Fechar
Buscar no Site

Othelino fortalece Assembleia no Maranhão e amplia cacife para 2022

1º de janeiro de 2019 – Momento histórico: O deputado Othelino, investido no cargo de presidente da Assembleia, declara Flávio Dino empossado no novo mandato de governador

Analistas vêem Othelino como um dos parlamentares que mais ganham projeção para próximos embates políticos no Estado

A contar do dia 1º de fevereiro, data do início da nova legislatura, o deputado Othelino Neto (PCdoB) vem destacando-se como protagonista de episódios marcantes na política do Maranhão.

Ele começou o ano de 2019 à frente de uma cena histórica: na condição de presidente da Assembleia Legislativa, deu posse a Flávio Dino em seu segundo mandato de governador do Estado.

Em seguida, no dia 1º de fevereiro, Othelino, muito jovem, aos 43 anos, conseguiu ser eleito presidente da Assembleia com o voto unânime de todos os 42 deputados.

De lá para cá, Othelino vem costurando a ideia do Novo Parlamento, com a enfática defesa da independência e harmonia entre os Poderes e marca o cotidiano de sua atuação inspirado em valores como a ética, a transparência e a moralidade.

Quem costuma frequentar a Assembleia Legislativa percebe que há uma vontade firme do Parlamento estadual no sentido do resgate do crédito público que recebeu no pleito de 2018.

A Mesa Diretora, sob a atuação do deputado Othelino, não tem medido esforços no sentido de prover tudo o que necessário se faça para um desempenho moderno e eficaz da Casa do Rangedor.

Os deputados se cruzam e entrecruzam em febril atividade tanto no plenário quanto nas comissões técnicas, dentro daquele espírito público que o povo de há muito reclamava.

Temas os mais diversos são levados ao plenário e os parlamentares se sucedem na defesa de suas regiões, de sua gente, da cidadania e dos direitos da coletividade.

O deputado Othelino está convencido de que o Maranhão vive um novo momento político, especialmente no relacionamento estabelecido entre as principais instituições do Estado.

“O Maranhão hoje é um exemplo para o Brasil, no que diz respeito ao equilíbrio entre os Poderes: Poder Executivo, Poder Legislativo e Poder Judiciário. Há uma relação harmônica entre estes Poderes, como deve ser, como estabelece a Constituição Federal, com cada um cumprindo com o seu papel”, afirma, em tom enfático.

Nas eleições de outubro de 2018 Othelino obteve votação expressiva (60.386 votos), assegurando-lhe a reeleição como o quinto deputado estadual mais votado.

Reconhecido por líderes governistas e oposicionistas como um dos grandes articuladores políticos da atualidade e mestre nos bastidores, Othelino conseguiu, também, de uma forma surpreendente e supertranquila, assegurar sua reeleição para permanecer como presidente da Assembleia até 31 de janeiro de 2023.

Desta forma, ele elevou o seu poderio no comando do ‘Poder Rangedor’, com um cacife muito maior para sentar à mesa dos debates de 2022.

Aliado de plena confiança de Flávio Dino, com a imagem leve, estilo calmo e agregador, ninguém se espante se Othelino surpreender mais uma vez e conquistar o apoio do grupo político liderado pelo governador para uma das vagas majoritárias em 2022, caso decida mais à frente tentar viabilizar o seu nome.

Vale lembrar: Othelino realizou com sucesso em São Luís, no final do mês de março, o 3º Encontro de Presidentes de Assembleias Legislativas dos Estados do Nordeste – o ParlaNordeste. O evento contou com a presença dos presidentes das Assembleias Legislativas do Piauí, Themístocles Filho (MDB); da Bahia, Nelson Leal (PP); do Ceará, José Sarto (PDT), e da Paraíba, Adriano Galdino (PSB). Três deputados estaduais do Ceará – Acrísio Sena, Walter Cavalcante e Daniel Oliveira – também participaram do ParlaNordeste Maranhão 2019.

Importante lembrar também: com a viagem de Flávio Dino a Londres, Othelino assumiu o Governo do Maranhão em 16 de maio passado, permanecendo dois dias no cargo. Ele chegou ao Palácio dos Leões por meio de um gesto político do vice-governador Carlos Brandão, que se licenciou para tratar de interesses particulares, sem remuneração.

A licença ocorreu em meio ao período em que Brandão estaria no exercício da interinidade do governo, em razão da viagem de Flávio Dino para participar, como palestrante, na London School of Economics and Political Science, no Brazil Forum UK 2019.

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens