Fechar
Buscar no Site

PV alega ser um partido do bem, mas no MA Sarney obriga a legenda a defendê-lo

Do site Ucho.Info

Sujeito obediente – O Maranhão se firma cada vez mais como um feudo da família Sarney, que há cinco décadas governa com mão de ferro o mais miserável estado brasileiro. Dono de poder político sem precedentes, o presidente do Senado Federal, José Sarney (PMDB-AP), continua mandando como quer na política local. Preocupado com os ataques que são dirigidos a ele e sua família, Sarney não mede esforços para minimizar as acusações.

Depois da misteriosa e célere decisão do Superior Tribunal de Justiça, que anulou as provas da Operação Boi Barrica, da Polícia Federal, que flagrou o empresário Fernando Sarney em uma série de transgressões, o que rendeu críticas do Oiapoque ao Chuí, o senador peemedebista foi alvo de críticas durante o Rock in Rio, no último final de semana. A banda “Capital Inicial” dedicou a música “Que país é esse” ao presidente do Congresso, durante críticas às “oligarquias que parecem ainda governar o Brasil”.

“(Oligarquias) que conseguem deixar os grandes jornais brasileiros censurados durante dois anos, como O Estado de S. Paulo, cara. Coisas inacreditáveis”, disse o cantor Dinho Ouro Preto. “Essa aqui é para o Congresso brasileiro, essa aqui, especial para José Sarney”, emendou o vocalista da banda.

Como era de se esperar, alguém assumiria a incumbência de sair em defesa de José Sarney. Deputado estadual pelo PV, Magno Bacelar propôs à Assembleia Legislativa do Maranhão, nesta quarta-feira (28), uma moção de repúdio ao vocalista Dinho Ouro Preto. Um doa mais próximos aliados da família Sarney no estado, Bacelar reza pela cartilha do deputado federal Sarney Filho, o Zequinha, uma das lideranças do Partido Verde.

Ë de se estranhar o silencia da executiva nacional do PV, que vem ocupando os meios de comunicação para divulgar os propósitos da legenda, não sem antes anunciar que o partido é do bem. Ora, como um partido político que defende José Sarney pode ser do bem? Com a palavra, o presidente nacional do PV, José Luiz Penna.

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

4 respostas para “PV alega ser um partido do bem, mas no MA Sarney obriga a legenda a defendê-lo”

  1. Raimundo Nonato Serra Cavalcante disse:

    Vocês criticam o Sarney porque são obsessivos nessa posição mas sabem que Sarney é osso duro de roer. Depois que Sarney desaparecer para a eternidade, os senhores jornalistas do Maranhão ainda irão divulga-lo por muitos anos. Sarney é o nosso mito do Maranhão. ainda muito forte politicamente apesar da idade. Eu sou fã do Sarney.

  2. Inácio Augusto de Almeida disse:

    Este PV aqui em Martinópole-CE é presidido pelo ex-prefeito José Nilson. Este político responde a cinco processos por roubo de dinheiro público. Nas últimas eleições para prefeito não se candidatou com medo da Lei Ficha Limpa. É ele que diz: DINHEIRO PÚBLICO EXISTE PARA SER ROUBADO.
    Se o PV sabe disto? Claro que sabe. Mandei e-mails para o Gabeira, para a direção nacional do PV, para a direção estadual do PV.
    A verdade é que o PV se transformou nisto que aí está.

  3. O PV È DO BEM: BEM NOJENTO,BEM SAFADO,BEM DOMINADO,VOÇÊS JÀ VIRAM PARTIDO DE SANEY DO BEM! RAIMUNDO DÀ TUA CLOACA PRÀ ELE. CÙ DE GALINHA.

  4. abestado do maranhão disse:

    não é uma graça!, Pai e Filho, juntos!, so botando num altar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens