Fechar
Buscar no Site

Novo comandante do Choque une forças junto às unidades de área, para potencializar policiamento

O tenente-coronel Wellington Araújo está de volta ao comando do BPChoque, da PMMA

Dando continuidade às ações de pronto enfrentamento contra a criminalidade, o Batalhão de Choque da Polícia Militar (BPChoque) recebeu o seu novo comandante, o tenente-coronel Wellington de Araújo, que já respondeu pelo Choque, em outra oportunidade. Com novas determinações e designações para o comando do BPChoque, a sociedade maranhense é quem ganha, com maior proteção, profissionalismo e combate à criminalidade.

A posse do novo comandante do Batalhão do Choque aconteceu na manhã do dia 30, do mês passado, no Comando Geral da Polícia Militar. A solenidade contou com a presença do secretário de Segurança Pública do Maranhão, Jefferson Portela; do comandante geral da Polícia Militar, coronel Pedro Ribeiro. Na ocasião, também tomou posse o subcomandante do BPChoque, o major Ananias.

Após a solenidade de posse, o tenente-coronel Wellington Araújo informou que vai colocar em prática a orientação do secretário Jefferson Portela e do coronel Pedro Ribeiro, que é unir forças, junto com as unidades de área da Polícia Militar e com a Polícia Civil, a fim de potencializar o policiamento preventivo e ostensivo, nos territórios que tenham uma mancha criminal maior. “Vamos intensificar as operações, com os batalhões e as unidades de área, por meio do policiamento tático motorizado, Esquadrão Águia (motopatrulhamento) e com a atuação do canil, para ajudar no combate ao tráfico de drogas”, destacou.

O novo comandante do Batalhão de Choque lembrou, ainda, que o BPChoque tem um treinamento constante e possui uma missão que vai além do policiamento preventivo. Araújo reforçou que se trata de uma unidade especializada para a missão maior, criada para o controle de distúrbios civis e para restaurar a ordem pública quando quebrada e restabelecer a paz. “O Choque dispõe de equipamentos e instrumentos diferenciados, dentre eles os de menor potencial ofensivo e equipamentos de proteção individual. O Batalhão é preparado com uma qualificação especializada para a defesa do cidadão”, concluiu.

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens