Fechar
Buscar no Site

Rejeitado veto a projeto que torna livre o acesso de “personal trainers” às academias

Deputados derrubaram, na sessão plenária desta quarta-feira (21), o veto governamental ao Projeto de Lei nº 071/2019, de autoria do deputado Felipe dos Pneus (PRTB), que assegura o acesso de personal trainers às academias de ginástica no Maranhão.

Com parecer favorável da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania, o veto foi rejeitado por 31 votos.

Ao final da votação, o presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Othelino Neto (PC do B), frisou que a discussão do projeto foi realizada com muita maturidade política pelos parlamentares. “Ouvimos a CCJ, que recebeu representantes do Sindicato dos Profissionais de Educação Física, eu também os recebi, acompanhado do deputado Felipe dos Pneus, e chegamos a esse entendimento unânime, dentre os presentes, de que era necessário derrubar o veto para prevalecer o projeto de lei aprovado por este Plenário, em respeito não só aos profissionais, mas, também, ao consumidor. Portanto, meus cumprimentos a todos e parabenizo a todos por essa importante vitória”, discursou Othelino.

O deputado Felipe dos Pneus agradeceu o apoio de todos à derrubada do veto governamental e também parabenizou os educadores físicos pela vitória conquistada. “Agradeço por terem lutado comigo, certo de que, a partir de agora, os consumidores terão garantido o seu direito, já que os estabelecimentos não poderão cobrar, além da mensalidade, ao aluno que estiver acompanhado de seu personal”, disse.

O presidente da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania, deputado Neto Evangelista (DEM), relator do veto governamental, explicou a rejeição ao veto na CCJ . “Quero aqui dizer da minha honra em ter sido relator desta matéria, de testemunhar o amadurecimento do deputado Felipe dos Pneus, e a forma serena como tratou este projeto. Hoje, nós temos a derrubada de um veto, que não é algo natural, no nosso sistema político, mas é algo que mostra a responsabilidade que esta Casa tem”, destacou Neto Evangelista.

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens