Fechar
Buscar no Site

Rocha ratifica desejo de aliança do PSDB com Braide; Wellington anuncia que poderá deixar partido

Do blog do Gláucio Ericeira – O que era uma cizânia partidária interna, ganhou ampla publicidade e expôs o clima ruim que prevalece, hoje, no PSDB do Maranhão.

O senador Roberto Rocha, presidente estadual do tucanato, divulgou uma nota, nesta terça-feira (21), na qual ratificou a sua intenção de levar o partido para base de apoio da pré-candidatura a prefeito de São Luís do deputado federal Eduardo Braide (Podemos).

A nova declaração de Rocha enterra, por completo, o sonho do deputado estadual Wellington do Curso, que aspirava representar a legenda na disputa majoritária na capital.

Na nota, o senador, além de criticar o governador Flávio Dino (PC do B), tentou minimizar os efeitos de uma declaração sua, dada ao Jornal O Estado do Maranhão na semana passada, na qual já havia deixado claro a sua preferência por Braide em detrimento de Do Curso.

“Não temos, e nunca tivemos, Projeto Pessoal, temos um Projeto de Partido. No entanto, não podemos perder de vista um Projeto Político, casando 2020 com 2022. Afinal, PSDB e Podemos no Maranhão são do mesmo campo político. Nem estou dizendo em que momento estaremos juntos, se no primeiro ou no segundo turno, mas que estaremos, estaremos”, afirmou Rocha em um dos trechos da nota.

De saída – Wellington do Curso, em entrevista concedida a TV Guará ontem, disse que mantém a sua pré-candidatura a prefeito de São Luís, a princípio pelo PSDB.

“Caso não seja possível pelo PSDB, eu vou procurar outra legenda para que eu possa sair candidato a prefeito de São Luís”, garantiu o parlamentar.

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens