Fechar
Buscar no Site

Sarney viu um buraco

JM Cunha Santos

A imprensa às vezes funciona. Se Sarney viu buracos em São Luís significa que, finalmente, deixou em paz o helicóptero do GTA e resolveu se locomover em seu próprio carro. Ou, então, aderiu ao jumento solenemente sugerido pelo deputado Magno Bacelar. Toda notícia tem seu fator principal e o importante nessa notícia não é que existam buracos em São Luís; importante é que Sarney tenha visto esses buracos.

Ora, esses buracos estão aí desde a primeira administração Mauro Fecury quando Sarney, esburacando a liberdade civil, nomeava prefeitos. São buracos muito velhos. Tem buraco tão antigo que é capaz de ter mais tempo de poder em sua rua que Sarney de poder no Maranhão. Tem buraco tão velho que viu Sarney se fingir de democrata para chegar ao governo do Estado e logo em seguida se aliar à ditadura. Buraco tão usado que pelos serviços prestados merecia receber de Roseana Sarney a Medalha do Mérito Timbira ou uma nomeação para o Tribunal de Contas do Estado na missão de tapar buracos nas contas do governo.

Gente, se Sarney, que só se desloca em aeronaves pagas com o dinheiro do povo, viu um buraco é porque a coisa realmente está séria. Em Brasília, onde trabalha há quase meio século, não tem buracos e se ele viu algum foi nas contas das estatais dirigidas por seus indicados e nomeados. Na Ilha de Curupu, onde reside, não tem buracos. Tem energia elétrica farta, água da Caema mais farta ainda, tem mansões, parques temáticos, cavala-canga, computadores, escritores, advogados, mas buraco que é importante, não tem.

É surpreendente. Sarney foi governador, é senador há muito tempo, foi presidente da República durante seis anos e nunca tinha visto um único buraco em São Luís. Se visse, tapava. Sua filha já governa o Maranhão há quase 12 anos e vai ver também nunca tinha visto um buraco na cidade. Está explicado, então, porque em quase 50 anos de governo nada fizeram para tapar tantos buracos. Sarney só agora sabe da existência dos buracos. Mas faz tempo que o povo sabe dos buracos na existência de Sarney.

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens