Fechar
Buscar no Site

PSDB oficializa Doria, Leite, Tasso e Arthur Virgílio na disputa de prévias

O PSDB informou hoje que quatro pré-candidatos à presidência da República vão participar das prévias do partido. o governador de São Paulo, João Doria, o do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, o senador Tasso Jereissati e o ex-prefeito de Manaus Arthur Virgílio vão disputar para encabeçar a chapa das eleições de 2022.

Segundo comunicado divulgado hoje pela legenda, outras duas pré-candidaturas, não especificadas, haviam sido apresentadas, mas não cumpriram os pré-requisitos estabelecidos pela resolução 46/2021, que regulamentou o processo de prévias.

Ainda de acordo com o PSDB, os quatro vão percorrer o Brasil “apresentando as propostas do PSDB para a retomada do crescimento e o pleno desenvolvimento”.

O escolhido do partido vai disputar o espaço da chamada “terceira via”. Hoje, as pesquisas eleitorais mostram o atual presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e o ex-presidente Lula (PT) na frente. Muitos defendem que se busque unidade em torno de um terceiro caminho, mas atualmente são muitos os nomes que brigam pelo espaço, nenhum deles com bom desempenho nos levantamentos.

Regras das prévias
A Executiva Nacional do partido definiu em junho as regras para as prévias. A votação interna acontecerá no dia 21 de novembro e um segundo turno acontecerá no dia 28 do mesmo mês, se for necessário. Também haverá um debate no dia 18 de outubro.

O candidato do PSDB para as eleições gerais será escolhido por uma votação por meio de colégio eleitoral. Serão quatro grupos de votantes, cada um com peso 1, representando 25% do total de votos.

O primeiro grupo será de filiados sem cargo eletivo; o segundo de prefeitos e vice-prefeitos; o terceiro de vereadores, deputados estaduais e deputados distritais e o quarto de governadores, vice-governadores, ex-presidentes, deputados federais, senadores e o atual presidente da Comissão Executiva Nacional.

Prévias em São Paulo têm único inscrito
O atual vice-governador paulista, Rodrigo Garcia, foi o único inscrito para as prévias do partido para o governo do estado. De saída da legenda, o ex-governador Geraldo Alckmin não colocou o nome dele no processo —o que já era esperado pela direção.

O presidente estadual do partido, o secretário de Desenvolvimento Marco Vinholi, disse que Garcia se tornou o pré-candidato oficial a partir de hoje. “Em relação ao Geraldo, seguimos abertos ao diálogo em busca de uma construção conjunta”, disse ele em entrevista ao Estadão. UOL

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens