Fechar
Buscar no Site

Sargento do 8º BPM é morto na Vila Itamar

O sargento Clóvis dos Santos Oliveira, de 42 anos, foi morto no início da tarde desta quarta-feira (28), ao tentar evitar um assalto na rua onde morava, na Vila Itamar. O militar foi atingido por um tiro no peito, disparado por dois homens que estavam assaltando uma Kombi de vendedores ambulantes.

Clóvis Oliveira era lotado no 8º BPM e saía de casa, na Rua 1º de Maio, para levar sua mulher à Universidade Federal do Maranhão (Ufma), onde ela faz o curso de Filosofia. Porém, antes ele parou na residência da sogra onde a mulher estava.

Nesse momento, como contou uma testemunha, dois homens deram voz de assalto aos ocupantes de uma Kombi que vende mercadorias de porta em porta. O sargento Clóvis ouviu e correu para seu carro, a fim de pegar sua arma, mas os assaltantes atiraram antes na direção dele, que era conhecido dos acusados.

O sargento ainda fez um disparo contra os bandidos, mas não conseguiu atingi-los. Clóvis Oliveira foi socorrido por vizinhos, em seu próprio carro, um Celta prata, e levado para o Hospital Municipal Clementino Moura, o Socorrão 2, mas morreu ao dar entrada naquela casa de saúde.

Homens do Serviço de Inteligência do 8º BPM, do Grupo Tático Aéreo (GTA) e de outras unidades da Polícia Militar foram para o local do crime e fazem buscas na tentativa de localizar a dupla que matou o sargento. (Por Wellington Rabello, JP)

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

2 respostas para “Sargento do 8º BPM é morto na Vila Itamar”

  1. José do Rêgo disse:

    Aviolência grassa na ILHA DE UPAON AÇU. Bandidos estão em todas as partes e matam por matar. Desta feita, mais um policial que entra na lista dos exterminados. Até quando viveremos numa cidade cheia de bandidos e sem segurança?…

  2. Reinaldo Cantanhêde Lima disse:

    Bom dia Cutrim e leitores de seus escritos, mataram um Agente público, tentando defender um trabalhador! O que vai acontecer com os ladrões assassinos? Deveriam ser mortos em praça pública, como exemplo! Prisão só para homens que matam brigando!!! Abraços fraternos. Reinaldo Cantanhêde Lima

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens