Fechar
Buscar no Site

A primorosa campanha de publicidade da Assembleia Legislativa contra o assédio, violência e feminicídio

A propaganda institucional que a Assembleia Legislativa do Maranhão produziu contra o assédio e o feminicídio (veja no vídeo acima) é uma obra prima não só pela qualidade no conteúdo e na forma, mas por abordar um dos temas mais importantes da atualidade, a temática contra a violência às mulheres.

A campanha publicitária, que não fica atrás das produzidas por grandes agências do país, é de autoria da Diretoria de Comunicação da Assembleia, comandada pelos jornalistas Edwin Jinkgins, Silvia Tereza e uma equipe de comunicação de primeira linha. Méritos, sobretudo, ao presidente Othelino Neto, que coloca em pauta um assunto de grande importância para a sociedade.

Presidente Othelino Neto ao lados dos jornalistas Edwin Jinkings e Sílvia Tereza

A Assembleia Legislativa do Maranhão sensível à crescente onda de violência que tem vitimado, a cada dia, mais mulheres no Brasil, lança esta campanha publicitária que serve não apenas de alerta, mas, principalmente, com o objetivo de promover o empoderamento das mulheres, mostrando que elas ocupam posições de destaque na sociedade, quer seja nos seus ambientes ou no seio familiar”, afirmou o diretor de Comunicação da Assembleia, jornalista Edwin Jinkings.

A campanha está no ar com um vídeo e spot de 60 segundos, que estão sendo veiculados em emissoras de televisão e de rádio em todo o Estado. O projeto conta com o apoio do Grupo de Esposas de Deputados (Gedema) e da Procuradoria da Mulher.

Chega de abuso! Chega de assédio! Chega de feminicídio! Essas são as principais frases de efeito que impulsionam a campanha, incentivando as mulheres vítimas de violência a darem um basta na relação com seus agressores, denunciando-os aos meios competentes.

Mulheres que lideram equipes, mulheres empresárias, policiais, mulheres que trabalham e estudam, são mães e cuidam da família. O importante papel de destaque feminino na sociedade também está presente no VT da Alema. A abordagem da campanha impõe um basta à violência e também destaca que mulheres merecem respeito.

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens