Fechar
Buscar no Site

Valter Cantanhede é um dos candidatos favoritos na chapa de Lahesio Bonfim

Valter Cantanhede, candidato a deputado estadual pelo PSC, acompanha o crescimento da campanha de Lahesio Bonfim


O jovem empresário Valter Cantanhede, líder do Coletivo Maranhão Bolsonar, é um dos candidatos favoritos na chapa de Lahesio Bonfim, candidato do PSC ao Governo do Maranhão.
Valter Cantanhese, que foi candidato a vereador em São Luís nas eleições municipais de 2020, acredita que as urnas de 2022 vão trazer muitas e boas surpresas para o povo do Maranhão. Para ele, o próximo governador do Estado vai ser Lahesio Bonfim (PSC), ex-prefeito do município de São Pedro dos Crentes.
No início de 2022, Valter Cantanhede saiu pré-candidato ao Senado. Declinou da pré-candidatura em favor do senador Roberto Rocha (PTB), que anunciou que irá disputar a reeleição. Agora, Cantanhede está decidido a disputar vaga na Assembleia Legislativa do Estado, abrigado no Partido Social Cristão (PSC).
Ele resolveu acompanhar Lahesio na peregrinação por todas as regiões do Estado e não esconde de ninguém suas convicções: “Nosso coração é anticomunista. Nós somos conservadores. Nós somos tradicionais. Nós somos pessoas cristãs”.
Nessas caminhadas, o candidato a deputado estadual tem em mente a imagem de seu pai: um bancário e sindicalista que fez parte da história recente do Maranhão. Trata-se de Valter Eloi Cantanhede, homem de origem humilde, que nasceu em São Luís no dia 1º de dezembro de 1938.
Filho de Otacília Amorim Cantanhede, Valter Eloi casou em 1962 com Odete Bastos Cantanhede. Nessa ocasião, ele era ajudante de pedreiro, e Odete ensinava lições de casa a crianças da vizinhança. Eles levavam uma vida bem humilde com os filhos, morando em uma casa de taipa na Rua Creme, no Bairro Belira, e tinham parentes na Rua 21 de Abril, na Vila Passos. E foi assim a vida deles durante os primeiros anos de casamento.
Quatro anos depois de casado, Valter Eloi conseguiu, em 1966, aprovação em concurso público para ingresso no Banco do Estado do Maranhão. Começou como escriturário, foi crescendo na carreira e chegou a ser gerente geral do BEM. Criou a Associação Atlética do Banco do Estado, com sede na Forquilha, onde nasceu o famoso Campeonato dos Bancários.
Depois, criou a Associação dos Aposentados e Pensionistas da Capof, depois de ter sido várias vezes diretor da Caixa de Aposentadoria dos Servidores do BEM. Também fundou e foi o primeiro presidente da APC, que funcionou na Rua do Egito, e depois no Palácio dos Esportes. Foi também um atuante filiado do Sindicato dos Bancários do Maranhão.
Valter Eloi Cantanhede teve seis filhos com a esposa Odete, que faleceu em 1998, aos 56 anos de idade, vítima de complicações de um aneurisma cerebral. Depois de viúvo, Valter Eloi, aos 62 anos, casou de novo, formou uma nova família e pôde assistir ao nascimento de mais dois filhos. Vítima da Doença de Alzheimer, faleceu aos 82 anos, no dia 31 de maio de 2021.

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens