Fechar
Buscar no Site

Cruz Vermelha do Maranhão recebe comissão do Consulado da França

Rodrigo Maranhão Pinheiro, Emerson Andrade, Jenifer Coelho, Hugues Fantou, cônsul geral da França, e presidente da Cruz Vermelha, Carlos Antônio Alberto Rangel (Foto: J. Roberto)

Na tarde do dia 29 de abril deste ano, uma quinta-feira, a delegação da Cruz Vermelha do Estado do Maranhão, tendo como presidente da instituição Carlos Antônio Alberto Rangel, convidados e conselheiros Darlan Frazão Guimarães, empresário do ramo da educação; Antônio Noberto, turismólogo, escritor e pesquisador da história da França; Juciany Tavares Coelho, secretária da Cruz Vermelha; Simão Cireneu, guia turístico e professor de francês; os cerimonialistas Janete Costa Carvalho, turismóloga, tradutora juramentada, intérprete pública comercial de Francês e professora de língua e literatura do Iema; Rafael Maranhão Mora Estrada; e o organizador e mediador do evento o diretor de relações públicas e de parcerias da Cruz Vermelha/MA, Rodrigo Maranhão Pinheiro, empresário e presidente do Instituto de Direito Público, Desenvolvimento e Inovação-(IDPDI); receberam com muito entusiasmo e respeito os membros da delegação consular francesa, Hugues Fantou, cônsul geral da França; Jérémie Faucon, vice-cônsul da França; e o secretário Matheus Vieira de Carvalho. Na ocasião, o evento aconteceu na casa dos anfitriões Emerson Andrade, publicitário; e Jennifer Coelho, estilista de costura com premiação pela Chanel Paris, localizada no bairro do Calhau, em São Luís.

Conforme os organizadores do evento, o objetivo foi de discutir os novos horizontes para atividades consulares honorárias e revitalização da Aliança Francesa no estado do Maranhão. Para tanto, Ana Karin Dias de Andrade Almeida, presidente do Instituto Mulheres Solidárias, embaixadora da Paz pela ONU, com larga experiência profissional administrativa e de relacionamento com entidades consulares e diplomáticas de vários países, teve uma conversa muito produtiva com cônsul geral da França, Hugues Fantou, sobre os desafios e dificuldades de direção, gestão e comando destas instituições como, também, soluções para comunidade francesa em geral, turismo, desenvolvimento sustentável, negociações e relações bilaterais entre França e Brasil, entre outros tópicos de suma importância para a região. Ao final, o diálogo foi positivo com a possibilidade de uma segunda rodada de conversa para aprofundar as questões abordadas e demais possibilidades de cooperação. 

O encontro sinalizou uma nova etapa e perspectiva diplomáticas, pelo qual esta primeira visita constituiu sem dúvida, um atual marco na busca e no fortalecimento dos laços franco-brasileiros. Não somente no plano histórico, cultural, educacional e social, mas no que diz respeito ao consular, diplomático, econômico e tecnológico, tendo em vista as relações excepcionais e laços de amizade proporcionarem a união desses países, já que remontam a tempos imemoriais, sendo a França um aliado incontestável do Brasil. 

Esse espaço de abertura de diálogo com entidades diplomáticas francesas e de outros países trará enorme benefícios para Cruz Vermelha Nacional. Podem se firmar convênios e parcerias de extrema utilidade para todas as unidades presentes no território nacional. Desta forma, prezar-se-á pela consecução de suas missões, valores e objetivos humanitários.

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens