Fechar
Buscar no Site

Antônio Guimarães disputa vaga de Sálvio Dino na Academia Maranhense de Letras

Antônio Guimarães de Oliveira é professor, pesquisador e membro do Instituto Histórico e Geográfico do Maranhão


O professor Antônio Guimarães de Oliveira, pesquisador e membro do Instituto Histórico e Geográfico do Maranhão (IHGM), solicitou inscrição para disputar a cadeira nº 32 da Academia Maranhense de Letras (AML), vaga devido ao falecimento do ex-deputado estadual Sálvio Dino, pai do governador Flávio Dino.
No IHGM, Antônio Guimarães ocupa a cadeira nº 9 como sócio efetivo, que tem como patrono o historiador Bernardo Pereira de Berredo e Castro.
Nascido no povoado Lago Limpo, município de Lago Verde, Antônio Guimarães de Oliveira é professor da rede pública, lecionando História, Filosofia e Ética. É especialista em Educação Ambiental pela Fundação Getúlio Vargas.
Sócio efetivo do Instituto Histórico e Geográfico do Maranhão (IHGM), ocupando cadeira nº 9. Membro da Academia Poética Brasileira e da Associação Maranhense de Escritores Independentes – AMEI.
Livros publicados: O Algodão no Mearim; O Parto da Insônia; O Arquivista Acidental; Algodão: Ouro Branco (Tempo e Espaço); A Fuga do Perfume; Estação Ecológica “Sitio do Rangedor”: Uma Proposta Educacional; São Luís: Memória e Tempo; São Luís em Cartões Postais e Álbuns de Lembranças; Pregoeiros & Casarões; Becos & Telhados; Pêndulos & Fiéis e Pancadas na Alma.
Livros a publicar: A Luz; O Homem; Gurupi e Sua Aldeia; Insurreição no Arquivo; Adagas & Punhais; Sobrados & Palacetes; Sítios & Chácaras; Rapazinhos & Capitães; Extermínios & Dois; O Físico e o General; Pedreiros & Faiscadores; Solidão & Cárcere; Raiz & Prefácio; Mariposas & Rufiões; O Senhor da Razão; Estações & Trens; Última Pedra; Babilônia & Sião; Massada & Álamo; Chão Descoberto; Sociedade de Ombros Vencidos; Tribos & Aldeias; Gaiolas nos Dedos e Os Sete Rosados do Apocalipse.

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens