos em que o atual  secretário de Meio Ambiente do Distrito Federal se dedica à vida pública, nunca sofreu acusações de má conduta no serviço público ou de qualquer outro ilícito de natureza civil, penal ou eleitoral

O Secretário  deseja, o quanto antes, poder na Justiça apontar a inconsistência e má fé que move esse assunto.

Eliana Lucena

Assessora de imprensa

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

2 respostas para “Nota do ex-deputado Sarney Filho sobre uso de helicópteros do Estado”

  1. O JUSTO e os sonhos deles é voltar a colocar ás mãos nas chaves dos cofres público disse:

    Eles são sempre inocentes, só os outros é que cometem erros?. 40 anos na vida pública? estória sem fundamentos, esse inoperante, nunca fez concurso público, nem pode se denominar que é funcionário público. Pelo os fins das aposentadorias e pensões dos políticos: Político não é profissão. Para ser políticos não necessita de formação, nem presta concurso público, os políticos são escolhidos para prestação de serviços temporários, portanto, não tem direitos a aposentadorias ou a deixar pensões. Os políticos legislou em causas próprias e isso é ilegal, que sejam anuladas todas ás pensões dos políticos. Os funcionários público concursados, esses sim, são verdadeiros, que se inclua os políticos na reforma previdenciária , certamente isso define ás vontades de todos nós brasileiros.

  2. Bruno da Juventude disse:

    É verdade. Não faz sentido a afirmação da PGE em falar de improbidade administrativa se Sarney Filho nunca foi Secretário de Meio Ambiente do Maranhão. Total falta de nexo nesse processo, que cairá por terra, com certeza. Mais uma das perseguições de Flávio Dino!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens