Fechar
Buscar no Site

Por Amazônia, Flávio Dino vai buscar Mourão

Uma das primeiras ações de Flávio Dino (PCdoB) à frente do Consórcio da Amazônia Legal será buscar uma aproximação com Hamilton Mourão. O governador do Maranhão diz ter um “excelente diálogo” com o vice-presidente e coordenador do Conselho da Amazônia. Dino acredita que, diante das resistências do governo federal em lidar com as pressões externas pela preservação, os Estados podem ajudar a restabelecer a confiança no cenário internacional. “Nossa participação pode significar uma convergência mais ampla”, afirmou.

Oi… Uma das metas de Dino é retomar o Fundo Amazônia, cujos repasses foram suspensos por Noruega e Alemanha em 2019.

…sumidos. Europeus e governo federal se desentenderam a respeito da gestão do fundo. Governadores já haviam tentado uma ponte com os países, via Ricardo Salles (Meio Ambiente), sem sucesso.

Sinais. Interlocutores de Mourão avaliam que a aproximação do Conselho da Amazônia com os Estados pode ser positiva. Mas admitem que reativar o fundo dependerá, primordialmente, de resultados na diminuição do desmatamento. O que, até agora, não há.

Como foi. Quando o conselho foi recriado, em fevereiro, o governo federal excluiu os governadores da região do colegiado.

Ajuda. Para Rodrigo Agostinho (PSB-SP), coordenador da Frente Parlamentar Ambientalista da Câmara, a estratégia de Dino é válida, mas os Estados também precisam de metas próprias e de resultados consistentes sobre preservação.

Gestão. Dino toma posse em janeiro. Ele foi eleito pelos governadores do consórcio (AC, AP, AM, MT, PA, RO, RR, TO e MA). Estadão

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens