Fechar
Buscar no Site

Veja os vídeos: Bolsonaro ameaça jornalista: “encher tua boca de porrada”

Foto: Reprodução

O presidente Jair Bolsonaro afirmou neste domingo a um repórter do GLOBO que estava com vontade de “encher a boca” dele de porrada. Bolsonaro fez a afirmação ao ser perguntado sobre os depósitos feitos por Fabrício Queiroz na conta da primeira-dama Michelle Bolsonaro. O presidente estava em frente à Catedral Metropolitana de Brasília quando foi questionado sobre o fato.

— Estou com vontade de encher a tua boca na porrada, tá? — disse Bolsonaro.

Em seguida, o presidente afirmou que o repórter era “safado” (leia o posicionamento do GLOBO no fim desta matéria). No início do mês, a revista “Crusóe” mostrou que Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro, repassou R$ 72 mil em cheques a Michelle Bolsonaro entre 2011 e 2016. Os dados foram revelados a partir da quebra do sigilo bancário do ex-assessor. Além disso, o jornal “Folha de S. Paulo” informou que Márcia Aguiar, mulher de Queiroz, repassou R$ 17 mil para Michelle em 2011. As informações foram confirmadas pelo GLOBO.

Em 2018, quando foi revelado um repasse inicial de R$ 24 mil de Queiroz para Michelle, Bolsonaro havia alegado que o ex-assessor havia feito depósitos para pagar uma dívida de R$ 40 mil, valor inferior ao total repassado. Bolsonaro não comentou as novas revelações.

Quando perguntado sobre os repasses da família Queiroz à primeira-dama, antes de fazer a ameaça Bolsonaro tentou rebater citando a delação do doleiro Dario Messer, que, segundo reportagem da “Veja”, afirmou ter entregado dólares para a família Marinho, dona do Grupo Globo. Em nota divulgada na ocasião, a família informou que nunca houve contas no exterior ou operações de câmbio não declaradas às autoridades brasileiras.

Em nota, a Associação Nacional de Jornais (ANJ) condenou o ataque verbal de Bolsonaro ao repórter do GLOBO. A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e a Associação Brasileira de Imprensa (ABI) também se manifestaram.

“É lamentável que mais uma vez o presidente reaja de forma agressiva e destemperada a uma pergunta de jornalista. Essa atitude em nada contribui com o ambiente democrático e de liberdade de imprensa previstos pela Constituição”, disse a ANJ.

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

Uma resposta para “Veja os vídeos: Bolsonaro ameaça jornalista: “encher tua boca de porrada””

  1. antonio muniz disse:

    Quem tem sangue de Baratas?
    Muitas personalidade perdem as estribeiras , quando alguém , por alguma razão quer tirar sarro da cara de alguém. Eu me recordo de fato com pessoas públicas , com atitudes pouco civilizadas , quando alguém o tirou do sério… Quem esqueceu do episódio em que o Senador Cid Gomes é baleado em motim de policiais no Ceará – Parlamentar foi atingido por dois disparos no tórax ao tentar entrar com retroescavadeira num batalhão da PM em Sobral, em meio a uma paralisação de policiais? Quanto ao irmão do senador do Ceará o ex-ministro Ciro Gomes, quando perguntado porque teve uma votação tão medíocre ele respondeu com palavras de baixo calão: Aí dentro! Outro que não v=levava desafora para casa era ACM … Outro que está sempre na mídia por conta de seu instinto agressivo é o ex-senado Roberto Requião , José Richa, e Jean Wyllye, sem esquecer que os senadores “Arnon de Mello e Silvestre Péricles de Goés Monteiro” sempre se desentendiam no Congresso, e, num desses entreveros num dia fatídico Arnon , ao tentar matar seu arquirival , terminou matando “José Kairala, senador pelo PSD do Acre” !Existe um adágio popular que diz que até mesmo aqueles que tenham sague de baratas , um dia se inturbecem e partem para cima daqueles que lhe ofendem ou lhes ameaçam… Numa publicação no Jornal de Brasília datado do dia 25/04/2011, portanto a 9 anos atrás em Brasília, cita o então senador Roberto Requião agredindo um repórter , após ser arguido por um jornalista da TV e Rádio Bandeirante ao se sentir incomodado _ e sem argumento para justificar o fato dele receber aposentadoria como ex-governador, sendo senador e tendo recebido salários como senador , Roberto Requião (PMDB-PR) optou em tentar impedir a divulgação do fato em que toda a imprensa estava comentando ,e , num ato truculento em que Ele não fez somente ameaças, mas arrancou o instrumento de trabalho do reporter_ gravador _ das mãos do repórter da Rádio Bandeirante que tentava uma entrevistava sobre a crise financeira de seu Estado e as mordomias questionada na Justiça, isso enfureceu … É claro que estes fatos nunca deveriam ter acontecido, mas , as reações de determinadas pessoas , as vezes se excedem e dá no que deu como jornalista de ontem e com o de hoje. As escaramuças entre o presidente Jair Bolsonaro e as Organizações Globo desde os tempos pré-campanha para presidente se acirraram, visto que que essa organização escolheu Bolsonaro para ser seu inimigo, e ele , por não ter sangue de baratas não tem arrefecido diante das provocações a Ele dirigidas… Entretanto, várias personalidades quer da política ou do meio artístico vez por outra saem do salto e faz como aquele ator mequetrefe da mesma Globo , que num ato de intensa insensatez, cuspiu no rosto de um casal em um restaurante de São Paulo e ainda disse que com fascistas tem que ser feito desse jeito. As indignações das pessoas sobre determinadas atitudes de pessoas públicas, em muitos casos estão ligadas o seu alinhamento com o pensamento daqueles que o seguem…Quando o Senador Requião humilhou aqueles repórter, aonde estava a OAB, o órgãos de imprensa e o Judiciário, _que com exceção de Alexandre de Morais _ todos já estavam naquela casa? O caso do repórter da bandeirante que sofreu agressões por parte de Requião, não foi um caso isolado, visto que ele partiu para as agressões com o deputado José Richa… Outro caso famoso de agressão é aquela em que o então deputado Jean Wyllys Cusspiu na Cara do hoje presidente Jair Bolsonaro, dai os Twuteiros de esquerda afirmarem que “A escola Jean Wyllys de cusparada e fuga” já formou um novo aluno no caso .ator decadente da Globo José de Abreu , quando cuspiu nos rostos de uma mulher e de um advogado que jantavam juntos em um restaurante japonês em São Paulo… Nos dois casos envolvendo autoridades , nem o plenários da Câmara dos deputado, nem o senado da república_ na época comandada por José Sarney tomaram qualquer providência. Neste caso em especial, o clamor só se justifica por conta de quem proferiu uma sentença infeliz é exatamente aquele em que todas as mídias o fustigam todos os dias… Não quero que pensem que sou insensato com referencia a agressão verbal contra um repórter, mas , a imprensa escolheu Bolsonaro como saco de Pancada… Obviamente que todo lime deixa de ser o limite quando alguém resolve romper a cerca que separa os quintais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens