Fechar
Buscar no Site

Organizadores da Tóquio 2020 recebem chama olímpica a portas fechadas

Chama Olimpica é acessa

Os organizadores da Tóquio 2020 receberam a chama olímpica em uma cerimônia reduzida em Atenas nesta quinta-feira, em meio à proliferação do novo coronavírus que gerou dúvidas em relação ao evento. Em uma rápida cerimônia fechada ao público no Estádio Panatenaico, local dos primeiros Jogos modernos, em 1896, a tocha foi recebida pela ex-nadadora olímpica Naoko Imoto, representante do comitê da Tóquio 2020.

A chama chegará ao Japão na sexta-feira e inicia sua jornada doméstica em 26 de março. A previsão é que a Olimpíada aconteça entre 24 de julho e 9 de agosto. A escala de proliferação do coronavírus, que já infectou mais de 200 mil pessoas e deixou ao menos 8.700 mortos ao redor do mundo, obrigou o cancelamento de inúmeros eventos esportivos, elevando as preocupações sobre os planos para os Jogos.

Sem mudanças O Comitê Olímpico Internacional (COI) e o governo japonês, no entanto, insistem que tudo seguirá como planejado. O chefe do Comitê Olímpico da Grécia, Spyros Capralos, entregou a tocha acesa a Imoto diante de arquibancadas vazias dentro do estádio com capacidade para abrigar 50 mil pessoas. A chama então foi transferida para um pequeno recipiente, no qual viajará até o Japão a bordo de uma aeronave especial chamada “Tóquio 2020, vá”.

Poucas dezenas de autoridades foram permitidas no estádio de grego, já que o país impôs medidas de restrição para conter a propagação do vírus. O chefe da Tóquio 2020, Yoshiro Mori, disse em uma mensagem gravada que espera que a chegada da chama ajude a “espantar as nuvens escuras que pairam sobre o mundo”.

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens