Fechar
Buscar no Site

Flávio Dino inaugura IEMA e entrega reforma de escolas

O governador Flávio Dino cumpre agenda no interior do Estado entregando obras de construção e reforma de escolas nas cidades de Axixá e Icatu, nesta segunda-feira (20). As solenidades contam, ainda, com a presença de secretários de Estado e autoridades locais.

Em Axixá, a partir das 8h30, o governador entrega o prédio do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (Iema). O prédio do Iema conta com laboratórios, salas de aula, auditório, refeitório, vestiários, quadra poliesportiva e banheiros, que atenderão aos alunos do ensino em tempo integral. Serão oferecidos cursos técnicos em Informática, Cooperativismo, Agricultura Orgânica e Eletrotécnica.

A obra recebeu investimento de R$ 2,5 milhões. A implantação da unidade integra o plano de expansão da rede e tem como objetivo melhorar a qualidade do ensino, além de oportunizar a formação técnico-profissionalizante aos estudantes maranhenses.

Em Icatu, a comunidade acadêmica recebe totalmente reformada e equipada a nova unidade do Centro Educacional Matias Costa. A escola estava desativada há nove anos e com a medida do Governo do Estado teve toda a estrutura recuperada e ampliada. A unidade ganhou, entre outras melhorias, mais duas salas de aula, salas de secretaria, de informática e banheiros.

A reforma do CE Matias Costa integra o programa de recuperação das escolas estaduais que vai beneficiar outros 59 prédios em mais 35 municípios. A cerimônia de entrega do prédio à população é a partir das 10 horas, no Povoado Itapera.

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

Uma resposta para “Flávio Dino inaugura IEMA e entrega reforma de escolas”

  1. Maria disse:

    Inaugurou esta escola, mas será que seu quadro de docentes está completo? Pois no Barbosa de Godois não, até quando eu ocuparei os blogs pra reivindicar isso que é uma necessidade se não tem nada rede chame os excedentes do concurso anterior o que não pode é a Seduc não dar nenhuma solução.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens