Fechar
Buscar no Site

Perdeu a pauta…

Qualquer um que saiba ler sentirá na matéria da Folha de S.Paulo, republicada pelo Jornal Pequeno e intitulada “Turista enfrenta via-crúcis na capital do Maranhão”, uma nota pessoal de desagrado, alguma coisa de mágoa retida, o cheiro de vingança do repórter, que, por algum motivo não identificado, quis não dar notícias da situação da cidade, mas empastelar um dos endereços turísticos mais procurados do Brasil.

Sabemos que muitos dos nossos casarões estão quase caindo, mas o repórter não informa que eles são 3.500 e representam o maior acervo arquitetônico de origem portuguesa no país. Sabemos o quanto é sentida a ausência do poder público no cuidar desse patrimônio histórico, mas chamar de via-crúcis o passeio pela história que significa estar em São Luís é um exagero de inconformados que a linguagem jornalística só permite às criaturas estúpidas que invadiram essa profissão.

Dizer que São Luís maltrata quem se aventura por suas calçadas históricas é desconhecer a realidade do Nordeste, é querer humilhar seu povo. Aconselhar, praticamente, que os dois milhões de turistas que a cidade recebe anualmente procurem Fortaleza é coisa de ‘filhinho de papai’, de profissional que à falta do que escrever – porque esqueceu de trabalhar – anotou só o que há de negativo e fez propagar no país inteiro para aplacar a ressaca insuportável, mas natural, dos que não têm responsabilidade com a profissão.

São Luís não é São Paulo, é uma província secular ferida pela ação do tempo, e, certamente também, pela ausência de investimentos do Governo Federal sempre disposto a aplicar o maior volume de recursos do país onde há maior quantidade de votos. O autor da matéria provavelmente perdeu a pauta e decidiu descontar na cidade que o recebeu. Lamentável.

(JM Cunha Santos)

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

10 respostas para “Perdeu a pauta…”

  1. tadeu disse:

    O cara está na merda e a única coisa que ele pede é para não balançar muito para não fazer ondinha. Críticas são sempre amargas, mas é preciso tirar proveitos delas para melhorar e não se fazer de vítima e intocável. São Luís é uma vergonha, não tem estrutura para receber turistas, e estes nem vem mais para ver a cidade, e sim a negócios. Aqueles casarões desabando no reviver, além do descaso, mostra que estamos eternamente vinculados ao passado e não temos nada para mostrar, a não ser o que foi construído há séculos. Não temos como manté-los, são caros e ineficientes. O que se gasta para manutenção é muito maior do que o retorno. Cidade sem presente e futuro, apegado as velharias que deveriam ter seu lugar e não ser o objetivo final de quem vem visitar a ilha. Recursos: estes são desviados e/ou mal-aplicados. O município ainda faz algo na SEMTUR, mas e o estado. Fortaleza não apresenta só velharias aos turistas, e estes sempre voltam para conhecer o Ceará. E aqui? O sujeito vem, olha prédios velhos caindo, bumba-meu-boi, cacuriá e nunca mais volta. Ridículo o nosso turismo.

  2. zORRO disse:

    São Luís é muito mais do que velhos casarões. São Luís tem as mais belas praias do Brasil. A travessia da Baía de São Marcos é de uma beleza indescritível. Quem quiser comprovar esta minha afirmação vá até Alcântara de barco e retorne no fim da tarde. As primeiras estrelas se acendendo com o sol inciando o seu desmaio e tornando- se vermelho, como se transformado num rubi. Meu Deus!
    Existe em algum outro lugar uma alvorada mais bonita do que da Praça Gonçalves Dias?
    Debaixo daquelas palmeiras, ouvindo o canto dos pássaros, sentindo a brisa refrescante que chega com o dia que começa a nascer, avistando boa parte da cidade, vendo os telhados marrons que abrigam amantes ainda em festa. Meu Deus!
    A verdade é que não enxergamos com os olhos. Pinipalmente quando se trata de São Luís. Para se ver São Luís é preciso ter amor no coração. É preciso estar em sintonia com tudo o que esta cidade irradia.
    Não, eu não censuro o jornalista que fez a matéria denegrindo a imagem da São Luís turística. Eu o perdôo e rezo para que Deus lhe dê um pouco de paz. Pois estar em São Luís e não enxergar mais do que velhos casarões só é possível a quem esta vivendo um momento de muito conflito emocional.
    Rezemos por este pobre moço.

  3. Fátima disse:

    Caro Tadeu, você sabe a quem pertence boa parte dos casarões antigos do centro histórico de São Luís? Não são propriedades apenas da prefeitura e do estado . Pertencem a particulares. Não se pode pretender que o erário seja usado para recuperar os bens privados. E se os donos não podem ou não têm interesse em recuperá-los o destino final é tombarem, literalmente.

  4. Carlos disse:

    Bem feito. Falou até pouco. As mais belas praias? Só diz isso quem nunca saiu da ilha ou nunca pegou uma infecção cultânea por banhar nas maravilhosas águas dessa ilha que se orgulha de ser rebelde. Acordem meu povo!!! São Luís ficou pra trás. Salve-se quem puder.

  5. Tadeu disse:

    Cara Fátima, se existe uma lei que protege os imóveis históricos, sendo proibido alterá-los na fachada, entre outras coisas, e, considerando que são de cara manutenção, pois já extrapolaram muito seu tempo útil, afinal não são pirâmides, o mínimo que o poder público deveria fazer é facilitar de alguma forma sua existência. Estes imóveis se tornaram elefantes brancos para quem os possui e sai mais barato deixá-los cair. É impossível mexer no centro da cidade pois tem promoterizinhos que adoram se promover deixando de lado o bom senso. A região histórica deveria ser restrita a uma certa parte, caso contrário, se tornará um entulho só. Deve ser muito interessante sair de sua cidade natal para ver carcaçãs de prédios no maranhão.

  6. Acordameupovo disse:

    Tipos como o Zorro, que postou há pouco, merecem mesmo um prefeito ridículo como o CAstelo e uma governadora incompetente como a que está aí . Vai ver nunca passou do estreito dos mosquitos. Dizer que SAo Luis tem as praias mais belas do Brasil só estando maluco. Vai te tratar louco. E cego….

  7. Movimento Democrata Livre de São Luis, e outros disse:

    a exemplo do que já está acontecendo em outras capitais, de forma suprapartidária não dando chance a oportunistas politiqueiros, é aguardado que também a oab e a maçonaria deste estado, urgentemente se manifestem em nome do interesse público da polulação de são luis, e promovam a coleta de assinaturas em varios locais desta capital, encampando assim este clamor popular para que na forma da lei representem contra a pretensão da camara de são luis, de aumentar seus pares para 31, alegando a oab e a maçonaria que financeiramente se já é complicado o funcionamento da camara com 21 vereadores, melhor será reduzir para 15 edis, numero esse capaz de gerar uma significativa economia com aplicação nas reais funções daquela casa legislativa, em comparação com a pessima produção da nossa vereança e de suas famigeradas comissões legislativas, sem dúvida um presentão que merece ganhar esta cidade pelos seus 400 anos.

  8. CARLOS disse:

    Acho que ele poderia falar muito mais, esqueceu as crateras que nos enfrentamos todos os dias em nossa cidade que está miseravelmente esburacada, sem faixa de pedestre, sem acessibilidade aos deficientes, etc…

    Alguém sabe me dizer pq o prefeito está retirando o asfalto ainda em bom estado das avenidas e deixando os bairros totalmente abandonados?

  9. Inácio Augusto de Almeida disse:

    Zorro
    Muito bonito o seu texto. Mas São Luís é muito mais do que praias, muito mais do que belas paisagens. São Luís tem alma, São Luís tem um povo que é o mais hospitaleiro de todo o mundo. São Luís tem uma culinária incomparável. São Luís tem uma cultura própria. Tambor de crioula, bumba-meu-boi e tantos e tantos outros atrativos que só são encontrados nesta Ilha Mágica, nesta Ilha dos Mil Encantos. São Luís, por sua posição geográfica, apresenta o céu mais estrelado e brilhante de todo o mundo. É um encanto nas noites de verão ficar admirando a linda colcha de retalhos que se forma por estrelas que brilham com uma intensidade que deslumbra, principalmente quando a lua está meio preguiçosa. E pôr-do-sol? Onde encontrar um disco alaranjado daquele tamanho mergulhando nas águas da baía de São Marcos. Baía que de tão bonita alguns a comparam, de forma injusta, com a baía de Nápoles. De forma injusta, sim. A Baía de São Marcos é a mais linda de todas as baías do mundo.
    Falta a São Luís apenas quem cuide melhor dela. Falta a São Luís um melhor abastecimento de água. Falta a São Luís segurança pública. Falta a São Luís políticos que amem de verdade esta cidade que encanta quem a visita.
    Concordo com você quando pede que rezemos para o pobre repórter que só conseguiu ver em São Luís velhos casarões.
    Um dia eu ainda volto para São Luís.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens