Fechar
Buscar no Site

Ministro indicado por Sarney quer trocar comando da Polícia Federal

Indicado por José Sarney para ocupar o Ministério da Justiça e Segurança Pública do governo Michel Temer (PMDB) em maio deste ano, o ministro Torquato Jardim confirmou que já tem uma lista com nomes para a sucessão da chefia da Polícia Federal.

Ex-advogado de Roseana Sarney, Torquato Jardim pode garantir que mudanças na direção-geral da PF acabem dando maior proteção para Sarney, denunciado pela Procuradoria-Geral da República (PGR) como membro do “quadrilhão” do PMDB, organização criminosa que recebeu R$ 864 milhões em propina paga por fornecedores da Petrobras e da Transpetro.

Apesar do delegado Rogério Galloro ser o preferido dos investigadores da Lava Jato para ocupar o cargo, por ser considerado o número dois na linha sucessória da instituição e substituto legal do atual diretor da PF, Leandro Daiello, Sarney e outros membros da alta cúpula do PMDB querem que o delegado Fernando Segovia assuma o comando da PF. A intenção: Segovia é homem de confiança de Sarney e já ocupou a Superintendência da PF no Maranhão.

Com Segovia à frente da Polícia Federal, Sarney pode ter um forte aliado cuidando das investigações que apuram os crimes cometidos pelo velho oligarca.

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

Uma resposta para “Ministro indicado por Sarney quer trocar comando da Polícia Federal”

  1. Guido Hänzel disse:

    O mais inteligente e fatal seria o próprio Congresso Nacional se reunir e arrancar algumas prerrogativas da PF, deixando cada integrante mais vulnerável a punições. Flexibilizar a estabilidade funcional da categoria, por exemplo. Do contrário, a jagunçada chapa-branca vai continuar exibindo aquela “folgança” que lhe é peculiar!
    -Bem ou mal, as autoridades eleitas pelo votos popular devem sempre se sobrepor aos penetras subalternos. Num Estado Democrático de Direito, ninguém pode se impor pelo terror bélico!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens