Fechar
Buscar no Site

Texto do Bispo Mario Porto, publicado na PG do dia 16/05/2021

FAMÍLIA OÁSIS DE TODA VIDA

15 de maio celebra-se o dia internacional da família.

É no contexto familiar que somos mais amados e paradoxalmente feridos. As feridas abertas no ventre da família são as mais profundas e dolorosas. Maridos que feriram sua esposas, esposas que feriram seus maridos, pais que machucaram seus filhos, filhos que desonram seus pais. Nesse momento em que escrevo esse texto encontro-me em atitude de oração pela sua preciosa é linda e amada família.
Eu acredito na restauração da família. O nosso Deus é o Deus de novos começos. (…) “Deus restartará todas as coisas”…(Atos 3.21).

O caminho da restauração começa pelo caminho do perdão. Se aconteceu alguma situação que culminou em uma fratura famíliar, com a graça  curativa do Senhor Jesus perdoa…

A escala de valores de muitos cristãos está desordenada. Alguns estão vivendo de modo desordenado porque não fazem a menor ideia do que as Escrituras ensinam a respeito do assunto; outros porque, mesmo tendo os valores e prioridades devidamente ordenados no conceito mental, não conseguem mantê-los na prática.
Não há nada, absolutamente nada, que possa ocupar o primeiro lugar de nossas vidas a não ser Deus. O mandamento dado a Moisés foi lembrado e enfatizado pelo próprio Senhor Jesus:
(…) Qual é o primeiro de todos os mandamentos ? Respondeu Jesus: O primeiro é: Ouve, Israel, o Senhor nosso Deus é o único Senhor. Amarás, pois, ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma, de todo o teu entendimento e de todas as tuas e todas as tuas forças. E o segundo é este: Amarás ao teu próximo como a ti mesmo. Não há outro mandamento maior do que esse”. (Marcos 12.28-31).

O Senhor deve estar à cima dos pais, cônjuge, filhos e qualquer outro familiar. Ele deve ser o primeiro valor em nossa lista ou escalada de prioridades. Deve vir antes de nossa própria vida.
Muita gente tem errado ao pensar que a Igreja ou o ministério vem logo de Deus. Na verdade, a família é nossa segunda prioridade máxima.

Como declarou D.L.Moody, o grande evangelista: “Acredito que a família foi estabelecida muito antes da Igreja, e o meu dever é primeiro com minha família. Não devo negligenciar minha família”. Veja o que as Escrituras ensinam acerca do lugar da família na nossa escala de valores:

“Mas, se alguém não cuida dos seus, e especialmente dos da sua família, tem negado a fé, e é pior que um incrédulo”. (1 Timóteo).

Não há dúvida de que a família é nossa segunda prioridade depois de Deus. Se alguém negligenciar sua família por causa da igreja, do ministério, ou qualquer outra coisa, por mais “espiritual” que pareça, estará contra a Palavra de Deus. Paulo disse que tal pessoa está negando a fé e é pior do que um incrédulo.
É um grave erro dissociar vida familiar e vida espiritual. Na verdade é impossível cumprirmos os propósitos de Deus para a família se desconsiderarmos a aplicação dos princípios bíblicos sobre o assunto de modo a nutrir um ambiente familiar profundamente espiritual.

Devemos cuidar e amar nossas famílias sendo imitadores do amor de Cristo.

Amemos,

Indesistivelmente,

Mário Porto,

Vosso conservo em Cristo

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens