Fechar
Buscar no Site

Bolsonaro se contradiz sobre Base de Alcântara

Vontade de ampliar a cooperação e o comércio bilateral. Críticas ao socialismo e uma intenção conjunta de encontrar uma solução definitiva para a crise na Venezuela. Esses foram os principais pontos do pronunciamento feito à imprensa pelos presidentes do Brasil, Jair Bolsonaro, e dos Estados Unidos, Donald Trump, em Washington nesta terça-feira (19). Ao longo das últimas horas, a Lupa acompanhou de perto declarações dadas por ambos em decorrência da realização desse encontro bilateral. Confira, a seguir, o resultado das checagens:

“Na vertente da defesa e da cooperação espacial, assinamos o acordo de salvaguardas tecnológicas, o que viabilizará o Centro de Lançamento de Alcântara”
Jair Bolsonaro, presidente do Brasil, em pronunciamento feito em conjunto com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, em 19 de março de 2019

CONTRADITÓRIO

Embora agora defenda o lançamento comercial de satélites americanos na base de Alcântara, no Maranhão, em 2001, quando era deputado federal, Bolsonaro votou contra acordo semelhante.

Em 31 de outubro daquele ano, a Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional da Câmara analisou um relatório do deputado Waldir Pires. O texto defendia a aprovação de um entendimento entre os dois países para uso da base. Bolsonaro foi o único parlamentar a se posicionar contra o acordo. “Louvo a competência do Deputado Waldir Pires, mas por outras razões que, no momento, preservo-me de citar, voto contrariamente ao projeto”, disse, na ocasião.

No mês anterior, Bolsonaro também havia criticado a ideia em discurso realizado no plenário da Casa. “O senhor Geraldo Quintão [ministro da Defesa na época] sustentou o tempo todo a posição, própria do seu governo e do governo americano, de que deveríamos abrir mão de parte da nossa soberania para ganharmos alguns milhões de dólares por ano, não alugando o Centro de Lançamento de Alcântara, mas, na verdade, alienando-o.” Ao finalizar, citou uma frase do ex-presidente americano George Washington: “Não pode haver maior erro do que esperar favores reais de uma nação a outra.”

Procurada, a assessoria de Bolsonaro informou que o presidente não comentaria a checagem. Agência Lupa

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

3 respostas para “Bolsonaro se contradiz sobre Base de Alcântara”

  1. Abelardo disse:

    Até parece que os palhaços do lula, FD e outros da esquerda, depois que foram para o executivo, nunca mudaram de opinião. Político e uma metamorfose ambulante. Ainda mais quando deixa de ser pedra e vira vidraça. Quantas incoerências o buchudo não já protagonizou? E isso é pior do que mudar de opinião. Menos, muito mesnos. Olhem primeiro para o rabo de vocês antes d falar do rabo alheio.

  2. Aston Beckman disse:

    Será se Eduardo ou Dudinha Bolsonara tem algum bofe ianque? Ele, do baixo da sua subserviência, perante Donald Trump, derreteu-se: “Faltava um carinho do Brasil aos Estados Unidos”. Cabra sem vergonha,!
    Agora que o pai articula para entregar o CLA de Alcântara-MA. Até hoje a famiglia BolsoNazi comemora a possibilidade do Brasil se tornar o “jeguinho” da OTAN. Dentro da própria Aliança, já há muitas correntes contrárias.
    Pelos nossos recursos militares e pela tradição beligerante pífias; na verdade, os estadunidenses querem o Bras hiil apenas como uma TOCAIA para, a partir do território nacional, eles, os norteamericanos, poderem sufocar as nações latino-americanas, ideológicamente, mais à esquerda!

  3. Francisco disse:

    Mais contradição que tu … cutrim não existe. Ontem, anticomunista, antilula (de acordo com a tua orientação religiosa, luterana, Calvinista, assembleiana, pro americana, antilula, anti nossas raízes católicas e portuguesas) mas o deus de vocês é o dinheiro. Por isso tudo vende a mãe por dinheiro. Apoiar canalhices comunistas, eu tô é o tonto do flaviodino confiar em ti. Vocês se merecem!

    Resposta: Esperando você dizer que no texto tem mentiras (deve saber bem que mentir é pecado, não é?!). E outra, assim como fiz críticas ao Lula, faço também ao Bolsonaro. Não pode? Se você não sabe, votei em Ciro e estou cada dia mais convicto de que fiz opção correta diante das opções nefastas que tinham (Haddad e Bolsonaro). Outra, Flávio vota em quem quiser e eu voto em quem quiser. Eu tenho minha opinião e ele tem a dele. Cada um com a sua. Agora se vc tem o costume de só falar, pensar e reverberar o que teus chefes mandam, lamento por ti.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens