Fechar
Buscar no Site

PORTAS ABERTAS SEMPRE CUIDANDO DOS CRISTÃOS PERSEGUIDOS

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus

 

O propósito da Portas Abertas é fortalecer a parte do corpo de Cristo que enfrenta perseguição por causa de sua fé em Jesus, para que, permanecendo firme, seja o sal da terra e a luz de Cristo onde estiver.

Como isso é possível?

Através de parceiros em todo o mundo, a Portas Abertas oferece suporte ao cristão perseguido do país onde vive. Esse apoio acontece de diversas formas, como: distribuição de Bíblias e materiais cristãos, treinamento e alfabetização, ações institucionais e ajuda socioeconômica.

A Portas Abertas faz isso porque crê que quando um membro sofre, todos os demais membros sofrem com ele (1Co 12.26). Que todas as portas estão abertas e que Deus capacita seu corpo para ir a todo o mundo e pregar o evangelho.

O ministério atua com dois tipos de escritórios, chamados “bases”, onde mais de 1.000 colaboradores trabalham atualmente: 12 bases de campo e 19 bases de desenvolvimento. As bases de campo elaboram e executam os projetos diretamente junto aos cristãos perseguidos e são responsáveis pelas informações sobre a situação deles onde vivem, assim como sobre o andamento dos projetos.

As bases de desenvolvimento são responsáveis por engajar parceiros, em intercessão e doação, e levantar recursos para a execução dos projetos no campo. As doações arrecadadas são transferidas para a Portas Abertas Internacional – o escritório central –, que as direciona para as bases de campo. O ministério possui hoje duas sedes: uma na Holanda e outra nos Estados Unidos. Além de todas as bases terem suas contabilidades auditadas por empresas independentes, a Portas Abertas Internacional mantém um departamento de auditoria interna desde janeiro de 2010.

A base brasileira, com sede em São Paulo, existe para conscientizar e mobilizar os cristãos brasileiros a socorrerem cristãos perseguidos em outros países, por meio de oração e apoio financeiro.

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens