Fechar
Buscar no Site

Carlos Brandão nega entrega do PSDB ao grupo Sarney para salvar Aécio

Em conversa com o editor do blog, o vice-governador e presidente do PSDB no Maranhão, Carlos Brandão negou que haja uma articulação – neste momento – para que o ministro e pré-candidato ao Senado José Sarney Filho entre no ninho tucano. Contudo, não descartou tal possibilidade.

Existe muita fofoca, mas ainda não vi falar nada a respeito de Sarney Filho no PSDB. A não ser que queiram cobrar essa fatura no Conselho de Ética. Tudo é possível!“, afirmou Brandão.

O Informante revelou com exclusividade que um pacote nacional vem sendo costurado em Brasília para a salvação do mandado do senador Aécio Neves, e que envolve a Comissão de Ética do Senado, presidida por João Alberto, aliado de José Sarney.

Além da costura nacional, para que o PSDB permaneça com Michel Temer, haveria uma tentativa de, no Maranhão, tirar o partido da base de apoio do Governo Flávio Dino e levá-lo para o grupo Sarney, em troca de todo esforço de João Alberto, na Comissão de Ética, para salvar Aécio Neves. O senador maranhense teria sido orientado para protelar o máximo que puder, na comissão, a análise do pedido de cassação de Neves.

Na tentativa de incluir o Maranhão no pacote, o ex-presidente José Sarney cogita, inclusive, segundo apurou O Informante, conseguir o partido para o filho Zequinha, pré-candidato ao Senado em 2018. “Zequinha precisa de um partido forte no Maranhão para essa disputa”, seria o mote do pretendido acordo.

O presidente do PSDB do Maranhão acha remota essa decisão ser tomada agora pelo senador Tasso Jereissati, presidente interino do PSDB. “Ele [Tasso] vai cuidar agora de se legitimar como presidente. Vai fazer a eleição do diretório nacional, pra eleger o novo presidente que deve ser ele. E aí sim, vai tomar as decisões futuras que estão pendentes. O Tasso não vai tomar decisões como interino. Nos estados do PA, PR, PB todos o PSDB é contra o PMDB“, declarou, ao blog, Carlos Brandão.

ACORDÃO AÉCIO, SARNEY, PSDB, JOÃO ALBERTO

O presidente do Conselho de Ética do Senado, João Alberto é aliado do ex-senador José Sarney que, por sua vez, é amigo de Aécio Neves. Aécio mantém, ao longo dos anos, uma sólida amizade com Sarney. No aniversário do político maranhense, comemorado no dia 24 de março, Aécio fez questão de comparecer e tirar fotos ao lado do velho amigo. Sarney, inclusive, votou em Aécio para Presidente da República. Os dois cultivam um excelente relacionamento pessoal e político e por isso, Sarney fará de tudo para livrar a cara do amigo tucano, a começar pedindo para João Alberto abafar o caso no Senado.

João Alberto já fez chegar a colegas que pedem a abertura do processo de cassação de Aécio Neves que não moverá uma palha até o Supremo decidir se prenderá ou não o tucano. Trata-se de uma estratégia para adiar o máximo possível atirar Aécio aos leões. Caso o Supremo Tribunal Federal decida pela prisão, ficará mais difícil para João Alberto manter-se sentado em cima do pedido de abertura do processo. Já se o STF o livrar Aécio da cadeia, aí é que o presidente do Conselho de Ética ficará ainda mais à vontade para não fazer o seu trabalho em prol da classe. A 1ª Turma do STF anunciou que iria julgar na próxima terça (20) o pedido de prisão do senador Aécio, feito pela PGR. O colegiado também vai examinar o recurso do tucano para retornar ao cargo, do qual foi afastado no dia 18 de maio.

O pedido de cassação de Aécio Neves foi protocolado pela Rede Sustentabilidade e pelo PSOL, com base na delação dos executivos da JBS. Na conversa, gravada no dia 24 de março deste ano e divulgada em 19 de maio, Aécio pediu R$ 2 milhões ao empresário para pagar advogados que fazem sua defesa nos inquéritos referentes à Operação Lava Jato. Pelo regimento do Senado, o presidente do Conselho de Ética, João Alberto, deveria emitir um parecer pela abertura ou arquivamento do processo em até cinco dias úteis.

Na época, Alberto alegou que não poderia responder sobre o caso porque o Conselho de Ética teria de ser reinstalado, já que o mandato dos senadores no colegiado estava vencido. O conselho foi reinstalado em 6 de junho, quando João Alberto foi reconduzido à presidência. O prazo para decidir sobre o caso Aécio venceu na terça-feira, 13.

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

6 respostas para “Carlos Brandão nega entrega do PSDB ao grupo Sarney para salvar Aécio”

  1. jonas vaquer disse:

    MORO EM LINHA DE RISCO: JUIZ SERÁ JULGADO DENTRO DE 15 DIAS EM PROCESSO QUE APURA ESCUTA DE CONVERSA DE LULA E DILMA. O juiz Sergio Moro terá 15 dias para apresentar defesa em processo disciplinar que apura sua conduta na autorização da divulgação de áudios do ex-presidente Lula em março de 2016, entre eles o de uma conversa com a então presidente Dilma Rousseff. O corregedor nacional da Justiça, João Otávio de Noronha, adiou o julgamento do processo para ouvir o juiz federal. Segundo informações Moro estaria apreensivo com o fato, pois o mesmo como todos sabem teve sua prática condenada pelo STF através do ministro Teori que na época era relator da operação Lava Jato na Suprema Corte.
    https://i0.wp.com/clickpolitica.com.br/wp-content/uploads/2017/05/moro-olhar.jpg?resize=652%2C408

    • Observador de corruptos disse:

      Senhor Jonas Vaquer:O juíz Sérgio Moro vai a julgamento porque porque fez um vídeo não autorizado…O Vídeo é aquele em que Lula denomina as mulheres do PT de GRELO DURO? _Ah , ia esquecendo, essa frase é sugestiva porque a esquerda odeia pessoas que ofendem mulheres indefesa…E aquelas denominadas de GRELO DURO não são indefesas?

  2. Mandioca disse:

    Via de regra os Bs dessas siglas significam BANDIDOS, ou seja, os Bs de PSDB, PC do B e PMDB evidenciam tratar-se de partidos de BANDIDOS.
    E o que dizer do B de Brandão? Ora, é o mesmo B de PSDB, PC do B ou PMDB, já que Brandão não passa de um relés ….
    Se a bosta do PSDB vai ficar com a quadrilha de Sarney ou com a quadrilha de Flávio Dino, seguramente não faz diferença nenhuma.
    Eu não tenho BANDIDOS de estimação, por isso quero que o Brandão ( Bundão para os íntimos), Sarney Filho, Madeira, Flávio Dino e outros vagabundos se …

  3. jonas vaquer disse:

    DEPUTADO DO DEM DIZ QUE FHC FUMOU “MACONHA ESTRAGADA”. ALBERTO FRAGA ATACOU O EX-PRESIDENTE POR MEIO DAS REDES SOCIAIS. O deputado federal e coronel da Polícia Militar Alberto Fraga (DEM-DF), presidente regional do partido, criticou o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso em série de tweets na quinta-feira (15). “Depois que FHC passou a defender a liberação da maconha, suas ideias não andam nada boas! O que ocorreu? Fumou e tava estragada. Só pode”, escreveu Fraga, no Twitter.
    O parlamentar também atacou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a quem chamou de “ladrão barbudo”.
    “FHC foi o responsável pela ascensão do Lula, não preparou a sucessão do seu governo e, agora, parece que quer trazer o ladrão barbudo de volta”, completou o parlamentar.
    https://fichacorrida.files.wordpress.com/2014/03/f3cb5-fhcthc.jpg

  4. jonas vaquer disse:

    LANTERNA DOS AFOGADOS: “AS TAREFAS DIFÍCEIS EU ENTREGO À EDUARDO CUNHA”, EXPLICA O INELEGÍVEL MICHEL TEMER.
    https://www.youtube.com/watch?v=iqPJD3vctj4

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens