Fechar
Buscar no Site

Prefeitura de São Luís promove Dia D de luta contra a AIDS

Com o tema ‘40 anos de AIDS: Uma resposta de todos nós’, a Prefeitura de São Luís realizou, nesta quarta-feira (1º), o Dia D de luta contra a AIDS, em evento no Parque do Bom Menino (Centro). O evento marcou o Dia Mundial do Combate à AIDS, comemorado em 1º de dezembro, e a abertura oficial das ações da campanha Dezembro Vermelho, cuja programação segue até o dia 17.

“Precisamos estar voltados para o debate sobre a doença, precisamos falar sobre AIDS e, claro, conscientizar e desmistificar a doença. O esclarecimento da população sobre os meios de prevenção e tratamento deve ser contínuo. A gestão do prefeito Eduardo Bride tem ido às ruas, tem feito alertas para as pessoas, inclusive as que vivem em situação de vulnerabilidade social, por meio dos Centros de Testagem e Aconselhamento (CTAs), onde é possível fazer os testes e, nos casos necessários, o tratamento da doença. É preciso engajamento de todos os setores da sociedade com foco na informação de qualidade, desmistificando o tema e fomentando a prevenção e a conscientização de todos”, destacou o secretário municipal de Saúde, Joel Nunes.

Durante o evento no Parque do Bom Menino, representantes das superintendências de Vigilância em Saúde, Ações em Saúde, Educação em Saúde, Assistência à Rede e representantes de lideranças comunitárias se reuniram para formar o laço humano com o intuito de celebrar a vida.

O coordenador de ISTs/AIDS da rede municipal, Wendel Alencar, a campanha tem, ainda, o intuito de combater o preconceito que ainda existe devido à falta de informações precisas. “A proposta pedagógica do tema é, também, discutir estratégias de combate a todas as barreiras sociais. Felizmente, ao longo do tempo, tivemos muitos avanços científicos, que inclusive estão implantados na Rede SUS de São Luís, porém, a sociedade também precisa avançar no combate ao preconceito e discriminação que ainda existe, uma vez que isto dificulta o acesso das pessoas à prevenção, ao tratamento e ao diagnóstico”, disse.

Programação

O calendário de ações programadas para o Dezembro Vermelho se estende até o dia 17 deste mês. Durante este período, a Prefeitura, por meio da Semus, realizará atividades como palestras, oficinas, rodas de conversa, testagens e distribuição de preservativos cujo público-alvo inclui professores, estudantes, pessoas em situação de rua, profissionais do sexo e pessoas privadas de liberdade.

Além do Dezembro Vermelho, a Semus realiza, no decorrer do ano, ações de prevenção combinada junto às comunidades, por meio das equipes do Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) na Rua. Entre os serviços oferecidos, estão a distribuição de preservativos, orientações e a realização de testagens para ISTs, a fim de identificar possíveis casos para que seja feito o acompanhamento.

Segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), cerca de 8.200 pessoas vivem com HIV na capital. O diagnóstico e tratamento podem ser feitos nos Centros de Testagem e Aconselhamento (CTAs) do bairro Anil e Lira, e ainda, no Centro de Saúde do Bairro de Fátima.

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens