Fechar
Buscar no Site

Michel Temer e PT tentam demover o centrão de apoiar Ciro Gomes

Alvo comum Ciro Gomes (PDT) conseguiu o improvável: colocou Michel Temer e o PT militando por uma mesma causa. O flerte de partidos do centrão com o pedetista levou o presidente a se engajar pessoalmente na tentativa de demover siglas como o PP e o DEM de embarcarem na candidatura do presidenciável que o chama de “quadrilheiro”. O PT fez o mesmo. Procurou dirigentes do Progressistas, do PSB e do PR para falar contra uma aliança com Ciro. Resultado: o movimento na direção dele refluiu.

Por mim Temer falou sobre o assunto com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), cacique do DEM. Ele ainda mandou seus ministros avisarem aos aliados que, para o Planalto, “qualquer um, menos Ciro”.

Autopreservação Os petistas estiveram com o presidente do PP, Ciro Nogueira, com o PSB e com Valdemar Costa Neto, mandachuva do PR. Sem Lula, temem que Ciro colha votos no eleitorado do PT, prejudicando o plano B da sigla.

Saída pela direita Nesta quarta (11), Valdemar recebeu uma procissão de políticos em Brasília. Esteve com Cid Gomes, irmão e articulador de Ciro, com dirigentes do Podemos, partido de Álvaro Dias, e com Jaques Wagner, do PT.

Saída pela direita 2 O cacique do PR deixou os interlocutores com a impressão de que tende mesmo a fechar com Jair Bolsonaro (PSL). Ele chegou a dizer a integrantes de seu partido que a ascensão de conservadores é uma tendência mundial e que com Bolsonaro tem mais chances de ampliar a bancada no Rio e em SP.

Voltei O ataque especulativo a Ciro Gomes gerou dividendos para Geraldo Alckmin, o presidenciável do PSDB. A cúpula do DEM voltou a piscar para ele, assim como a do PP.

Pela culatra A ala do DEM que é pró-Alckmin disseminou a tese de que não se deve minimizar a capacidade de Lula de transferir votos para um petista, o que minaria as chances de Ciro crescer no Nordeste.

Ordem dos fatores Esse grupo argumenta que, considerando que é improvável dois nomes da esquerda chegarem ao segundo turno, melhor fortalecer Alckmin para evitar que um petista passe à etapa final contra Bolsonaro, que tem alto índice de rejeição.

Envergou Dirigentes do PSDB voltaram a procurar Álvaro Dias (Podemos) para oferecer a vice na chapa presidencial de Geraldo Alckmin. Esses tucanos dizem que, antes avesso a qualquer conversa, Dias começou a dar sinais de que topa discutir o assunto.

Dança da solidão O principal argumento dos tucanos é o de que não vale a pena Dias se arriscar na campanha se for para caminhar sozinho, sem uma sigla que o apoie.

Pela fé A cúpula do MDB diz acreditar que Henrique Meirelles ainda pode fazer aliança com algum partido da base de Michel Temer antes do fim das negociações de alianças. Uma das legendas que está no radar é o PRB.

Pela fé 2 Meirelles esteve há poucos dias com o presidenciável do partido, Flávio Rocha, que é pressionado a desistir do pleito. Os emedebistas dizem que, hoje, um pastor seria o vice ideal para o ex-ministro da Fazenda.

Febre de 40ºC Sintoma do barata voa que se instalou na política, um dirigente do PSDB foi sondado por um integrante do Planalto sobre a montagem de uma nova chapa, que unisse todo o centro na corrida presidencial: Fernando Henrique Cardoso e Nelson Jobim de vice.

Diga-me Integrantes da Procuradoria-Geral da República pediram detalhes sobre o plano e o cronograma de implantação do Sistema Único de Segurança Pública, que entra em vigor nesta quinta (12), ao ministério da área. Procuradores querem saber como será a implementação nos estados.

No embalo O Ministério Público Federal aproveitou para sugerir a criação de um sistema que unifique dados sobre apreensões de explosivos e acessórios para bombas.


TIROTEIO

Mesmo com a forte concorrência no Planalto, o apetite do secretário-geral de Temer rende um Guiness da imoralidade

Do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), sobre a pressão do ministro Ronaldo Fonseca para nomear pessoas sem qualificação

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens