Fechar
Buscar no Site

Vice-líder do governo Roseana diz que não há prazo para conclusão dos 72 hospitais

A governadora Roseana Sarney e o secretário de Saúde Ricardo Murad realizaram no dia 31 de maio um balanço do programa “Saúde é Vida”. Muito estardalhaço e uma estrutura cinematográfica para anunciarem que o saldo do programa, lançado em 2009 e onde foram investidos quase R$ 530 milhões, podia ser resumido apenas com a entrega de um hospital (Lago dos Rodrigues) – dos 72 prometidas – e de uma (Itaqui-Bacanga) das 10 UPAs.

Na oportunidade, Roseana e Ricardo garantiram que algumas das Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e dos hospitais construídos pelo Governo do Estado seriam inaugurados já em julho, dentre os oito que estavam em fase de conclusão – Afonso Cunha, Água Doce do Maranhão, Magalhães de Almeida, Morros, Paulino Neves, Presidente Vargas, Primeira Cruz e Santana do Maranhão.

Pois bem, hoje (11) o vice-líder do governo na Assembléia Legislativa, deputado Magno Bacelar (PV), foi à tribuna da Casa para anunciar que a Secretaria Estadual de Saúde ainda não tem como se posicionar a respeito dos prazos de conclusão das obras destes hospitais, o que só será possível, segundo ele, depois do levantamento da situação de cada uma delas.

“As obras nesses municípios encontram-se em mais diferentes fases de construção”, afirmou Magno Bacelar. Isto é, o parlamentar quis dizer, na verdade, que não há previsão para conclusão de tais hospitais ao mesmo tempo também que desmentiu Roseana e Ricardo acerca do prazo dado há dois meses por eles quanto a finalização das obras.

Vale lembrar que no ato de assinatura das ordens de serviço para a construção dos 72 hospitais do programa ‘Saúde é Vida’, no dia 10 de setembro de 2009, Roseana Sarney prometeu, ao lado do então secretário de Saúde Ricardo Murad, entregar as casas de saúde em apenas dez meses – praticamente um hospital no intervalo de cinco dias.

Já na última campanha eleitoral Roseana reforçou a promessa e assegurou que entregaria, até o fim do ano passado, 72 hospitais, todos eles funcionando, equipados e com quadro de pessoal, sendo 64 unidades de saúde com 20 leitos e outros oito hospitais de 50 leitos cada.

Passados sete meses, Roseana continua iludindo a população maranhense sem cumprir sua principal promessa de campanha.

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

11 respostas para “Vice-líder do governo Roseana diz que não há prazo para conclusão dos 72 hospitais”

  1. Dom Cosme... disse:

    A história desses hospitais parecem estelionato eleitoral! Enquanto isso muita gente está voltando do vizinho estado do Piaui, ou pagando por fora para ser atendido… mesmo assim a classe política deste estado continua acreditando que nós acreditamos neles. Portanto por falar nisso , ninguém gosta de morar em chiqueiro de porcos ou bodes… se assim vive 25%(vinte e cinco ) por cento da população , temos uns culpados:Miséria e analfabetismo.

  2. Ciro Di França disse:

    ….E São Mateus amigo…o único hospital que tinha para atender os idosos ela fechou….
    deixando mais de 2.800 velhinhos na rua da amargura….ACORDA MARANHÃO!!

  3. Carlos Alberto disse:

    É certo que os prazos não foram bem estudados,mas como engenheiro sei dos imprevistos que alongam uma obra.O que eu acho nisso tudo é que fazem muito estardalhaço pra levantar velhas picuinhas políticas.O maior passo já foi dado, o investimento saiu dentro dos trâmites legais para as construções.O que deve ser averiguado por parte do secretário é a competência e compromisso das empreiteiras contratadas.Se as coisas já começaram, possivelmente terão fim,não dava pra ficar pior.Oito hospitais pra quem não viu nada nos últimos tempos é um número bem razoável.Promessas românticas de campanha nós temos visto sempre, a exemplo do querido prefeito que fez questão de frisar,após eleito, a sua não intenção de cumprimento do prometido.E não cumpriu mesmo!É só olhar para os lados e para baixo…o importante nesse momento é que o governo cobre com mais fervor as empresas contratadas para realizar o projeto.Pouco importa se serão em dez meses ou em dois anos, veremos uma reforma na saúde nunca antes vista.Os interiores citados viveram décadas no abandono e agora ao menos vislumbram uma melhoria.Vejamos também o lado benéfico da coisa, vamos ser mais otimistas e deixar um pouco de lado as orações dessa oposição que já está esgotando os temas polêmicos.

  4. HAROLDO disse:

    Meus amigo esse tal de engenheiro por nome de Carlos Alberto, babaca (BARRIGA BRANCA) e um tremendo MANÉ. É mais um CEGO,SURDO e MUDO.

  5. maria disse:

    Para mim não existe nenhuma novidade……A promessa era para entregar logo que ela usurpou o mandato de governador, em abril de 2009, e que entregaria no final desse mesmo ano;já estamos na metade do ano de 2011, e ainda não se sabe quando vão entregar esses hospitais………..Mas será que alguem acreditou mesmo nessa ‘ESTÓRIA”??????????????

  6. RICARDO disse:

    SÓ FALTOU ESSE CARLOS ALBERTO FALAR QUE ELE ACREDITA EM PAPAI NOEL E SACI PERERE, PORQUE UMA COISA É CERTA ALGUNS HOSPITAIS PODEM ATÉ SAIR MAIS NÃO VAI FUNCIONAR PORQUE UMA COISA É VOCE CONSTRUIR UM PREDIO OUTRA COISA É VOCE FAZER FUNCIONAR O QUE ESTA DENTRO DELE, ENTAO POR TUDO QUE ROSENGANA REPRESENTA EU NÃO ACREDITO NO FUNCIONAMENTO DESSES HOSPITAIS PORQUE DEPOIS DE CONSTRUÍDOS NÃO VAM PASSAR DE ELEFANTES BRANCOS DESSE GOVERNO QUE NUNCA EXISTIU..

  7. LAMPIAO disse:

    O PRAZO JA FOI DEFINIDO…

    ESTARAO PRONTOS AS VESPERAS DAS ELEICOES PARA GOVERNO!!!

    AI, OS “IDIOTAS” DE PLANTAO, VAO LA NA URNA ELETRONICA E METE O DEDAO NO VOTO…
    ATE QUANDO ESSE POVO VAI CONTINUAR A ERRAR?

  8. Josemar disse:

    Alto lá, Carlos Alberto. Que história é essa de “não importa se em dez meses ou dois anos?” Você acha mesmo que – para quem está doente – esperar dez meses ou dois anos não faz nenhuma diferença? Para seu conhecimento, engenheiro, para falta de ar cinco minutos podem significar a morte. E não esqueça que o povão elegeu Roseana principalmente acreditando que em dezembro passado os 72 hospitais estariam prontos. Defenda o político que quiser, é um direito seu, mas não menospreze o sofrimento do povo.

  9. dRM disse:

    Esse Carlos Alberto deve estar construindo algum desses hospitais, esse deve ser o motivo da alegria dele, só faltou ele dizer de quando é a comissão que ele tá pagando para o “marido de aluguel.

  10. julia disse:

    POR QUE SERÁ QUE OS BALAIOS ATE HOJE AINDA NÃO SE CONFORMARAM COM A GRANDE DERROTA QUE SOFRERAM NO GOVERNO ANTERIOR? E POR QUE NÃO CONSEGUEM ATE HOJE ENTENDER QUE PERDERAM O GOVERNO POR PURA INCOMPETENCIA ADMINISTRATIVA? BALAIOS, JA ESTÁ ATE PASSANDO DA HORA DE VOCES BAIXAREM A VALENTIA (rsrsrsrsrs) EM RELAÇÃO AO GOVERNO TRABALHADOR, PORQUE VOCES NUNCA, MAS NUNCA MESMO, IRÃO CONSEGUIR PELO MENOS ARRANHAR A ADMINISTRAÇÃO SÉRIA TANTO DA GOVERNADORA ROSEANA SARNEY E PRINCIPALMENTE DO SECRETARIO DE SAUDE RICARDO MURAD, POIS VOCES BALAIOS ESTÃO MUITO AQUÉM DE QUALQUER COISA QUE SE DIGNEM A ADMINISTRAR, QUE DIRÁ UM ESTADO COMO O NOSSO MARANHÃO. DEIXEM ISTO PARA QUEM TEM COMPETENCIA!!!!!!!

  11. filho disse:

    Carlos Alberto o unico compromisso das empreiteiras foi de dar a porcentagem para Ricardo e Roseana que se voçe não sabe foi de um milhão e meio que cada empreiteira pagou pra ganhar a licitção, o praso foi dado pela mentirosa no periodo da campanha e não cumpriu e não vai cumprir, afinal nesse governo a unica coisa que ela cumpriu foi com o pagamento para a escola de samba beija-flor cantar a miséria do maranhão.
    O governo não tem como cobrar nada das empreiteiras, pois eles já receberam cada um sua parte na negociata imoral que foi aquela licitação, que moral tem Ricardo pra cobrar algo de alguem que já o pagou ? O ROUBO NÃO PODE PARAR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens