Fechar
Buscar no Site

Parceria entre TJMA e Maxtec garante empregos a apenados e egressos do sistema prisional

O TJMA e a Maxtec garantem empregos às pessoas beneficiadas pela parceria

O Poder Judiciário do Estado do Maranhão (TJMA) e a Maxtec Serviços Gerais e Manutenção Industrial Eireli iniciaram, há quatro anos, uma das melhores e mais produtivas parcerias para o desenvolvimento estadual do Programa ‘Começar de Novo’. Uma política pública inovadora que garante resultados eficazes no contínuo processo de ressocialização e reintegração social de pessoas em situação de prisão e egressas do sistema prisional.

65% das vagas de empregos do Centro de Tratamento de Resíduos do Maranhão (CTR), gerido pela Maxtec, já chegaram a ser ocupadas por colaboradores oriundos dessa parceria. Mais do que empregos formais, direitos trabalhistas e salários pagos em dia, a parceria garante a transformação de pessoas e suas famílias por meio do acesso ao mercado forma de trabalho, que melhora a autoestima e os valores éticos de dezenas de jovens e adultos.

O CTR da Maxtec revolucionou a gestão de resíduos poluentes no Maranhão

Vale lembrar que, com processo tecnológico genuinamente maranhense, o CTR revolucionou a gestão de resíduos poluentes no Estado. Em agosto, o CTR atingiu a marca de mais de dois milhões de toneladas de resíduos infecto contaminantes incinerados. O diretor comercial, Robert Max, afirma que a Maxtec vem garantindo sustentabilidade ambiental na capital e uma nova vida às pessoas beneficiadas pelo ‘Começar de Novo’.

“A parceria da Maxtec com o Poder Judiciário do Maranhão está construindo uma nova realidade às pessoas atendidas pelo Programa Começar de Novo. São apenados e egressos do sistema prisional que hoje estão reconstruindo suas vidas, reintegrados ao mercado de trabalho e a uma nova vida social. Pessoas que contam com os benefícios  dessa importante parceria para recomeçarem suas vidas”, afirmou Robert Max.

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens