Fechar
Buscar no Site

Vereadores garantem que presidente do SindEducação não sofreu agressão

Os vereadores José Joaquim (PSDB), Ivaldo Rodrigues (PDT) e Batista Matos (PPS), divulgaram nota oficial, nesta sexta-feira (18), onde esclarecem que, após a posse dos novos conselheiros municipais de Educação, na última quinta-feira (17), no Palácio La Ravardière, NÃO HOUVE qualquer tipo de agressão verbal ou física por parte do prefeito de São Luís, João Castelo, contra a presidente do SindEducação, Lindalva Batista.

Na nota intitulada “Em defesa da verdade”, os parlamentares dizem que estão, na verdade, surpresos com as “denúncias” feitas pela professora de um acontecimento, segundo eles, irreal e inexistente. Os vereadores refutaram também a “criação de factóides” com fins meramente políticos.

Abaixo, a íntegra do texto:

EM DEFESA DA VERDADE

Nós, vereadores abaixo subscritos, em compromisso com a verdade dos acontecimentos, vimos publicamente esclarecer o que ocorreu de fato no episódio envolvendo a sindicalista Lindalva Batista e o prefeito João Castelo, após a cerimônia de posse do Conselho Municipal de Educação, no auditório do Palácio La Ravardière.

Em respeito à opinião pública, e pelo motivo de termos sidos citados pela presidente do SindEducação como testemunhas de uma agressão – que em momento algum aconteceu, seja de forma verbal ou física –, esclarecemos que realmente estávamos presentes no momento em que a professora abordou o prefeito João Castelo exigindo uma audiência, ocasião em que o mesmo chamou o secretário de Educação Othon Bastos para que a recebesse na Semed e posteriormente despachasse com ele sobre as reivindicações da líder sindical. Inclusive, há fotos que confirmam a verdade aqui declarada e desmentem qualquer versão de agressão.

Na condição de representantes legítimos do povo, enfatizamos que não presenciamos qualquer atitude do prefeito que desabonasse a representante de classe Lindalva, a mulher Lindalva ou a categoria dos educadores, da qual fazemos parte com todo o orgulho. Na verdade, o que estamos até agora é surpresos com as ‘denúncias’ feitas pela professora de um acontecimento irreal, inexistente.

Refutamos de público a criação de factóides com fins meramente políticos, como o que estamos vendo em alguns setores da mídia claramente de oposição ao prefeito João Castelo, que não estão sendo fiéis à verdade, tentando desconstruir a imagem do prefeito e colocá-lo contra toda uma categoria.

Também, na condição de cristãos, reafirmamos que jamais iríamos corroborar com qualquer atitude grosseira por parte de qualquer autoridade pública. Assim como não podemos nos omitir de repudiar quaisquer inverdades, pautadas em motivos que desconhecemos, e nas quais ainda somos citados indevidamente, como se nada tivéssemos feito ao presenciar uma suposta agressão.

Professores que somos, ratificamos nosso compromisso com a categoria dos educadores, que labutam no cotidiano para a formação de novas gerações.

Reafirmando o compromisso com a verdade, subscrevemo-nos,

Vereador Batista Matos

Vereador Ivaldo Rodrigues

Vereador José Joaquim Ramos

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

7 respostas para “Vereadores garantem que presidente do SindEducação não sofreu agressão”

  1. pericles santos disse:

    Que Castelo não vale porra nenhuma, isso todo mundo sabe, mas o sincofanta não é chegado a esse tipo de agressão.
    Eu sinceramente não acredito nessa estória, muito embora, repito, Castelo seja sim um grande pilantra.

  2. José Rodrigues disse:

    Não consigo entender como os professores, que deveriam ser a “elite pensante”, se deixa levar por uma senhora desequilibrada como essa dona Lindalva. Ela é chamada de professora, onde ela dar aulas? Se alguém sabe, por favor diga. Esse pessoal usam os sindicatos para não trabalharem, essa está pelo nenos 20 anos sem pisar em sala de aulas, e com essa posturas acabam colocando dúvidas na reputação de toda uma categoria. Os professores dizem que a sociedade tem o governo que merece, que as mazelas existem porque nós não sabemos escolher nossos representantes. No entanto eles escolheram essa desqualificada como a representante deles. Os professores deram uma boa aula de como não se deve escolher um representante, mas aqui em São Luís os valores estão mesmo investidos, aí a coisa fica até ilaria. Depois do grande sucesso da louca do Rio Anil, me aparece a LOUCO DO SINDICATO, era só o que faltava.

  3. José Rodrigues disse:

    Não consigo entender como os professores, que deveriam ser a “elite pensante”, se deixa levar por uma senhora desequilibrada como essa dona Lindalva. Ela é chamada de professora, onde ela dar aulas? Se alguém sabe, por favor diga. Esse pessoal usam os sindicatos para não trabalharem, essa está pelo nenos 20 anos sem pisar em sala de aulas, e com essa posturas acabam colocando dúvidas na reputação de toda uma categoria. Os professores dizem que a sociedade tem o governo que merece, que as mazelas existem porque nós não sabemos escolher nossos representantes. No entanto eles escolheram essa desqualificada como a representante deles. Os professores deram uma boa aula de como não se deve escolher um representante, mas aqui em São Luís os valores estão mesmo investidos, aí a coisa fica até ilaria. Depois do grande sucesso da louca do Rio Anil, me aparece a LOUCA DO SINDICATO, era só o que faltava.

  4. Márcia Oliveira disse:

    Para Lindalva é bem feiot, pois, na última greve ela defendeu esse governo e traiu os professores. Agora, está sendo chamada de louca, por quem, sempre ela serviu.

  5. Tovarich Volk da Silva disse:

    Desses senhores vereadores ,em especial o Sr José Joaquim podemos afirmar sabe que ele sabe que a Profª Lindalva não tem esse tipo de prática. Mas o que esperara de vereadores da base governistas? O vereador citado acompanhou a professora Lindalva em negociações no governo Gardênia, Jackson e Tadeu sendo que nenhum deles tenham nada que desabone sua conduta, pois ela sempre buscou o diálogo em todos os momentos. O problema reside, em pareceres políticos de alguém que nem sequer é procurador de carreira que no “achismo” contesta a legalidade de um Estatuto e um PCCS que foram elaborados ao longo de quatro longos anos pela direção do sindicato e pela Semed contando com a assessoria de uma das maiores autoridades desse país no assunto, o Prof. Milton Canuto da CNTE. O grande argumento é que foi eleitoreiro, mas na verdade esse argumento não é jurídico é político e mascara a incompetência desse senhor. A verdade que os grandes agredidos ainda estão nas saulas de aulas sucateadas com mais 6o alunos, lutando em condições absurdas, com baixa remuneração. Não é hora de agressões verbais , físicas e nem bajulações mas sim; de ações concretas para mudar essas mazelas que definem nosso IDH, senhores vereadores e intenautas.
    Prof. Tovarich Volk

  6. LIDER E VICE LIDER DO GOVERNO CASTELO NA CAMARA, JUNTO COM UM SUPLENTE, VEREADOR DE 04 MESES, TENTANDO DESQUALIFICAR A VITIMA, É BRINCADEIRA… A POLICIA PRECISA OUVI OUTRAS PESSOAS, QUE ESTAVAM NO LOCAL, A FOTO MOSTRA UMA EXPRESSÃO DE UM CASTELO, MUITO RANZINZA E CHATEADO (GROSSSEIRO E DESELENGANTE)…. E O VEREADOR DE 04 MESES ” BATISTA” , PREOCUPADO COM A POSTURA DO “INSPIRIENTE”… JOSE JOAQUIM É AMIGO E DEFENSOR DE CASTELO HÁ 40 ANOS E SUA ESPOSA ROSELI É SECRETARIA DO MUNICIPIO (SEMCAS), IVALDO “MALAFAIA” VIVE DE POLEMICAS E É SOLDADO DA PRIMEIRA MINISTRA SR. GARDENIO…. AÍ HÁ CONFLITO DE INTERESSES… COM A PALAVRA A JUSTIÇA… COMO SERÁ QUE A SANDRA TORRES( SECRETÁRIA DA MULHER DO MUNICIPIO) ESTÁ SE SENTINDO SABENDO QUE SEU CHEFE É RISPIDO E DESCORTEZ COM AS MULHERES…..

  7. Cecília Rêgo disse:

    Sinceramente como professora da rede, acho bem feito o que aconteceu com Lindalva Batista, para que ela lembre o que aconteceu na greve passada, que ela se juntou ao Sr Prefeito João Castelo para nos dar aquele golpe. Não vejo equilíbrio em nem um dos dois, tanto um como o outro só pensam no seu bem estar, os dois se merecem. Quanto aos vereadores estão preparando o caminho para mais um mandato, e quando é assim, ficam sem vontades próprias, ou seja são marionetes do Castelo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens