Fechar
Buscar no Site

JEMs incentiva relações fraternas

Os Jogos Escolares Maranhenses – JEMs vão além da disputa, da interação dos atletas e do amor ao esporte. Em meio aos jogos acirrados de cada fase, há espaço para um outro tipo de sentimento: o carinho fraternal entre treinadores e seus atletas.

Atletas do Colégio Liceu Maranhense com o treinador Paulo Aguiar

No último domingo (11), em que se comemorou o Dia dos Pais, as atletas do time de vôlei infanto feminino, do Colégio Liceu Maranhense de São Luís, provaram desse sentimento fraternal, com a presença do segundo pai, o técnico da equipe. As jogadoras deram uma pausa nas comemorações familiares para estarem em quadra para jogar e homenagear quem as conhecem enquanto atletas, como suas fraquezas e pontos fortes, exatamente como qualquer pai.

Para a atleta Ana Campos, falar da relação com o treinador Paulo Aguiar sempre rende olhos marejados de lágrimas e um orgulho pulsando no coração.

“Paulo é mais que um treinador, ele representa nosso segundo pai. Sempre está ali pronto a nos ajudar e ensinar. Sempre me incentivou a continuar no esporte e hoje a minha homenagem vai também para ele”, disse Ana Campos.

“São todas minhas filhas e eu quero o melhor para elas”. É assim que o técnico, Paulo Aguiar, vê as atletas do time que ele treina há mais de dois anos. Entre a rotina dos treinos, ele contou que mais que táticas de esporte, ele também orienta, dá puxões de orelha e se diverte com as meninas.

“Entrei nesse universo de ser pai biológico há apenas três anos, mas já exercia essa gratificante ‘função’ há pelo menos 8 anos à frente dos times masculinos e femininos da modalidade de vôlei do Colégio Liceu, e em todos esses anos sempre tenho boas lembranças de todos os atletas, alguns já até estão formados”, explicou o técnico com um olhar saudoso”.

Esse Dia dos Pais teve um sabor a mais, o sabor da vitória em quadra. O time das atletas de vôlei infanto feminino do Colégio Liceu Maranhense venceu, de 3 sets a zero, o time da Escola Tarquínio Lopes, do município de Carutapera.

 

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens