Fechar
Buscar no Site

Texto do Bispo Mario Porto, publicado na PG do dia 03/07/22

ELE COMEÇOU E VAI COMPLETA-LA

A palavra “começou” traduz um verbo que significa literalmente “fazer um começo”. Além de Filipenses 1.6, esse verbo aparece somente outra vez no Novo Testamento (Gálatas 3.3). Em ambas as vezes ele se refere à salvação como uma obra que não depende do esforço humano.

Ao dar ações de graças pela vida dos cristãos filipenses, o apóstolo Paulo foi quem escreveu: “Estou convencido de que aquele que começou a boa obra em vocês, vai completa-la até o dia de Cristo Jesus”. (Filipenses 1.6).

Dois pontos essenciais precisam ser esclarecidos na frase: “Aquele que começou a boa obra”. Em primeiro lugar, é preciso ter em mente que Aquele que começou a boa obra obviamente não é outro se não o próprio Deus. Em segundo lugar, é preciso saber qual é a boa obra que Ele começou. Alguns intérpretes sugerem que a expressão “boa obra” está conectada ao verso anterior quando Paulo fala da cooperação dos filipenses da evangelização (Filipenses 1.5). Então a “boa obra” seria os esforços daqueles irmãos que, impelidos pelo Senhor Jesus, compartilharam seus recursos para propagação do Evangelho.

Contudo, a melhor interpretação sem dúvida é aquela que aplica esse texto à salvação e à vida cristã. Isso significa que a obra boa que Deus começou na vida do crente em Jesus é a obra da salvação – incluindo todas as bençãos inerentes a ela. Além disso, essa interpretação não exclui totalmente a primeira. Ora, o verdadeiro engajamento com a proclamação do Evangelho não é algo decorrente da salvação operada por Deus no cristãos ?
Portanto, a frase “Aquele que começou a boa obra” nos ensina uma importante lição: a salvação é obra de Deus; somente d’Ele. A palavra “começou” traduz um verbo grego que significa literalmente “fazer um começo”.

Como escreveu John Gill, essa obra é uma “boa obra”, isto é, uma obra excelente, pois é obra do Deus Triúno. Essa boa obra não é movida pelas obras dos homens, mas pela boa vontade, prazer, graça e misericórdia divinas.

Não apenas a origem da salvação está em Deus, como também sua consumação. Por isso Paulo tinha certeza de que Aquele que começou a boa obra nos cristãos filipenses também haveria de completa-la até o dia de Cristo Jesus. A expressão “vai completa-la” significa “a apresentará completa”.
Isso quer dizer que o mesmo Deus que começa a boa obra da salvação na vida do indivíduo não o abandona a própria sorte; ao contrário, Ele continua a trabalhar nele por meio do Seu Santo Espírito.

Warren Wiersbe, explica que a que à salvação pode ser compreendida numa triplex obra: 1) a obra que Deus realiza por nós – à salvação em si; 2) a obra que Deus realiza em nós – santificação; 3) a obra que Deus realiza por meio de nós – o serviço no seu reino.

Então basicamente o versículo que diz: “Aquele que começou a boa obra em vós completará até o dia de Cristo” aponta para segurança eterna do cristão que de fato confirmou sua aliança de amor em Cristo, é preservado pela graça de Deus. É realmente um grande conforto saber que Aquele que começou a boa obra na vida de cada um dos redimidos irá terminá-la até o o grande dia da volta do Senhor Jesus.
Na boa obra operada por Deus o entendimento do homem é iluminado, a inclinação de seu coração é transformada quando ele recebe vida espiritual, e seu caráter é moldado à semelhança de Cristo. A operação da graça de Deus na vida do homem o habilita e o qualifica para realizar boas obras, as quais sem a graça ele não poderia fazer. A graça faz o homem uma homem uma habitação adequada para Deus, e dá-lhe satisfação pela herança celestial.

Indesistivelmente,

Vosso conservo em Cristo,

Mário Porto.

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens