Fechar
Buscar no Site

Segurança do Maranhão sobe em ranking nacional e chega à 4ª melhor posição

Maranhão tem ampliado investimento na área de Segurança

A Segurança Pública do Maranhão tem reduzido anualmente os crimes desde 2015, quando foi colocada em prática uma nova estratégia no Estado. Esses avanços têm sido reconhecidos no Brasil, a exemplo do recém-divulgado Ranking de Competitividade dos Estados, feito pelo Centro de Liderança Pública (CLP).

O índice é composto por vários pilares. Um deles é a Segurança. Nos últimos três anos, o Maranhão tem subido diversas posições nessa categoria.

Em 2018, o Maranhão ocupava a décima posição. Em 2019, subiu para oitavo. E na edição de 2020, subiu mais quatro degraus, chegando ao quarto lugar entre os 26 Estados e o Distrito Federal.

RESULTADOS

O Maranhão vem colhendo bons resultados desde 2015 no combate ao crime. O mais recente Atlas da Violência mostra, por exemplo, que os homicídios continuam caindo no Maranhão. Desta vez, a queda foi de 9,5% entre 2017 e 2018. O Atlas é elaborado pelo Ipea e pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

Entre 2008 e 2014, os assassinatos no Maranhão aumentaram ano a ano, de acordo com o Atlas da Violência, até chegar à taxa de 35,3 homicídios a cada 100 mil habitantes.

De 2015 para cá, a taxa vem caindo anualmente, chegando a 28,2 por 100 mil habitantes em 2018. Os números de 2019 não estão prontos ainda e serão divulgados no ano que vem.

A queda entre 2015 e 2018 contrasta com o aumento vertiginoso verificado antes desse período. A taxa tinha aumentado 75%. Só em 2015 começou a cair.

SÃO LUÍS

Outros números confirmam a queda da criminalidade. Os homicídios na Grande São Luís caíram 72% em 2019 na comparação com 2014. São 1.930 vidas salvas na Grande Ilha neste período. Na comparação entre o primeiro semestre de 2014 e o de 2020, a queda é de 66%.

São Luís é a capital brasileira que mais reduziu homicídios desde 2014. A capital também deixou em 2017 a lista das 50 cidades mais violentas do mundo, segundo estudo da organização de sociedade civil mexicana Segurança, Justiça e Paz.

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens