Fechar
Buscar no Site

Afinal, onde Jesus estudou?

Durante muitos anos ouvi muitas especulações acerca da formação de Jesus, e lembro-me de um professor na faculdade onde afirmava que a formação de Jesus vinha do Tibet. e da Índia, que foi o tempo em que as narrações de sua história tiveram um intervalo dos 12 aos 30 anos, onde nada se fala nas escrituras, por isso, especula-se que Jesus pudesse estar recolhido no Tibet ou na Índia se espiritualizando.

Ouvi tantas indagações sobre a vida de Jesus que, por conta desse vácuo no Novo testamento deixou a imaginação de muitos criativa, e assim fortaleceram suas ideias e doutrinas pessoais. E Jesus Cristo com certeza teve uma formação secular reconhecida, pois se assim não fora, jamais poderia ter sido chamado de mestre, onde no Novo testamento até os adversários o reconheciam (João 8:4), e sendo mestre tinha o direito legal de ter discípulos ou alunos, e ser de fato um Rabino ou Raboni, como expressou Maria Madalena no dia da ressureição.

Segundo as tradições judaicas, um menino para se tornar Mestre ou Rabino deveria ser preparado muito cedo para essa função, dos seis aos dez anos de idade. Seus pais entregavam a criança, e ali estudava o Torah para memorizar os cinco primeiros livros do velho testamento, decorando toda a lei e aprendendo sobre alimentos e conduta de um Judeu. Aos dez anos era submetido a uma avaliação, e somente os mais inteligentes permaneciam; os demais eram mandados para aprenderem a profissão de seu pai.

No segundo estágio, chamado de Beit Talmud, que compreendia o tempo de 10 aos 14 anos, o menino estudava de Gênesis a Malaquias a fim de conhecer tudo sobre os profetas e a quantidade de vezes que certas palavras, por exemplo Senhor, eram mencionadas nas escrituras. Só os melhores ficavam depois de uma avaliação, e então eram encaminhados para a última etapa de estudos chamada de Beit Midrash. O garoto ficava ao lado de um Rabino estudando a doutrina dos 14 aos 30 anos, e seria novamente avaliado e estaria apto para ser chamado de MESTRE e legalmente constituir alunos ou discípulos.

Jesus cumpriu essas etapas exatamente para não ser impedido de pregar e constituir discípulos, no entanto não precisava passar por elas, pois era o próprio DEUS feito homem em nosso meio, mas precisava também ter legalidade diante de homens, que certamente questionariam aquele que por ventura não tivesse andado na “poeira” das passadas do seu Rabino, como era comum falar na época.

Sendo assim, diplomado, Jesus manifestou-se ao mundo aos 30 anos operando o seu primeiro milagre nas Bodas de um casamento TRANSFORMANDO A ÁGUA EM VINHO, e logo em seguida desceu para Cafarnaum com sua mãe, irmãos e discípulos iniciando seu ministério de Mestre dos Mestres (João 2:1-12). Até Nicodemos, membro do Sinédrio, ia procurá-lo à noite para não ser reconhecido e ouvir sua sabedoria.

Após esse episódio, Jesus Cristo chamou um grupo de homens pescadores para segui-lo, que não eram “pobretões” miseráveis como alguns tentam definir, até porque eram sócios e donos de barcos de pesca, negócio que na época rendia um poder aquisitivo médio. Esses homens, com certeza, nos primeiros anos de suas vidas ainda na escola optaram por aprender a profissão do pai no lugar de continuar estudando e poderem até constituir família, como no caso de Pedro que era casado e tinha uma sogra que foi curada por Jesus (Lucas 4: 38-39).

Esses homens foram preparados para fazer a parte final do curso de Jesus. Andavam ao seu lado, na poeira do seu Rabino para aprenderem e revolucionarem a história da humanidade. Fico intrigado quando escuto comentários a respeito dos discípulos, que eram chamados de indoutos, ou seja, não tinham instrução e eram ignorantes… até acato que eram ignorantes antes de conhecerem Jesus, mas quando foram escolhidos, ele mandou-os deixar a pesca, e passou a ensiná-los 24h incluindo aulas práticas, a exemplo… ao serem enviados a pregarem de dois em dois.

No Novo testamento, vemos Jesus falando por parábolas às multidões, e ninguém entendia, nem mesmo eles, e depois em particular Jesus dava a explicação da aula (Marcos 4: 10-20). Sua metodologia de ensino envolvia até recurso audiovisual… no episódio da figueira, que não tinha frutos pois não era época, mas que secou ao ser amaldiçoada por Jesus, só para ensinar que não temos validade quando não frutificamos no Reino de Deus, e que a fé remove obstáculos (Marcos 11:12-14).

Tudo para ser bem feito envolve preparação. Aqueles homens chamados por Jesus estudaram muito. Imagine você ter um personal-mestre 24h ao seu lado, e sendo ele JESUS CRISTO, ensinando durante três anos e meio. Não dá para entender que aqueles alunos não eram preparados.

Portanto, vamos nos preparar a cada dia nos ensinamentos do Mestre, porque o nosso alvo e meta é o CÉU!

Que Deus nos abençoe!

 

Pr. Paulo Guilherme

Igreja Quadrangular

Whatsapp (98) 98111-0198

 

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

Uma resposta para “Afinal, onde Jesus estudou?”

  1. Muito obrigado Pastor. Continue com este estudo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens