Fechar
Buscar no Site

Após tentativa de agressão, João Alberto admite denúncia contra senador do PT

Foto: Reprodução


Dois dias depois do plenário do Conselho de Ética arquivar o pedido de abertura de processo por quebra de decoro parlamentar contra as senadoras que ocuparam a Mesa do Senado, o presidente do órgão, senador João Alberto de Souza (PMDB-MA), acolheu nesta quinta-feira um outro pedido de abertura de processo disciplinar, desta vez contra o senador Lindbergh Farias (PT-RJ). O senador José Medeiros (PSD-MT) é o autor da ação contra o senador petista e também da ação contra as senadoras que ocuparam a Mesa.

Na última terça-feira João Alberto foi acuado por Lindbergh que partiu para cima dele, aos gritos e bradando a mão na direção do seu rosto, impedindo que prosseguisse a sessão de julgamento da ação de autoria do senador José Medeiros (PSD-MT), contra as senadoras Fátima Bezerra (PT-RN), Gleisi Hoffmann (PT-PR), Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM), Regina Sousa (PT-PI), Lídice da Mata (PSB-BA) e Ângela Portela (PDT-RR).

Durante a sessão de julgamento, quando João Alberto anunciou que sortearia o relator, Lindbergh, muito exaltado, irrompeu para cima de João Alberto e, a alguns centímetros do seu rosto, gesticulando muito gritou que não aceitaria que a sessão continuasse.

— O senhor não tem autoridade para continuar isso! — gritou Lindbergh.

Sentado ao lado de João Alberto, encolhido na cadeira sem dar um pio, o senador Sérgio Petecão (PSD-AC) se levantou e enfrentou Lindbergh.

— Não bata nele não! Toca nele para ver. Se não respeita os colegas, respeite a idade dele, moleque! — contra-atacou Petecão.

Sem se acalmar, os dois ficaram trocando insultos, a centímetros de se pegarem.

— Você é corajoso né? Mas só para cima de mulher. Não vou permitir que isso aconteça. É uma palhaçada! — continuava gritando Lindbergh, que só se acalmou depois de puxado pelo senador Humberto Costa (PT-PE).

Depois do bate-boca o plenário do Conselho aprovou requerimento de Humberto Costa pedindo o arquivamento do caso contra as senadoras mulheres.

A nova ação protocolada ontem por José Medeiros e admitida hoje por João Alberto ,segundo o presidente, se sustenta por indícios de quebra de decoro e o próximo passo é nomear um relator.

Em nota, Lindbergh disse que a denúncia é “ridícula”, acrescentando que o Conselho de Ética está “desmoralizado” por ter arquivado um pedido de cassação do mandato de Aécio Neves (PSDB-MG).

A denúncia

A denúncia foi apresentada pelo senador José Medeiros (PSD-MT), mesmo parlamentar que apresentou a denúncia contra as oposicionistas que ocuparam a mesa do Senado para protestar contra a reforma trabalhista.

Na reunião em que essa denúncia foi arquivada, Lindbergh tomou a palavra para dizer que o caso era “uma palhaçada”. O petista, então, bateu-boca com os senadores Gladson Cameli (PP-AC), Airton Sandoval (PMDB-SP), Sérgio Petecão (PSD-AC) e com o próprio João Alberto.

Aos gritos, Lindergh dizia que era um “absurdo” o Conselho de Ética processar as senadoras sendo que havia arquivado um pedido de cassação do mandato de Aécio Neves (PSDB-MG).

O tucano foi acusado de ter pedido e recebido dinheiro de propina de Joesley Batista, dono da JBS.

Segundo a assessoria do presidente do conselho, será marcada uma reunião, ainda sem data prevista, para a escolha do relator da denúncia contra Lindbergh.

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

6 respostas para “Após tentativa de agressão, João Alberto admite denúncia contra senador do PT”

  1. Mandioca disse:

    A nota abaixo saiu na coluna de hoje do Cláudio Humberto;
    Pelo visto o Cláudio Humberto não foi cooptado pela mulher de Noblat que responde pelos interesses de Flávio Dino junto a grande imprensa brasileira.

    DESEMBARQUE
    Prefeitos do Maranhão reclamam muito de Flávio Dino (PCdoB). Além de um governo que consideram pífio, seus erros primários fazem dele o melhor cabo eleitoral de Roseane Sarney (PMDB), em 2018.

  2. Meireles disse:

    Mandioca, moro no interior do estado, e o que te digo é que atualmente MARANHENSES ESTÚPIDOS E ILHADOS COMO VOCÊ SÃO MINORIA. A taca vai ser é grande !!!

  3. Ze da Hora disse:

    Carcará essa coisa inútil, subserviente, pau mandado não tem consistência sua atitude, para livrar, ladrão corrupto, propineiro ele é um “santo de pau ôco”, agora quando se trata de pessoas honesta ele é valente, cheio de razão,
    Não vale um peido esse Carcará, ele até foi longe demais.

  4. Jonas Vaquer disse:

    NÃO FALTA ELEITOR NO MARANHÃO PARA DEFENDER CORRUPTO. ESSE É UM COOPTADO PELO SARNEY. A LADROAGEM CORRE SOLTA E O MARANHÃO PATINHA NO ATRASO.

  5. Antonio Alberto disse:

    SERÁ QUE O MARANHENSE E O MARANHÃO AINDA NÃO ENTENDERAM QUE É PRECISO MUDAR E DESELEGER ESSES SARNEYSISTAS? SERÁ QUE O MARANHAO E OS MARANHENSES, SEQUESTRADOS POLITICAMENTE POR ESSES OLIGARCAS, SOFRE DA SÍNDROME DE ESTOCOLMO E NÃO VAI PARAR DE SOFRER? VAMOS CORRIGIR ISSO EM 2018!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens