Fechar
Buscar no Site

Sarney é citado em gravação que motivou prisão de Delcídio

Lobão-e-Sarney

O pedido do Ministério Público Federal (MPF) para prisão do senador Delcídio Amaral (PT-MS) foi baseado em um áudio gravado pelo filho de Nestor Cerveró, Bernardo, durante encontro com o parlamentar no Hotel Maksoud Plaza em São Paulo. De acordo com investigadores, o senador tentava obstruir o trabalho da Justiça ao se aproximar de pessoas investigadas na Lava Jato.

Uma gravação com 1 hora e 35 minutos revela como o líder do governo no Senado, Delcídio do Amaral ofereceu R$ 50 mil mensais ao ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró para que ele não fechasse acordo de delação premiada com o Ministério Público Federal. No diálogo ocorrido no dia 4 de novembro em um quarto do hotel Royal Tulip, em Brasília, o petista também propôs ao filho de Cerveró, Bernardo Cerveró, que, se o ex-diretor realmente optasse por um acordo com os procuradores da República, ele não o citasse.

O documento do MPF, já disponível na internet, afirma que Delcídio “prometeu movimentar-se politicamente para ajudar Nestor Cerveró e sugeriu que a família também procurasse Renan Calheiros e José Sarney. Segundo o MPF, Delcídio teria prometido movimentação política para ajudar a salvar Cerveró da cadeia.

Em outro trecho da gravação, o advogado de Cerveró, Edson Ribeiro,  pergunta se Delcídio pode pedir ao ex-senador José Sarney (PMDB-AP) que interceda junto ao Supremo Tribunal Federal (STF) para que livre seu cliente da prisão.

Ex-diretor da Petrobras no governo Fernando Henrique, Delcídio trabalhava em sua equipe com Cerveró e Paulo Roberto Costa. Quando o PSDB perdeu a eleição, Delcídio migrou para o PT. Paulo Roberto, de sua equipe, virou diretor e Cerveró foi para a área internacional da Petrobras.

Denúncias

Recentemente, Delcídio fora citado na delação do lobista Fernando Baiano. Segundo Baiano, Delcídio recebera US$ 1,5 milhão em propina nas negociações envolvendo a refinaria de Pasadena para utilizar em sua campanha eleitoral do ano passado. Delcídio disputou o governo de Mato Grosso do Sul e perdeu.

Foi graças a Bernardo Cerveró, filho de Nestor Cerveró, que o STF decidiu pela prisão de Delcídio na Lava Jato. Bernardo, que é ator e produtor artístico, foi procurado pelo senador petista e ouviu, sem contestar, a proposta de Delcídio para que Nestor Cerveró não o denunciasse numa colaboração premiada. Em troca, Cerveró teria fuga garantida do país e um “mensalinho” de R$ 50 mil. Bernardo gravou o encontro, em que a proposta criminosa foi feita, com Delcídio e passou o material ao Ministério Público.

Trecho em que Delcídio fala sobre a influência no Supremo e cita ministros como Dias Toffoli, Edson Fachin e Gilmar Mendes:

Delcídio: Agora, Edson e Bernardo, eu acho que nós temos que centrar fogo no STF agora. Eu conversei com o Teori, conversei com o Toffoli. Pedi pro Toffoli conversar com o Gilmar [Mendes], o Michel [Temer] conversou com o Gilmar também, porque o Michel tá muito preocupado com o [Jorge] Zelada E eu vou conversar com o Gilmar também.

Edson: Tá…

Delcídio: Porque o Gilmar, ele oscila muito. Uma hora ele tá bem, outra hora ele tá ruim, e eu sou um dos poucos caras…

Edson: Quem seria a melhor pessoa pra falar com ele? Renan [Calheiros], ou [José] Sarney?

Delcídio: Quem?

Edson: Falar com o Gilmar.

Delcídio: Com o Gilmar, não. Eu acho que o Renan conversaria bem com ele.

Edson: Eu também acho, o Renan. É preocupante a situação do Renan…

Delcídio: Eu acho que.. Mas por quê? Tem mais coisas do Renan? Não tem…

Com informações do Maranhão da Gente.

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

6 respostas para “Sarney é citado em gravação que motivou prisão de Delcídio”

  1. mandioca disse:

    E o Gilmar Mendes?
    E o Dias Tofolli?
    E os outros ministros do Supremo que ele citou alegando que iria pedir ajuda à eles?
    Ora, o Caboco para se livrar prometeu que ia falar com UM MONTE DE GENTE IMPORTANTE, dai, NÃO TER CITADO Flávio Dino.

  2. mandioca disse:

    Noticia que está saindo nos principais blogues de São Luís, numa demonstração inequivoca que LADRÃO DEFENDE LADRÃO.

    O secretário de Articulação Política, Márcio Jerry, resolveu sair em defesa do senador e líder do governo de Dilma, Delcídio Amaral (PT­MS), que foi preso na manhã de hoje (25), pela Polícia Federal acusado de conturbar as investigações da Operação Lava Jato.
    Através do Twitter, o secretário repostou matéria em que o ex-governador do Rio Grande do Sul, o petista Tarso Genro, questiona se a prisão do senador seria ‘ou solidez ou é fim do Estado de Direito’
    A atitude revela o posicionamento do comunista sobre a prisão de Delcídio. Fato bastante repugnante para quem se diz contra desvios de verbas públicas e demais ilegalidades.”

  3. HUDSON SALES disse:

    Só me esclareçam pq na edição do jornal pequeno do dia 26/11/2015 não falaram sobre a votação dos senadores maranhense, principalmente do Roberto Rocha….

  4. NILDE FRANCO disse:

    APAIXONADO POR SARNEY!

    Tanta informação interessante nessa matéria reproduzida e é a unica que cita Sarney.
    Vc se faz de esquecido dos outro nomes, fala serio, isso parece uma patologia.
    Não defendo esse pessoal mas já enche o saco o fato de tudo que acontece no Brasil vc culpa Sarney.
    Até briga de vizinho vc culpa Roseana ou Sarney.No seu mundo de critica só existe esssa familia?
    É muita paixão.
    Flavio Dino foi citado na operação da PF da saúde, vc não sabe nada disso?
    Os desmandos do Governo denunciados todos os dias, só vc finge não saber.
    Vamos fazer um trabalho serio, sei que vc sabe.

  5. Manoel Henrique Cardoso Pereira Lima disse:

    Nós, maranhenses, continuamos sem ter um senador de verdade. Realmente, votei nesse senhor na última eleição para o Senado. Decepcionei-me profundamente. Meu voto e de minha família ele não tem mais.

  6. falçao disse:

    O LULA DECLAROU A POUCO TEMPO NA TV QUE DILMA GANHOU A REELEIÇÃO COM UM DISCURSO E QUE GOVERNA COM OUTRO DISCURSO. QUER DIZER: ESSAS PROMESSAS DE CAMPANHA DE CANDIDATOS É PARA ENGANAR ELEITORES ANALFabetos politicamente. A MESMA COISA ACONTECEU AQUI NO MARANHÃO, FLAVIO DINO ENGANOU A TODOS OS ELEITORES ANALFABETOS ELEITORALMENTE COM O DISCURSO DA MUDANÇA, DA PÁGINA VIRADA, MAS DESDE QUE ASSUMIU O GOVERNO NÃO FAZ OUTRA COISA A NÃO SER ENGANAR população COM UMAS ATITUDES TOTALMENTE O INVERSO DO DISCURSO DE CAMPANHA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens