Fechar
Buscar no Site

Afonso Manoel é autor da lei que cedeu área do Papódromo para a Arquidiocese de São Luís

Afonso Manoel, em sua trajetória política, tem sido um grande apoiador do movimento de evangelização no Maranhão


As celebrações dos 30 anos da visita do Papa João Paulo II ao Maranhão serão realizadas no mais novo santuário religioso de São Luís: o Parque São João Paulo II, construído pelo Governo do Estado na área do Aterro do Bacanga.
Este novo espaço público visa manter viva a memória da visita do Papa João Paulo II ao Maranhão, realizada em outubro de 1991.
E esse processo foi iniciado em 2007, quando o então governador Jackson Lago sancionou a lei, originária de um projeto do então deputado estadual Afonso Manoel, que cedeu o espaço para a Arquidiocese de São Luís.
Ao longo dos últimos anos, tanto como deputado quanto como vereador Afonso Manoel lutou bravamente ao lado do Terço dos Homens para a revitalização do local. Missas foram celebradas e mutirões realizados para urbanizar a área, mas finalmente o Governo do Maranhão decidiu assegurar um novo espaço público para o povo do Maranhão, além de todos aqueles que quiserem conhecer e relembrar a histórica visita do Papa João Paulo II a São Luís.
As obras de construção do Parque São João Paulo II ficaram sob a coordenação do Governo do Estado, que transformou o local em uma ampla área do culto religioso, assim como da prática esportiva, desenvolvimento de atividades culturais e também de geração de renda.
Agora, o Parque São João Paulo II, além de atrair turistas e visitantes, pode também ser um centro de atração mundial, uma vez que pessoas do mundo todo podem fazer romaria para conhecer o local em que São João Paulo II celebrou uma missa histórica na manhã do dia 14 de outubro de 1991.
Afonso Manoel comemorou muito a entrega do Parque São João Paulo II, uma vez que está revitalizada uma área tão importante para os católicos do mundo todo.
Em 2007, o então governador Jackson Lago acatou a proposição apresentada por Afonso Manoel e garantiu a cessão por 20 anos do Papódromo à Arquidiocese de São Luís. E nos últimos dois anos, já no governo Flávio Dino foi renovada por mais 20 anos a cessão deste espaço.
É necessário ainda frisar a importância de três pessoas que foram fundamentais para a revitalização desse espaço: o então arcebispo de São Luís, Dom Belisário; o diretor espiritual do Terço dos Homens, Padre Clemilton Ferreira e o ex-diretor-presidente do Terço dos Homens, Edmilson Santos, que faleceu em decorrência da Covid-19, mas foi um grande lutador para a conclusão desse projeto.

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens