Fechar
Buscar no Site

Texto do Pr. Carvalho, publicado na PG do Jornal Pequeno do dia 06/06/21

A Cura de um Homem com Espírito Imundo
Lucas 4. 31 – 37

 

31E desceu a Cafarnaum, cidade da Galileia, e os ensinava nos sábados. (…) 33E estava na sinagoga um homem que tinha o espírito de um demônio imundo, e exclamou em alta voz, 34dizendo: Ah! que temos nós contigo, Jesus Nazareno? Vieste a destruir-nos? Bem sei quem és: O Santo de Deus. (…) Cala-te, e sai dele. E o demônio, lançando-o por terra no meio do povo, saiu dele sem lhe fazer mal. (…) 37E a sua fama divulgava-se por todos os lugares, em redor daquela comarca.
Este milagre encontra-se registrado, no evangelho de Marcos e Lucas e refere-se a cura de um homem que estava com um espírito imundo dentro da Sinagoga em momento em que Jesus estava ensinando a doutrina da salvação. Aquele homem estava doente espiritualmente, pois estava possuído por demônio, aquele homem estava dentro da sinagoga, em local de culto demonstrando toda audácia do diabo quando não respeita pessoas, locais ou situações, ele sempre quer mostrar-se de forma superior.
Jesus montou sua base de ministério em Cafarnaum, mas o inimigo não para de querer perturbar onde a Palavra de Deus se faz manifesta. Foi nessa cidade onde Jesus desenvolveu grande parte de seu ministério e operou muitos milagres, então, por conta da boa recepção que Jesus teve na população de Cafarnaum, ao contrário de Nazaré que rejeitou em massa Sua Palavra, o inimigo não fica satisfeito e procura perturbar não apenas o ensino, mas também a vida das pessoas, o qual se instala na vida daquele homem e está no local de culto para perturbar, desafiar a autoridade do Filho de Deus e aquele homem se transforma no canal de comunicação pela possessão demoníaca para se mostrar poderoso e audacioso.
De certa forma, essas possessões já serviam para mostrar que vivemos em uma batalha constante com o inimigo de nossas almas, onde o diabo procura atrapalhar a vida dos filhos de Deus, perturbar o culto realizado para o ensino da Palavra e glória do Senhor, tenta tirar a igreja de Cristo dos trilhos. Veja que o espírito imundo estava em um homem que estava dentro da sinagoga participando do culto. Não estava do lado de fora – estava dentro da sinagoga; não estava dentro de uma pessoa estranha – estava dentro de uma pessoa que participava das reuniões. O diabo muitas vezes se encontra dentro da igreja – não está do lado de fora; ele está usando muitos que participam dos cultos – não está usando pessoas de fora da igreja. Sabe de como agir, pode ter certeza disso, sabe como perturbar a vida dos crentes, sabe como trazer confusão para o seio da igreja, ele sabe usar o “fogo amigo” com eficiência – o diabo ensina muitos que estão na igreja a atirar por traz, ferir pelas costas, derrubar de forma covarde.
Vejam que o diabo não respeita nem Jesus que está ali ministrando, quanto mais nós, simples mortais e pessoas frágeis que somos, podemos ter certeza de que ele está a postos para atrapalhar sua vida, sua família, sua fé, a igreja e o culto que a igreja se propõe realizar para adorar nosso Senhor Jesus Cristo.
O diabo é audacioso! Naquela ocasião estava ali quem ele sabia e conhecia quem era – ele estivera já lá no deserto querendo mudar o rumo da história da Cruz quando foi querer tentar Jesus. Ele não se esconde, se mostra com audácia – “Ah! que temos nós contigo, Jesus Nazareno? Vieste a destruir-nos? Bem sei quem és: O Santo de Deus.” Ele diz verdades desprovidas de fé: “… que temos nós contigo Jesus Nazareno?” – realmente nada tem o reino das trevas com o Reino da Luz. “Vieste a destruir-nos?” – ele sabe que já está destruído, está completamente derrotado. “Bem sei quem és: O Santo de Deus.” – ele sabe quem é Jesus, sabe que é o Filho de Deus, sabe que Jesus é divino, sabe que é o Santo de Deus. Essas declarações são vazias, sem esperança e amor. Mas Jesus também conhece e sabe quem é esse cruel inimigo, sabe que ele é derrotado, tem autoridade sobre ele e não se intimida com suas armas, com sua presença nem com sua audácia. Jesus usa Sua Palavra poderosa para repreender aquela possessão demoníaca e opera o milagre da libertação daquele homem – “Cala-te, e sai dele. E o demônio, lançando-o por terra no meio do povo, saiu dele sem lhe fazer mal.” Quem tem Jesus está protegido, está guardado e livre – “Cala-te, e sai dele”. Que Palavra! Que autoridade! Que poder! “Cala-te, e sai dele!” É assim que funciona – Jesus é mais que vencedor! E nós somos vencedores com Ele! E o que aconteceu? “E o demônio, lançando-o por terra no meio do povo, saiu dele sem lhe fazer mal.” Ele sabia que tinha que obedecer, não tinha outro caminho, estava debaixo da Palavra do Ungido de Deus! E tinha que sair sem fazer mal ao possesso. Jesus opera a cura e sempre é completa, não deixa feridas, não deixa traumas, não deixa aquele homem desprovido de proteção – “… saiu dele sem lhe fazer mal.” Nós temos um Deus que nos protege da perseguição do inimigo seja de que forma for. Paulo vai garantir

que estamos debaixo da proteção de Deus: Romanos 8. 31 – 39: “… Se Deus é por nós, quem será contra nós? (…) 35Quem nos separará do amor de Cristo? A tribulação, ou a angústia, ou a perseguição, ou a fome, ou a nudez, ou o perigo, ou a espada? (…) todas estas coisas somos mais do que vencedores, por aquele que nos amou. 38Porque estou certo de que, nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as potestades, nem o presente, nem o porvir, 39Nem a altura, nem a profundidade, nem alguma outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor.” Temos o amor, a guarda, a união, a vitória e a proteção do Deus eterno, temos o milagre da salvação por meio de Cristo Jesus. O apostolo João em seu evangelho ainda nos diz: “28E dou-lhes a vida eterna, e nunca hão de perecer, e ninguém as arrebatará da minha mão. 29Meu Pai, que mas deu, é maior do que todos; e ninguém pode arrebatá-las da mão de meu Pai. 30Eu e o Pai somos um.” (João 10. 28 – 30). Estamos nas mãos poderosas de Deus!
Jesus cura aquele homem da possessão demoníaca, Jesus usa o poder da Sua Palavra, o espírito imundo foge da presença de Jesus, aquele homem se livra das garras do diabo, o povo reconhece o poder de Jesus. Jesus é poderoso para nos salvar! Nos garante liberdade! Nos garante proteção! Nos garante vitória definitiva e eterna! Nos garante salvação! Ele é jesus, o poderoso Filho de Deus!
Pr. Carvalho – SIB SACI – Teresina-PI

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens