Fechar
Buscar no Site

Texto do Pr. Ivan Moutinho, publicado na PG do dia 18/10/2020

O DEUS MARAVILHOSO QUE ASSOMBRA

Eu te louvarei, porque de um modo assombroso, e tão maravilhoso fui feito; maravilhosas são as tuas obras, e a minha alma o sabe muito bem. 15 – Os meus ossos não te foram encobertos, quando no oculto fui feito, e entretecido nas profundezas da terra.16 – Os teus olhos viram o meu corpo ainda informe; e no teu livro todas estas coisas foram escritas; as quais em continuação foram formadas, quando nem ainda uma delas havia. 17 – E quão preciosos me são, ó Deus, os teus pensamentos! Quão grandes são as somas deles! (Salmos 139:14 -)

É comum associarmos a palavra assombro com o medo de fantasmas ou filmes de terror. No mundo, radicais extremistas tentam impor o domínio político-religioso utilizando-se das “armas do medo”, oterrorismo, que implementa o sentimento de pânico e insegurança pela simples ameaça de ataque com bombas nucleares, sugerindo o que pode vir a acontecer se não aceitarem a submissão a estes. O mundo quer nos trancafiar no cativeiro do terror. Felizmente, temos o conhecimento do terrível e eterno DEUS que acima de tudo e de todos,   estabelece o seu propósito infalível fundado em amor para com aqueles que decidirem colocar a sua fé e confiança somente Nele.

O salmista louva e exalta as maravilhas do Deus que interfere na sua criação de um modo assombroso. Compactuo e, assim, com fé racional, aceito a verdade incontestável de que as obras de Deus, são, sim, assombrosas, mas ao invés do medo e terror, produz o mais perfeito louvor dos lábios daqueles que confessam o nome de JESUS, que é o próprio conhecimento de DEUS.

Carl Sagan (1934-1994), cientista, físico, astrônomo, astrofísico, cosmólogo, escritor, divulgador cientifico norte-americano, disse: “- A vida é apenas uma visão momentânea das maravilhas deste assombroso universo, e é triste que tantos se desgastem sonhando com fantasias espirituais.” Carl Sagan não era um ateu, mas um agnóstico, que, colocava a fé e confiança somente na ciência e assim tentava explicar sobre o cosmos e formação do Universo.

Sem querer entrar no mérito da questão ciência versus Fé. Limito-me a dizer que é triste quando muitos buscam resposta da razão da própria existência pela simplória aplicação da inteligência humana e não pela sabedoria e conhecimento vindos de DEUS em Cristo Jesus, que sem Ele (Jesus) nada do que existe poderia vir a existir. O Universo, por exemplo.

Mas, enquanto muitos preferem se perderem no espaço do indecifrável cosmo, observando as estrelas, galáxias, baseando-se em cálculos matemáticos, astrofísica e por aí vai, prefiro aplicar o meu conhecimento no temor a Deus e testemunho de Cristo que revela a criação e o universo formado por Deus, que somos nós mesmos.

Neste exato momento, sou assombrado por DEUS porquê de modo maravilhoso Ele criou a vida de Julia, minha primeira netinha. Temos outros três netos, e agora, Julinha. Quando este artigo for publicado, Júlia já estará nos braços de minha filha caçula, Ivana e de seu esposo, Sidney. Embeveço-me e concordo com o salmista: “Os teus olhos viram o corpo de Júlia ainda informe; e no teu livro todas estas coisas a respeito dela,  foram escritas”. Isto é assombroso, maravilhoso, divino, esplendido, extraordinário, sublime, perfeita obra da criação de Deus. Obrigado Senhor, pelo teu conhecimento em mim.

Enfim, o conhecimento de Deus, supera toda expectação da ciência de Carl Sagan. Não coloco a fé no “cosmo” e não tento explicá-lo, mas coloco os meus olhos em Deus, e posso louvá-lo e conhecê-lo por toda a formação do Universo e criação, e em especial, nossa amada netinha a pequenina Julia. Amém!

 

  1. Pr.  Ivan Moutinho – ibboavista – Timon-MA

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens