Fechar
Buscar no Site

Weverton e Eliziane votarão contra indicação de Eduardo Bolsonaro à embaixada dos Estados Unidos

O Senado poderá aprovar ou rejeitar a indicação do filho do presidente ao cargo em Washington; para que Eduardo seja confirmado como embaixador, são necessários 41 votos dos 80 senadores que votam (maioria simples); o presidente da Casa não vota. Segundo o Estadão, os senadores Weverton Rocha (PDT) e Eliziane Gama (Cidadania) votarão contra a indicação do filho do presidente Jair Bolsonaro à embaixada dos EUA. O senador Roberto Rocha (PSDB) não quis responder.

Caso seja indicado, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) será sabatinado na Comissão de Relatores Exteriores. Independentemente do resultado na comissão, o nome segue para o plenário do Senado, que fará uma votação. Caso seja nomeado para a embaixada em Washington, Eduardo se tornará a primeira pessoa sem carreira na diplomacia a assumir o posto desde o fim da ditadura militar (veja quem foram os embaixadores desde 1986). A indicação do filho presidente tem sido criticada por ex-embaixadores.

O Estado procurou todos os 81 senadores e perguntou como eles votariam em relação à indicação do filho do presidente ao cargo.

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

Uma resposta para “Weverton e Eliziane votarão contra indicação de Eduardo Bolsonaro à embaixada dos Estados Unidos”

  1. O JUSTO e os sonhos deles é voltar a colocar ás mãos nas chaves dos cofres público disse:

    Vejam só! a siriema e o jacu. Ambos acumunados , só votariam juntos se fosse para beneficiarem os filhos do LULA? ou só votam se o governador autorizar? Ô Maranhão, até quando tu terás uns políticos que trabalharão para você sair de último lugar , dentre os 26 estados dá federação. Certamente vai demorar e muito, 96 meses é muito tempo, só em 2026 para que os eleitores do Maranhão, possam escolher dentre vários candidatos aos cargos de senadores dá república que tenham capacidades e coragem de trabalharem para que o Maranhão seja bem representado no congresso nacional, e os maranhenses decentes tenham ás oportunidades de escolherem entre vários candidatos que se apresentarão como os defensores do Maranhão e defensores dos maranhenses, em 2022 os eleitores, já terão oportunidades de escolher só um senador, pq só haverá uma vaga, portanto, em 2026 aí terão ás oportunidades de dá cartão vermelhos para a SIRIEMA e o JACU que ficam o tempo todo nos discursos vazios no plenário do senado federal. O Maranhão carece com urgências de políticos que tenham coragem e capacidades de legislar em prol do estado e dos maranhenses, se isso não ocorrer, a cada dia que passa, semanas, meses, anos, em nada adiantou terem votados e elegidos uns políticos improdutível que não contribuem em nada para que o Maranhão saia destas situações vexatórias. Muitos se elegeram e se reelegeram pregando que muitas coisas iriam mudar para melhor, mas do jeito que está, certamente em nada mudarás, podem se prepararem que já em 2020 os falaciosos vão tentar engambelar os eleitores desprovidos de conhecimentos, os chamados tolos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens