Fechar
Buscar no Site

Texto do Roberto Veloso, publicado na PG do dia 14/08/22

ABA, PAI
Por Roberto Veloso
“Porque não recebestes o espírito de escravidão, para viverdes, outra vez, atemorizados, mas recebestes o espírito de adoção, baseados no qual clamamos: Aba, Pai.” (Romanos, 8:15)
Tratar Deus com intimidade deve ser o objetivo de todos os cristãos. Um relacionamento que permite tratar Deus de Pai. E não há outro caminho para isso senão Jesus Cristo, nosso Senhor e Salvador.
Jesus foi o exemplo de relacionamento com Deus, porque fazia toda a vontade de Deus, mesmo nos momentos mais difíceis, como o que antecedeu a Sua morte e ressurreição.
“Adiantando-se um pouco, prostrou-se sobre o seu rosto, orando e dizendo: Meu Pai, se possível, passe de mim este cálice! Todavia, não seja como eu quero, e sim como tu queres.” (Mateus, 26:39)
Fazer a vontade do Pai é fazer tudo o que Jesus disser. Essa foi a palavra dita por Deus no Monte da Transfiguração.
“Falava ele ainda, quando uma nuvem luminosa os envolveu; e eis, vindo da nuvem, uma voz que dizia: Este é o meu Filho amado, em quem me comprazo; a ele ouvi.” (Mateus, 17:5)
Deus declarou que Jesus é o Seu filho amado, e nós devemos ouvi-Lo. E Jesus nos deixou o ensinamento para estarmos sempre com Deus e o Pai conosco: guardar os Seus mandamentos.
“Se guardardes os meus mandamentos, permanecereis no meu amor; assim como eu tenho guardado os mandamentos de meu Pai e no seu amor permaneço. Tenho-vos dito estas coisas para que o meu gozo esteja em vós, e o vosso gozo seja completo” (João, 15:10-11)
Deus se alegra com Jesus, porque este guarda os seus mandamentos, faz a vontade do Pai, não se desviou com as tentações quando esteve na Terra. Cumpriu tudo o que Lhe foi determinado, em especial a morte e ressurreição.
Quando guardamos os mandamentos de Jesus, podemos chamar Deus de Pai, da mesma forma que Jesus O chamava em um relacionamento de amor de pai e filho. Uma intimidade que todos nós devemos procurar ter.
Um dos mandamentos de Deus é honrar pai e mãe, da mesma maneira que Jesus honrou o seu pai adotivo José e sua mãe Maria. Ele cresceu em graça e estatura e era conhecido pela comunidade de Nazaré como filho de José, o carpinteiro, em razão de sua obediência.
Jesus é o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vai ao Pai senão por Ele. Feliz dia dos pais.

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens