Fechar
Buscar no Site

Potes vazios e a Palavra de Deus

 

“Jesus lhes disse: ‘Encham de água esses potes’. E eles os encheram totalmente.” (João 2.7)


Havia seis grandes potes de água na casa onde estava acontecendo aquela festa de casamento em Caná, na Galileia. O número 6 simboliza tudo o que é humano. Em 2Coríntios 4.7 há uma pista sobre o significado dos potes. O texto diz: “Temos, porém, este tesouro em vasos de barro…”.

A orientação de Jesus naquele dia da festa também vale para hoje, assim como o conselho dado por Maria: “Façam tudo o que ele disser” (veja João 2.1-12). Quando enchemos nossa vida (somos como aqueles potes) de água, isso glorifica a Jesus. A água é um símbolo para a Palavra de Deus. Quem preenche sua vida com a Palavra de Deus – e o texto diz que os servos os encheram até a borda – glorifica a Jesus dessa forma.

Quem preenche sua vida com a Palavra de Deus glorifica a Jesus dessa forma.

Quanto mais enchermos nossa vida com a Palavra de Deus, mais resultados maravilhosos veremos. Outros desfrutaram dos frutos do milagre, e Jesus foi exaltado. O mesmo acontece na nossa vida. Quando somos potes vazios e deixamos que a Palavra de Deus nos preencha, outras pessoas vão se espantar com os resultados e reconhecerão que estamos espalhando o bom aroma de Cristo. Quando obedecemos às suas ordens e nos colocamos à disposição de Deus, como potes vazios prontos a receber água, outras pessoas poderão ver a glória de Jesus em nós. Assim, a única questão é: somos potes vazios que querem ser cheios da Palavra de Deus? Então ficaremos admirados com o que Jesus pode fazer conosco. Nossa tarefa é fazer o que está ao nosso alcance, o restante Jesus fará. Mas, sem os potes vazios, o milagre não teria acontecido.

Ernesto Kraft

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens