Fechar
Buscar no Site

Vereador Geraldo Castro pede ao governo Roseana suspensão da taxa de esgoto

Foto: Isaías Rocha/ O Quarto Poder

O vereador Geraldo Castro (PCdoB) solicitou ao governo do Estado, em caráter de urgência, a suspensão da taxa de esgoto dos usuários de São Luís cobrada pela Caema.

O pedido foi aprovado pela Câmara de Vereadores em 26 de março, através de uma indicação sua e enviado à governadora Roseana Sarney para que suspenda a cobrança imediatamente até que o serviço seja regularizado.

Em São Luís, conforme Geraldo Castro, a maior parte da população tem esgotamento sanitário em péssimas condições ou sequer é atendida por esse serviço, apesar de pagar mensalmente a taxa de esgoto.

Segundo o vereador, o serviço não existe e não há nenhuma unidade de tratamento de esgoto na capital maranhense.

‘A maior parte dos dejetos provenientes do uso doméstico é jogada nos rios e praias da capital, todas elas impróprias para banho’, afirma ele.

Geraldo Castro ressalta que a solicitação é necessária em virtude do perigo iminente à saúde dos frequentadores das praias, ao meio ambiente e população em geral dos municípios que congregam a Grande São Luís.

 

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

3 respostas para “Vereador Geraldo Castro pede ao governo Roseana suspensão da taxa de esgoto”

  1. Joao Castelo disse:

    Putz, geraldo castro eh vereador????? tai que eu nao sabia, fui seu aluno e o admiro muito, so vejo falar em rose sales pelo pc do b, pensava que soh tinha ela.

  2. Leandro Sales disse:

    Heheh
    foi meu professor também.

    Sabia que seria um bom vereador “com a humildade que lhe é característica”.

  3. João Martello disse:

    Prezado Geraldo,

    Se retirarem a taxa de esgoto, conforme sua sugestão, como a Caema irá ficar? Ela é uma empresa deficitária, deficiente e eternamente dependente do estado! Já está na hora de rever esta CONCESSÃO incompetente!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens