Fechar
Buscar no Site

Cristiane Brasil, a bomba que Sarney jogou no colo de Temer

Depois de um mês sem ter uma pessoa no comando do Ministério do Trabalho, os brasileiros foram surpreendidos, na noite deste domingo, 04, com um novo episódio negativo envolvendo a deputada federal Cristiane Brasil (PTB-RJ), nomeada pelo presidente Michel Temer (PMDB) para o cago. Essa já é a quarta grande polêmica envolvendo a parlamentar desde que ela foi indicada futura ministra.

A nomeação de Cristiane Brasil surgiu depois que o oligarca José Sarney (PMDB) vetou o deputado federal Pedro Fernandes (PTB-MA) para o cargo. O nome do parlamentar maranhense foi o primeiro escolhido pela bancada petebista na Câmara, mas acabou sendo descartado por Michel Temer após pressão de Sarney, que queria em troca apoio do partido no Maranhão para a candidatura da sua filha Roseana (PMDB).

Com o veto de Temer a Pedro Fernandes, o PTB escolheu então o nome de Cristiane Brasil. A nova polêmica envolvendo a deputada foi um flagra em que ela ameaça servidores públicos para conseguir votos na sua campanha à Câmara dos Deputados, em 2014. O flagra foi feito por meio de uma gravação, divulgada ontem pelo programa Fantástico, da TV Globo.

Na época, ela ocupava a Secretaria Especial do Envelhecimento Saudável e da Qualidade de Vida na gestão do prefeito Eduardo Paes (PMDB), no Rio de Janeiro. A declaração foi feita durante uma reunião com cerca de 50 servidores públicos e prestadores de serviço da pasta. No áudio, é possível perceber que Cristiane cobra o empenho pessoal da equipe para conseguir votos, afirmando que o emprego deles depende disso.

A deputada federal tenta tomar posse há um mês, mas liminares a impediram, justamente devido a processos trabalhistas. Além disso, enquanto o seu processo está em andamento e o governo insiste em sua nomeação, Cristiane teve o nome envolvido em outras duas polêmicas.

Semana passada, ela divulgou um vídeo em sua defesa, tentando argumentar a favor da sua posse, mas o gravou em circunstâncias de pouca credibilidade, ao lado de homens sem camisa, em um barco, com música eletrônica ao fundo.

No último sábado, Cristiane Brasil viu sua imagem política e pública ser ainda mais desvalorizada, depois que o jornal O Estado de São Paulo divulgou que ela é investigada por suposta associação ao tráfico de drogas, durante a disputa eleitoral de 2010.

Com certeza o presidente Michel Temer já deve ter se arrependido de ter atendido aos caprichos de José Sarney. Cristiane Brasil tem sido uma bomba para o Planalto.

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

2 respostas para “Cristiane Brasil, a bomba que Sarney jogou no colo de Temer”

  1. Zé Renato disse:

    Sarney quando não kaga na entrada kaga na saída, se não serve pra ele, ele estraga!!, Sarney é do tipo do animal texugo, quando encontra uma carniça, o animal defeca na carcaça pra ficar só pra ele. Não tem nenhuma diferença de Sarney, animal inundo, temido pelos outros animais, bicho maiores como leões, ursos tigre, não mexe com ele.Animal valente, não é covarde como Sarney, a unica diferença.

  2. Joao disse:

    Tem que abrir o olho até o branco com o sarney,ele destrói as coisas
    Que vai no rumo certo, não ver o lado de ninguém, só perseguição, quando ele vê a coisa ficando preta
    Ele usa artimanhas,o apoio dele ao governo qualquer que seja é para acobertar os maus feito, ainda tem
    Pessoas que admira,com todas lambança e apadrinhamento

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens