Fechar
Buscar no Site

LEALDADE: COMO SER SÓLIDO NUM MUNDO CADA VEZ MAIS LÍQUIDO – Parte 4

Pr. Irailton Melo de Souza

Nesta última postagem da série com 4 capítulos quero falar diretamente à igreja evangélica, seus pastores, líderes e membros, chamando a atenção para a importância da lealdade para a expansão do Evangelho e do reino de Deus.

No livro Lealdade e Deslealdade de Dag Mills-Heward, encontramos sete motivos por que o assunto lealdade é importante para a Igreja. Veja as considerações do autor:  

1. Lealdade é a principal qualificação de todo ministro

Uma pessoa inexperiente costuma pensar que quanto mais dons você possuir, mais qualificado estará para o ministério. Minha pequena experiência tem me mostrado que as pessoas fiéis e leais na igreja são as mais bem qualificadas para serem líderes. Uma pessoa inexperiente pensaria que um amável irmão poderia ser um bom pastor. Também pensaria que alguém com boa oratória poderia ser o melhor pregador. Não cometa esse erro! A Bíblia nos ensina que o requisito principal para liderança fidelidade, e nada além disso.Além disso, requer-se nos despenseiros que cada um se ache fiel. (1 Coríntios 4.2)

O Bispo Dag lidera uma denomição muito grande na Africa, a igreja Internacional Capela do Farol, que ele fundou e tem hoje 1950 congregações em 66 países pelo mundo. Há muitos pastores e líderes nesta igreja sob a sua liderança espiritual. Veja o que ele diz deles: “tenho muitos pastores maravilhosos que trabalham comigo. Muitos deles não são tão amáveis, simpáticos ou particularmente talentosos. Porém, o tempo tem provado que eles são a melhor dádiva que Deus concedeu à Sua Igreja e a mim.Há uma clara expressão de lealdade e amizade entre eles.

2. Para lutar contra a quinta coluna

O segundo motivo pela qual a lealdade é importante, é que ela ajuda a igreja a vencer os ataques do diabo. Calvino dizia que o diabo é habilíssimo na arte de guerrear. De fato. E se ele encontra na igreja e nos ministérios brechas provocadas por deslealdades, o estrago está feito.  Como diz o Bispo Dag, temos um inimigo que é um especialista em destruir a igreja, trabalhando no lado de dentro dela. Se você for um bom ministro, chamado por Deus, e fizer as coisas certas, o diabo terá muito pouca oportunidade de lutar contra você do lado de fora. Jesus disse: Porque se aproxima o príncipe deste mundo e nada tem em mim.’ (João 14.30a) Você irá perceber que Satanás normalmente não terá chance de disparar ataques mortais contra você do lado de fora da igreja. Jesus estava dizendo que, embora o inimigo se aproximasse dele, não tinha fundamento para destruí-lo. Há muitos pregadores ungidos na mesma categoria. Satanás não tem base para vence-los, então ele tem de usar alguém do lado de dentro da igreja. No caso de Jesus, foi um traidor (Judas) que o diabo usou (…) Essa é a única maneira pela qual o inimigo consegue destruir um ministério poderoso e bem-sucedido, que faz todas as coisas certas. Tem de vir de dentro. A quinta coluna é composta de pessoas desleais, hipócritas (de duas caras), incoerentes e descontentes que estão dentro de todos os ministérios. Se essas pessoas tiverem liberdade para avançar em seu desígnio nefasto, arruinando tudo, como podem fazê-Io muito bem, elas destruirão a igreja.

3. Para o amor de Deus encher a igreja

Diz Dag Mills-Heward: O ministério deve operar com o poder do amor, da unidade e do trabalho em equipe. “Nisto todos conhecerão que sois meus discípulos, se vos amardes uns aos outros.” (João 13.35). Para ministrar como líderes eficazes, vocês precisam exibir o amor sobre o qual Jesus falou. As pessoas são atraídas pelo amor. Quando veem os líderes andando no verdadeiro amor, elas se aproximam confiantes. Vocês nunca devem esquecer que os membros da sua igreja não são cegos. Tampouco são surdos. Eles podem ver e sentir a desunião e a discórdia quando elas existem. Ovelhas só bebem em águas tranquilas. Uma coisa que todo pastor deve saber sobre ovelhas é que elas bebem em águas tranquilas. Se a água for turva e agitada, as ovelhas permanecerão longe. Elas não têm certeza de que não há um crocodilo ali!“Guia-me mansamente a águas tranquilas.” Salmo 23.2bToda vez que houver deslealdade e desconfiança, os membros da sua igreja ficarão atemorizados e alerta, e permanecerão distantes.

As outras razões para perseguirmos a lealdade você ler no livro do bispo Dag. As que citei foram apenas para mostrar que não estamos diante de um tema qualquer, mas de um assunto extremamente urgente e necessário para a igreja de Cristo.

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens