Fechar
Buscar no Site

Há três anos, Flávio Dino vencia e decretava o fim da era Sarney

Além de ter sido o primeiro integrante de um partido comunista a se tornar governador no Brasil, Dino foi o responsável pela maior derrota política já sofrida pela família Sarney. No dia 5 de outubro de 2014 o povo maranhense foi às urnas e elegeu o comunista logo no primeiro turno, com 63% dos votos válidos.

“Hoje viramos a página do nosso estado. Finalmente entramos no século 21. Derrotamos para sempre o coronelismo e o regime oligárquico maranhense. Vamos viver um tempo democrático e republicano”, disse Flávio Dino na coletiva de imprensa após a vitória.

Mudanças

Apesar de ter recebido uma “herança maldita” deixada pela ex-governadora Roseana Sarney (PMDB), em dois anos e dez meses de governo, a gestão Dino ganhou destaque nacional pela eficiência administrativa e responsabilidade fiscal, elevando o Maranhão ao patamar de estado com a segunda melhor situação fiscal do país, de acordo com dados da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan).

Mesmo diante um cenário de profunda recessão econômica, Dino ficou em segundo lugar no ranking elaborado pelo portal de notícias G1 dos governadores que mais cumpriram as promessas de campanha.

Em pouco mais de mil dias de governo, Dino obteve avanços significativos em áreas antes consideradas problemáticas, como é o caso da educação. Por meio do programa Escola Digna, o governo Dino já reformou, revitalizou ou construiu mais de 600 escolas em todo o Maranhão. Trezentas dessas unidades em substituição às escolas de taipa e palha, marca maior do abandono do governo Roseana com a educação pública maranhense.

A reestruturação do presídio de Pedrinhas – antes palco de sanguinárias barbáries – e do Sistema Penitenciário Estadual como um todo, o incremento nos programas sociais oferecidos pelo estado e o pagamento dos servidores estaduais em dia, além da realização de concursos públicos, são outros bons resultados obtidos por Dino em menos de três anos de administração.

Mais quatro anos

O atual governador deve tentar a reeleição em 2018. Segunda a última pesquisa Exata/JP, Dino venceria as eleições do próximo ano já no primeiro turno, com 61% dos votos. Caso prolongue o mandato por mais quatros anos, Dino pode ter a oportunidade de realizar um governo com alto grau de excelência em gestão pública, tirando o Maranhão definitivamente do mapa da miséria e do estigma do atraso.

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

8 respostas para “Há três anos, Flávio Dino vencia e decretava o fim da era Sarney”

  1. Maranhense disse:

    é mesmo é?!?!?!

  2. Carlos disse:

    Aqui na minha cidade funcionava uma escola até o ano passado do estado, de taipa e palha um absurdo da herança maldita da rosengana foi transformada em uma escola de nível de grande capital graças ao governador Flávio Dino. Ela fez uma pequena biblioteca Aqui na cidade do lado de uma escola estadual e deixou em ruínas caindo os pedaços. O foco da rosengana é apenas enganar o povo e levar os votos já fez assim quatro vezes

  3. Duquenilson almeida disse:

    A Branca tá voltando.

  4. henry disse:

    O GOV FLÁVIO DINO O LIBERTADOR DO MARANHÃO —-demorou para chegar a LEI ÁUREA NO MARANHÃO —-um dos melhores governador do BRASIL—em 3 anos fez o que a oligarquia não fez em 50 anos de rapinagem —-VIVA O MARANHÃO, VIVA A LIBERTAÇÃO DO MARANHÃO E SEU POVO PELO GOVERNADOR FLÁVIO DINO —-FLÁVIO DINO EM 2018 NO PRIMEIRO TURNO COM 80 % DOS VOTOS—–adeus oligarquia para sempre—-ESSA É A VONTADE DE DEUS —–

  5. José disse:

    O capeta está esperando mais companheiros para suas férias eterna, companheiros como estes que fez o povo sofre e chorar a vida inteira tudo como seu mestre queria ainda tem gente que defende uma gente perversa dessa não precisa falar nome nem sobrenome que as pessoas de boa vontade sabem de quem estou falando

  6. Mandioca disse:

    Quando Jackson Lago completou dois anos de governo, o JP publicou uma manchete parecida com essa.
    Jackson lago fez seguramente um dos governos mais corruptos e incompetentes da triste história deste mais do que miserável Estado, Jackson era tutelado por bandidos do naipe de Aziz, Weverton Rocha, castelo, Zé Reinaldo Tavares, Flávio Dino e outros canalhas. O resultado todos viram, Reinaldo, Cleomar Tema e um punhado de bandoleiros presos e atirados em celas infectas da penitenciária de Pedrinhas.
    Hoje, decorridos três anos do Governo de flávio dino ( sempre com minúsculas) constatamos que o que era ruim piorou, saiu um bando de bandidos e entrou uma corja de vagabundo bem piores, numa demonstração clara do quanto é cada vez atual a famosa frase de Tomaso Di Lampedusa que dizia que”Algo deve mudar para que tudo continue como está.”
    As coisas mudaram, saiu uma bandida e em seu lugar entrou um bandido, bem mais perigoso é claro, mas que mudou mudou.

    • Aristoteles disse:

      O governo Roseana deve ter sido muito transparente e honesto… Vide escândalos como – SALANGÔ – POLO DE CONFECÇÃO DE ROSÁRIO – USIMAR (ESSE FOI ESCÂNDALO BILIONÁRIO) – ESTRADA PAULO RAMOS ARAME – DENTRE MUITOS OUTROS.. agora mandioca lembre os escândalos de Flávio Dino.. aluguel amigo.. realmente esse deve ser enorme..e os escândalos do Jackson Lago lembre aí para medir.. Zé ceguinho… Viúva do bigode

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens