Fechar
Buscar no Site

Sindicato dos Jornalistas pede a providência divina para evitar assassinato de jornalista no MA

Do blog do Raimundo Garrone

Além de ignorar a ação dos Homens, ainda pede uma reflexão fraterna ao acusado

Depois de avaliar as circunstâncias e documentos recolhidos, o Sindicato dos Jornalistas lançou na sexta-feira uma nota oficial sobre uma possível ameaça de morte disparada pelo deputado cassado Paulo Marinho contra o jornalista Jotônio Vianna.

No exercício de sua profissão ele faz severas críticas a Marinho, que também já foi prefeito de Caxias, cidade onde Vianna é correspondente do Jornal Pequeno.

Em tempo, é bom que se diga que a nota oficial sobre o caso revela o quanto o nosso sindicato é de outro mundo.

Uma ameaça de morte, velada ou não, exige uma tomada de posição intransigente na defesa da vida quando colocada em risco pela manifestação de opinião.

E o que faz o sindicato?

Diz que imcubiu-se de orientar “o jornalista para buscar ali as medidas ainda possíveis neste nosso país espetacularmente entregue ao desprezo com a segurança dos cidadãos…”

Pronto, frase feita. E só.

Sequer procurou a Secretaria de Segurança para pedir garantia de vida ao jornalista, como também cobrar uma investigação célere e rigorosa para o caso.

Mas aí tudo bem, é questão de inoperância.

O pior é dizer que conta com a providência divina para que não se consuma um novo assassinato de jornalista na cidade de Caxias.

Providência divina?

(A suposta ameaça de Marinho foi lembrar a Jotônio Vianna o assassinato de um jornalista ocorrido há trinta anos.

Diz que foi tudo armado pela oposição como artimanha eleitoral para lhe jogar a culpa.

Além de vencer a eleição, o crime caiu na impunidade e, segundo a própria nota do sindicato, não foi apurado devidamente. Leia mais sobre o caso no blog do John Cutrim).

Pois bem, além de ignorar a providência dos homens, o nosso síndico não cobra nenhuma explicação a Marinho, mas pede singelamente, uma “fraterna reflexão”.

Seria cômico, se não fosse trágico, um sindicato que só sabe bater nas costas do patrão.

Leia a Nota Oficial do Sindicato dos Jornalistas

NOTA OFICIAL

Depois de avaliadas as circunstâncias e documentações recolhidas por este Sindicato, relacionadas com o artigo de blog do ex-prefeito de Caxias – Maranhão, e ex-deputado federal, Paulo Marinho, onde, por meio de relato de fato verídico de assassinato de jornalista naquele município, há trinta anos, tendo ficado impune e não apurado devidamente, serviu-se, agora, do mesmo fato, o ex – parlamentar para, tornar pública, uma dissimulada ameaça de morte contra o jornalista Jotônio Vianna, correspondente do matutino Jornal Pequeno.

Por não compactuarmos com a predominância e resquício do período e época do cangaço nordestino, este Sindicato incumbiu-se de orientar o jornalista para buscar ali as medidas ainda possíveis neste nosso país espetacularmente entregue ao desprezo com a segurança dos cidadãos, onde os desajustados gozam de todas as garantias e defesas, em detrimento das pessoas corretas e daqueles que buscam noticiar os fatos ainda suportados pela sociedade. Como as tragédias acontecem e vão acontecendo por todos os lados, conta-se com a providência divina para que não se consuma um novo assassinato de jornalista na cidade de Caxias, como prevê e lembra o ex – prefeito Paulo Marinho, a quem pedimos uma fraterna reflexão.

São Luís (MA), 10 de fevereiro de 2012

A Diretoria

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

8 respostas para “Sindicato dos Jornalistas pede a providência divina para evitar assassinato de jornalista no MA”

  1. gengiscan disse:

    PAULO MARINHO VAI MESMO MATAR JOTONIO,ACREDITEM.E O POVO VAI VOTAR NO FILHO,BANDIDO E NUNCA ADMINISTROU NADA.

  2. Salomão Xavier disse:

    Esse sindicatozinho dos jornalistas de diretoria medíocre, funciona nos porões ou da casa do Sarney ou nos porões do sistema Mirante de comunicação. Que vergonha!

  3. Zorro disse:

    Com o secretário de segurança que o Maranhão tem foi mais do que acertada a atitude do sindicato.
    Só mesmo Deus pode proteger a vida de alguém ameaçado de morte no Maranhão.

  4. Douglas Pereira disse:

    No blog do Garrone fiquei assustado com o comentario de um doido que se intitula “Pericles” atacando o jornalista. Acho que o maluco nao ler o que escreve Jotonio

  5. Maria Neide disse:

    John, avisa ao Garrone que tem um problema no seu blog. Tentei postar um comentario e nao consegui. O unico comentario ali e de um tal de Pericles, descabido e ofensivo ao jornalista Jotnio Viana

  6. Paula Melo disse:

    Lava a boca, Pericles. Você deve ser um sarneyzista de miolo mole pra falar assim do Jotonio.

  7. Jose Vargas disse:

    Não achei ruim a nota do Sindicato dos Jornalistas, mas apenas cautelosa demais, embora imagine o quanto foi duro o presidente do sindicato fazer um repúdio contra um sujeito que frequenta a cozinha Sarney, como é o elemento Paulo Marinho.

  8. Pauline Amorim disse:

    Você pegou duro, Garrone, entenda a posição do sindicato. Se fosse você o presidente a nota seria como?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens