Fechar
Buscar no Site

Alcântara: o custo do Centro Espacial para as comunidades quilombolas

O Centro de Lançamento de Alcântara, no Maranhão, mudou a vida de dezenas de famílias quilombolas. Se antes moravam ao lado do mar e sobreviviam da pesca, a nova morada, nas chamadas agrovilas, está a 40 quilômetros da antiga residência. Hoje, compram o peixe – que chega na garupa de motos.

“Qual foi a divisa positiva que esse projeto trouxe para o Brasil?”, pergunta Sérvulo Borges, um dos moradores afetados.

O segundo maior Centro Especial de Foguetes do mundo nunca mandou um só satélite ao espaço. Este ano, o governo Temer retomou negociações para que os Estados Unidos usem a base.

Novos projetos ameaçam 400 pessoas das comunidades de Boa Vista e Manuma. Nessa última comunidade, vivem 71 famílias de remanescentes de escravos. Há 30 anos vivem um conflito territorial com o Centro de Lançamento de Alcântara. (Repórter Brasil)

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

3 respostas para “Alcântara: o custo do Centro Espacial para as comunidades quilombolas”

  1. Mandioca disse:

    Segundo maior centro de lançamento de foguetes do mundo?
    Cara, hoje eu tive a cereza de que tu tens merda, mas muita merda na cabeça mesmo.
    O Centro de lançamentos de Alcântara NÃO EXISTE.
    O CLA NUNCA lançou um foguete através da TMI, os Foguetes a serem Lançados, os ” famosos” VLS NUNCA foram disparados daquela base.
    A TMI só pode lançar foguetes de até 30 m com em puxo suficiente para levar 250 kgf de carga a uma altura máxima de 400 km. Ou seja : Não servem para nada.
    A mudança de planos para que os VLSs repotencializados leve ao espaço os micro foguetes não vai dar em nada.
    Em nenhum centro a a cada se lança foguetes de Torres Móveis.
    O antigo e extinto projeto Ciclone em Alcântara (nada a ver com o CLA) com parceria entre Brasil e Ucrânia pretendia colocar em órbitas acima de 4000 km cargas de até 3000kgf.
    Hoje existem pelo mono 100 centros experimentais maiores que o de Alcântara.

  2. Theos Winner disse:

    John, que pixotada cara? Eu sou físico nuclear e astrofisico, formado na Universidade de São Petersburgo – Rússia. Já trabalhei nas base de Laçamento de satélites de Baiconur(Cazaquistão), Andoya (Danmark) e estagiei em Kourou (Guyane Fran).
    Agora vem você me asseverar que o CLA é a segunda base del mundo? Cabo Canaveral e as supracitadas aqui, que posição ocupam?
    O grande problema da CLA, é que a geodésica foi generosa para com um povinho burro (dando-lhe uma vantagem aeroespacial), cuja inteligência e voltada só para roubar e nada mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens